austrália bela maldade

Li até a página 100 e... #3 - Bela Maldade

26.5.15João Pedro Gomes

visite: www.euleioeuconto.com
Essa coluna ficou na gaveta por um bom tempo e resolvemos tirá-la um pouco pra, vocês sabem, tomar um ar. E nada melhor pra fazer isso que com um livro envolvente, que tornou difícil a tarefa de parar a leitura para vir escrever esse post. Depois de "O Mágico de Oz" e "Extraordinário". O "Li até a página 100 e..." apresenta "Bela Maldade", thriller psicológico da australiana Rebecca James.

Para quem não conhece, o Li até a página 100 é um meme criado pelo Eu Leio, Eu Conto, em que a pessoa responde algumas perguntinhas sobre o livro que está lendo. Qualquer um pode fazer o seu, basta colocar o banner e linkar o blog. É só anotar as perguntas, escolher um livro, ler até a página cem e escrever! Simples assim. Mas chega de enrolação que o livro de hoje é legal demais pra ficar esperando por tanto tempo.  

>>> Bela Maldade
Autora: Rebecca James
Editora: Intrínseca
Saiba mais [x]
Compre [x]


- Primeira frase da página 100:
"A garçonete nos ajuda a puxar uma das mesas e a juntá-la com a nossa, para criar espaço suficiente para nós cinco."

- Do que se trata o livro?
"Bela Maldade" tem como protagonista Katherine, uma garota que vive andando pelos cantos da escola na tentativa de esconder as tragédias que envolvem seu passado. Mas sua discrição acaba quando ela conhece Alice, aparentemente a amiga perfeita, digna de conhecer seus mais profundos segredos. Mas e se ela não for quem aparenta? E se, por trás de sua beleza, Alice esconder algo profundo e venenoso? E se isso afetar diretamente a vida de Katherine? (é isso que eu irei descobrir quando prosseguir com a leitura :D)


- O que está achando até agora?
Bom, acho. A leitura não está ruim, mas pode melhorar muito ainda. Talvez seja porque os conflitos só estejam começando a aparecer agora, mesmo que um terço do livro já tenha passado. De qualquer forma, já deu pra perceber que os personagens são bem elaborados e que a própria narrativa - que mistura capítulos em diferentes momentos temporais, assim como "Destino Sombrio" - é construída de uma forma diferente do comum. São esses elementos, juntamente com a ansiedade de descobrir os segredos da protagonista, que dão o ritmo agradável da leitura. 

- O que está achando da protagonista?
Bem interessante. A autora soube construir de forma bastante realista a personalidade de alguém marcado pela tragédia. Os problemas de socialização de Katherine são bem visíveis e contrastam com o eu anterior extrovertido da personagem. Ela é um pouco "apagada" às vezes, demonstrando pouca personalidade, mas nada que prejudiquei muito a visão geral que tive da personagem.

- Melhor quote até agora:
Esse livro não é daqueles que tem um quote incrível a cada parágrafo, muito pelo contrário. Mas, já que tenho que escolher um...

"E descobri, durante esse tempo horrendo, que ciência e matemática, todas essas coisas concretas que antes eu tanto amava, eram completamente inúteis quando se tratava de compreender a dor. de lidar com a culpa."

- Vai continuar lendo?
Sim! É quase impossível abandonar um thriller psicológico sem chegar ao fim, principalmente quando ele envolve tantos segredos que só serão desvendados no desfecho (ou antes, né, vai saber). Vou continuar lendo para descobrir onde está a tal da "bela maldade" desse livro. Espero não me decepcionar. 

- Última frase da página:
"Eu [Katherine] estava gostando tanto da companhia de Alice e Robbie, sentindo-me tão feliz por ter amigos como eles novamente, que o comentário dela [Alice] - seu óbvio desdém por algo que passei a valorizar tanto - faz com que me sinta ridícula, magoada."


E você, já leu "Bela Maldade" ou tem vontade ler? Não se esqueça de compartilhar sua opinião com a gente! 



Até a próxima!
- João Pedro Gomes

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Eu li esse livro recentemente e só posso dizer que não tem nada de Thriller, nem de psicológico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um segredo: escrevi esse post há meses e só agora foi pulicado. Tava até relendo agora e, nossa, como eu fui inocente até a página 100. Concordo com você. Embora o livro seja vendido com esses rótulos de thriller psicológico e pareça seguir esse caminho algumas vezes, acaba sendo meio superficial e decepcionante. Sorte que paguei barato e que vale ter pela capa, que é a melhor coisa da edição UAHUAHUH

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *