CCgames console

Guia de Iniciação Gamer

19.8.15Diego Matioli


Vamos falar de videogame?

Esse assunto nunca aparece muito aqui no ConversaCult, até por sermos em nossa grande maioria jogadores casuais sem grande domínio do assunto. Mas sabe, a essa altura do campeonato eu já jogo consoles há quase dez anos. Eu jamais serei um gamer hardcore, dos obcecados por FPS’s (fist player shooter, ou atirador em primeira pessoa, ou jogo de tiro, para os leigos) em altas dificuldades, mas eu tenho tempo de vida dentro desse mundo o suficiente para compartilhar algumas coisas com você, que sempre viu essa coisa de videogame de fora e nunca entendeu bem o que fazer.


Por que jogar videogame é legal?

Em resumo: porque eles promovem experiências. Isso tem sentido muito amplo. Gráficos incríveis que mexem com você? Controles precisos que te desafiam a melhorar sua coordenação? Uma aventura de imersão que te faz se perder em outro mundo? Um jeito de passar o tempo com seus amigos rindo muito? Tudo isso são experiências que um jogo pode te propiciar. É uma mídia muito ampla, como o cinema e a literatura. Dentro dela com certeza tem algo que você vai gostar.

EXPERIÊNCIAS ÚNICAS -q
Mas é algo muito particular. A maneira como eu lido com videogames é só minha. Aprendi o que funciona e vale a pena para mim com o tempo. Existem inúmeros consoles e jogos, qual escolher vai depender do tipo de experiência que você quer ter. É nessa hora que as pessoas geralmente se perdem, então vou passar um breve resumo das minhas experiências com o assunto, que não são absolutas nem universais, mas são um ponto de partida para quem quer conhecer mais o assunto. Mas fica o aviso: não confie só em mim. Pesquise muito, porque videogames podem ser um investimento pesado dependendo da sua decisão, então saiba no que você esta se envolvendo.

Melhor jogar no computador ou no console?

Há uma rixa muito forte entre jogadores dessas plataformas. Quem joga no PC se vangloria de ter gráficos de ponta, acesso a modificadores que alteram a experiência de jogo, além da biblioteca de jogos para PC sempre ser maior do que para os consoles. Mas isso vem com um custo. Computadores de ultima geração para suportar os lançamentos mais recentes são caros e sua tecnologia se torna obsoleta rapidamente, exigindo investimento frequente. A vantagem do console é que ao comprar um você tem a certeza de que pelos próximos anos qualquer título que for lançado para ele vai rodar bem no aparelho – embora com gráficos um pouco inferiores.

Para mim, a facilidade dos consoles é inestimável. Além disso, para alguém que já trabalha tanto na frente do computador é bem mais relaxante se acomodar na cama/sofá para jogar. É uma especie de ritual.

Muito importante: você também pode jogar nos dois. Eu jogo World of Warcraft e The Sims 4 no computador e tenho meu console para jogos mais pesados, como Dragon Age e The Witcher 3.

Microsoft, Nintendo ou Sony?

Essas sãos as três maiores empresas do mercado. Todo mundo meio que já conhece elas de um jeito e de outro. Você pode ter consoles das três, mas como eles geralmente custam caro, é costume escolher uma e fidelizar com ela.

A Nintendo meio que vive na própria onda, alheia as duas outras. Seu foco é a diversão e a interatividade, abrindo mão de potencia gráfica no processo. Eles têm os melhores jogos para você chamar a galera para jogar junto e se divertir muito. Nintendo é carismática. Super Mario, A Lenda de Zelda, Pokemon, todos nomes de peso até para quem não conhece o mundo dos games. Suas franquias são mundialmente famosas e tem conceitos muito fortes e definidos.

Agora, se você prefere imersão à diversão, o embate entre Sony e Microsoft é acirrado. O público alvo das duas é muito parecido e a capacidade dos seus aparelhos é quase idêntica. O Xbox acaba sendo mais popular por possuir um preço mais acessível, então se seu foco é jogar online com outras pessoas, isso é algo importante para se considerar. Eu escolhi o Playstation com base nos jogos exclusivos dele. Eles têm mais apelo comigo, como Last of Us, Uncharted e Kingdom Hearts. São franquias poderosas que eu não estava disposto a abrir mão.

Para você entender: existem títulos exclusivos, que só saem para um console, títulos temporariamente exclusivos, que saem primeiro em um console e depois em outros e títulos multiplataforma, que saem para diversos consoles. O mesmo serve para o PC: tem coisas que só lançam para ele, tem coisas que não lançam nunca nele. Por isso que pesquisar é importante.


Console portátil ou tradicional?

Duas dessas empresas fabricam consoles portáteis, e o que eu expliquei no item anterior também se aplica aqui. Enquanto o Nintendo 3DS (Nintendo, duh) tem títulos mais casuais, o PS VITA (Sony) tem jogos mais imersivos. A vantagem dos portáteis é óbvia, está no próprio nome: você pode levar ele para onde quiser e jogar. Só que assim como o console é em miniatura, também é a experiência. É tudo simplificado. Você tem jogos das principais franquias, adaptados para a menor potência gráfica e jogabilidade do sistema, e alguns títulos originais muito bons. O console tradicional está preso à sua televisão, mas oferece uma experiência bem mais profunda. É uma questão de descobrir o que se adapta à sua rotina, no final das contas. Conheço pessoas que não abrem mão dos portáteis da Nintendo simplesmente pelo amor eterno por Pokemon, e isso é totalmente válido, sabe? Tem que jogar o que gosta.

Qual jogo eu começo primeiro?

Pesquise. Eu não posso te responder isso, porque o que eu gosto de jogar pode não ser o que você gosta de jogar. Eu morro de preguiça de FPS’s, corridas e jogos de luta, adoro RPG’s, jogos de plataforma, simuladores e Sandboxes. Mesmo dentro desses itens, eu acabei aprendendo aos poucos que títulos me agradam ou não. É um processo gradual. Pesquise recomendações, leia críticas, veja vídeos de gameplay. Fundamentalmente, pegue um título que te anime muito nesse momento e seja feliz.

A melhor forma de descobrir o que você gosta de jogar é jogando.

beijinhos pra você, novo gamer

e tchau!

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. muito bom. fui fazer um comentário aqui acabei escrevendo um post. ...

    ResponderExcluir
  2. Amando esse post!!! ♥
    Também queria ter um console pros jogos mais pesados -- apesar de precisar que o PC rode um GW2 da vida --, mas, quando a TV de casa é de tubo, pequena e dividida com mais 3 meninas, fica complicadíssimo. AHAHAHAHAH Daí tenho o Wii na casa dos meus pais e só. Acho que vou entrar na vida de portáteis quando tiver dinheiro pra um XL. É o jeito.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *