Backstage CCprojetos

Como é participar de projetos literários?

12.12.14Conversa Cult


Oi! Estamos chegando agora perto do fim do ano e próximo do fim de mais de um projeto literário, a Volta ao Mundo em 12 Livros. Então ficam aquelas questões: Como foi? E o que faremos em seguida?

A resposta da primeira pergunta é um pouco mais complicada. Levar um projeto literário em frente é bem cansativo, no sentido de participar mesmo. Porque a premissa básica dos projetos do CC são ler algo fora da rotina e ler, todo mês, algo assim é complicado. No Charlie's Booklist (2013) eu quase tive uma crise literária, ainda fui ler aquelas loucuras do Naked Lunch, do William S. Burroughs, e pronto. Acabei de perceber que eu só consegui participar dos 5 gloriosos primeiros meses, depois tentei retornar com esse 8º que foi horrível, e O Apanhador no Campo de Centeio já está aqui, mas eu ainda não li! Ou seja, a metade. No fim do ano eu não queria de jeito nenhum retornar a um projeto literário e ler "por obrigação".



Então a equipe do CC inventou o Volta ao Mundo em 12 Livros e, é claro, eu saí participando, porque eu sou muito coerente. HAUHAUHAUHAUHA Acabei de descobrir um padrão: eu participei também só dos primeiros meses! Tudo bem, nesse eu roubei um pouco porque já tinha lido Jostein Gaarder e Arthur Conan Doyle, mas decidi dar uma segunda chance à Jane Austen em junho e ADOREI. Li até dois livros dela! Sério, só de escrever isso eu fico feliz. Também cheguei a ir no Júlio Verne, em agosto, um livro que não foi muito bom, mas valeu a aventura. 

Eu não completei os 12 livros em nenhum dos 2 anos, mas os poucos que eu li realmente mudaram a minha perspectiva. Volta e meia me pego pensando em O Sol é para Todos, da Harper Lee, que ainda hoje continua válido (outro dia no tumblr estavam reblogando quotes da adaptação por causa do que aconteceu em Ferguson). Fitzgerald é um autor que eu vou guardar orgulhosamente no cantinho do coração.

ainda mais se ele for interpretado pelo Tom Hiddleston

Esse ano descobri que tinha fome com os Irmãos Wolfe e tive o prazer de finalmente conhecer o tal Isaac Asimoc da ficção científica. Além, é claro, da já citada Jane Austen. Ainda tenho que conhecer o Haruki Murakami. Todos livros que eu provavelmente jamais teria lido se não fossem esses projetos literários e todos são livros que não me abandonaram mais.

É por isso que eu sei que, com a chegada de um novo ano, eu quero desafiar meus limites literários com um novo projeto. Porém...



Se é cansativo, como leitora, acompanhar as leituras do projeto literário, é ainda mais cansativo organiza-los. Achar o livro que eu vou ler, compartilhar guia de compras, escrever posts, organizar discussões, mandar emails, movimentar grupos, fazer imagens, criar promoções... Imagina fazer isso, por exemplo, em um mês como novembro onde eu ainda participo de NaNoWriMo! Absolutamente não dá. E é um trabalho exaustivo mensal. É por isso que em ambos os projetos, tanto o Charlie's Booklist quanto a Volta ao Mundo em 12 Livros, nossa energia foi desaparecendo conforme o fim do mês chegava. A Bells desapareceu no ar junto com aquele avião em abril no mês da Noruega e acho que todos nós nos perdemos juntos enquanto procurávamos. 

O que significa que esse ano ficarei aqui sentada esperando alguém fazer um projeto pra participar. Mentira. HUAHUAHAUHA

Mas como o João me lembrou de acrescentar, nós quase decidimos abandonar mesmo os projetos. Ou não continuar criando novos. E, se você pensar bem, nós ficamos mesmo distantes. Pior é que gera um ciclo de frustração e fica todo mundo perdido sem o que fazer, aí abandona projeto, grupo, livro, a vida. -n



Esse post é justamente para dizer o que está acontecendo desse lado aqui da organização. Pedir desculpa à você que participou do grupo por não ter estado tão presente quanto eu queria, discutindo os livros. Eu não consegui. :(  

Ao mesmo tempo quero lembrar que a VAM12L não morreu e a essência de tudo é a lista de livros, então lembre de pegar o itinerário e continuar fazendo a viagem. Compartilhe no grupo as suas opiniões, o VAM12L é um projeto seu também. 

Agora a segunda pergunta: O que faremos em seguida?

Algumas ideias estão surgindo, esse post me fez perceber coisas sobre o projeto e definitivamente vamos rever esse formato. Quem acompanha o Clube de Escrita, sabe que eu não tenho problemas em falhar. Mais do que isso, é uma parte do processo de aprender. O VAM12L foi melhor que o Charlie's Booklist e em 2015 VOLTAREI MAIS FORTE E PODEROSA PARA DOMINAR O MUNDO E- Tá, devagar. 

Nós já recebemos algumas dicas por email, então você está convidado a dizer o que quer fazer em 2015 no conversacult@gmail.com. 

Mas mais importante: eu vou continuar lendo e procurando formas de sair da minha zona de conforto, porque esse é o objetivo e é isso que faz valer a pena. Como é participar de projetos literários? Uma aventura. Em todos os sentidos. 

Até mais!






A autora desse texto é a Dana, especialista em falar coisas idiotas, traficante de cultura pop e o avatar. Deal with it. Me recuso a usar 3ª pessoa, então: Você pode ver todos os textos que eu escrevi aqui na tag Dana Martins e também estou no twitter @danagrint, vem conversar comigo. :)

Ajude o CC compartilhando os textos que você gosta.


TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Estou aqui me colocando a dispor do CC para organizar algo legal com vocês, pensar, discutir, compartilhar novidades... Também quero sair da zona de conforto em 2015 e, mesmo que não consiga completar 12 livros, me sentirei bem tentando algo novo com vocês em pelo menos alguns meses :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Dana! Sei como é isso, tenho três séries no meu blog em andamento sabedeus para onde porque eu não quero escrever >.<

    Conta pra mim: Qual foi o livro do Julio Verne que você leu?
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Ai, eu não participei deles, mas fiquei com muita vontade na Volta ao Mundo... PORÉM, já tinha aceitado o desafio das releituras e nem com ele consegui ir até o fim quando apertou faculdade+trabalho ):
    Uma ideia é fazer um desafio baseado nos livros lidos pela Rory em Gilmore. Não ler todos, como aquele desafio gigantesco (apesar de isso ser uma das minhas metas, junto com ver todos os filmes a que fazem referência), mas algo tipo... Separar 12 destaques, como Moby Dick, Oliver Twist e a Ilíada, na ordem em que aparecem na série, e botar um por mês. <3
    (Se algo assim -ou uma ideia genial que vocês sempre têm- não rolar, acho que vou fazer a Volta ao Mundo por conta em 2015. Considerando seriamente.)

    ResponderExcluir
  4. Eu nem sabia que vocês tinham um grupo de discussão para esses projetos! Achei que fosse só uma coluna do blog ou algo assim. Vocês podiam tentar uma coisa mais fácil. Tipo, acompanhando o balanço de leitura de vocês, a média é 2, 3 livros por mês. Fica puxado mesmo encaixar um livro que vcs podem não estar com muita vontade ler todo mês. O negócio é que tem que ser o mesmo livro para todo mundo, né... Ou não. *pensando*

    ResponderExcluir
  5. Por mais que eu tenha adorado o projeto (que me levou até a encher a casa de mapas e ler Jane Austen) tive que largar na metade porque não consiga conciliar o que eu tinha para ler da faculdade mais os livros da minha wishlist, se contar minha leve dificuldade de me organizar de forma a conseguir ter o livro do mês para ler.

    Tinha dito que não ia mais participar de nenhum desafio porque começo vários (literário, fotográfico, de escrita) e são poucos que eu consigo terminar. Mas eis que a internet me mostrou essa lista http://www.popsugar.com/love/Reading-Challenge-2015-36071458 e eu não pude resistir pois sou a louca dos desafios.

    O que achei legal é que ao mesmo tempo que propões novas leituras da para encaixar com aquilo que estou querendo ler. Talvez vocês pudessem fazer algo nessa linha...just giving ideas

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *