amor autoestima

No dia dos namorados, só quero me namorar

12.6.15Elilyan Andrade


O dia dos namorados é uma data muito fdp. Ela te fode se você tiver alguém do lado ou se estiver sozinho. Se tiver alguém vai ter que comprar algo para a pessoa, pode ser simples ou extravagante, mas esquecer de presentear não é uma opção. O dia dos namorados é um grande interesseiro do caralho. Já se você está sozinho vai ter que engolir as demostrações de amor em forma de faixas nas ruas, buquês de flores, depoimentos no Facebook e pegação em tudo que é lugar.


Faz um bom tempo que estou sozinha. E sou feliz solteira. Mas entre estar sozinha ou com alguém no dia dos namorados, prefiro a segunda opção. A data tem a incrível capacidade de diminuir minha autoestima e quebrar minhas convicções. Dia dos namorados é um puto mercenário que tem como passatempo anualmente destruir meu coração e foder com minha mente. Mesmo sabendo que a data vai me sacanear mantenho minha resolução de permanecer em paz comigo mesma e me recurso a jogar seu jogo. Não vou me trancar em casa e ficar tuitando que a data é uma invenção comercial vazia. Às vezes posso ser mimirenta, mas nunca recalcada.

No Brasil, a data foi criada para aquecer o comércio no mês de junho, mas sei que para vários casais apaixonados essa é uma oportunidade única de ser meloso ao extremo. Para os solteiros é a oportunidade de ser mimirento ao extremo. Existe muito amor e ódio envolvido que tornar impossível o dia dos namorados ser somente uma data comercial vazia. O dia dos namorados é como o natal: para algumas pessoas é mágico, para outras é uma besteira sem significado. 

Acredito na magia do dia dos namorados. Acredito no amor “que seja infinito enquanto dure”, como sabiamente disse o poeta. Acredito nos casais que andam de mãos dadas, que trocam presentes e que ficam três horas na fila para entrar no motel. Acredito no romance. Minha fé é tão grande no dia dos namorados que já faz um tempo que decidi parar com o mimimi e começar a desfrutar a data. Chega de ficar em casa jogando olhares de ódio para as fotos dos casais apaixonados na timeline do Facebook! 

sou como a Samantha: não tenho namorado porque me amo mais

Com exceção do dia 12 de junho durante o ano todo estou alegre e satisfeita comigo mesma. Esse ano decidi que no dia dos namorados vou fazer como nos outros 364 dias do ano: vou me amar. Vou me arrumar toda, ir comer em um lugar bacana, assistir um filme e, quem sabe, até ir ao motel com o Bob*. Vou comprar um presente com direito a cartão e flores. Cansei de agir como uma pessoa ilógica (sou feliz sozinha durante o resto do ano inteiro, caramba!). Vou parar de olhar para os relacionamentos dos outros e vou focar no meu. 

E você, amigo solteiro, vai ficar reclamando ou vai se namorar no dia dos namorados?

*Bob: bofe operado à bateria.

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *