CCCriativo CCFilmes

Cartazes honestos dos indicados ao Oscars 2014

23.1.14Elilyan Andrade


Todo ano é as mesmas coisas acontecem quando a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas libera a lista de indicados ao Oscars: começa o mimimi da galera chorando os injustiçados (Álbum de Família e Emma Thompson, cadê vocês?), comentários sobre os indicados e a organização dos bolões. 

Outra tradição ligada a maior e mais antiga premiação do cinema é a brincadeira que sites como o College Humor e o The Shiznit fazem: usando trocadilhos e falando de forma brutal e sincera sobre os indicados eles alteraram os cartazes dos concorrentes da categoria "Melhor Filme" para que eles digam o que realmente o filme quer passar, da forma mais curta e direta possível. 

Para você que ainda não viu todos os indicados vá na paz, pois que não tem spoilers. ;)

Clica!




"12 Anos de Escravidão" (12 Years a Slave)

Grande favorito ao Oscars de Melhor Filme (e minha principal aposta) virou "2 Hours of Shame" (2 Horas de Vergonha), já que o filme retrata a vida de um negro livre que se torna escravo sofre as mais diferentes humilhações e violência. A escravidão é um tema vergonhoso para a humanidade e “12 Anos de Escravidão” retrata fielmente esse tenebroso passado nosso. 



“Philomena” (Philomena)

“Philomena” só foi indicado por causa da maravilhosa Dame Judi Dench, vamos ser honestos. E bastante honesto é o título “Don't trust Nuns” (Não confio em freiras) já que a trama conta a história de Philomena ~safadinha~, que foi forçada a viver em um convento depois de engravidar na adolescência. Anos depois, um jornalista fracassado (Steve Coogan) ajuda a personagem-título, interpretada por Judi Dench, a encontrar seu filho, posto para adoção contra a sua vontade. 



Nebraska (Nebraska)

"Nebraska", filme em preto e branco do diretor Alexander Payne, mostra a viagem de um idoso (Bruce Dern) de Montana a Nebraska, nos Estados Unidos. Acreditando estar buscando um prêmio que ganhou na loteria, ele passa junto com o filho (Will Forte) pela cidade onde cresceu e o drama se desenrola através daí. Não vi o filme, mas pelo trailer já dá uma ideia que o título honesto “Dementia” (Demência) é bastante condizente com a estória e que podemos esperar muitas lágrimas pelo slogan honesto “Some more pain from Alexander Payne” (Mais um pouco de dor por Alexander Payne).




"Clube de Compras Dallas" (Dallas Buyers Club)

Contando a história de um eletricista no começo do boom da AIDS nos Estados Unidos o título honesto não poderia ser mais óbvio: "Todo Mundo Tem AIDS" e "AIDS, AIDS, AIDS", ou seja, não espere a versão masculina de “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”.




"Trapaça" (American Hustle)

O título de "Trapaça" é provavelmente o mais honesto de todos: "Jennifer Lawrence". Por quê? Porque todo mundo está amando (até mesmo sem ter assistido) o filme só e somente só por causa de Katniss, ops, quero dizer Jennifer. "Perucas, bronzeados, peitos" e "'Eu... estou certo que isso foi... bom?' - Pessoas" completam a ironia do amor súbito pelo filme da nova queridinha da América. 




"Ela" (Her)

"Ela" conta a história futurista de um cara que se apaixona pelo sistema operacional do seu computador/smartphone. A storyline (vulgo subtítulo/slogan) do filme ficou "Se seu celular soar como a Scarlett Johansson, você provavelmente também tentará fazer sexo com ele", além do título, "Siri" (uma alfinetada ao sistema operacional do filme que é semelhante ao da Apple). 




"Gravidade" (Gravity)

"'Se certifique de que você veja em 3D!' - Todas as malditas pessoas" e "Não baixe por torrent. Não assista pelo seu celular" resumem completamente todos os comentários acerca de "Gravidade", que é um p*** filme, mas que teve muita gente que não gostou. 




"O Lobo de Wall Street" (The Wolf of Wall Street)

"O Lobo de Wall Street" é de longe o filme mais legal indicado ao Oscars (o filme tem sexo, drogas, Leo DiCaprio surtado e exatos QUINHENTOS E SESSENTA E NOVE "fuck"). O título original foi alterado para "Pornô Babaca", com a storyline "Seu colega de quarto vai amar o filme pelas razões erradas". É ou não sensacional esse filme? 





“Capitão Philips” (Captain Phillips)

“Capitão Phillips” é uma adaptação de A Captain’s Duty, livro escrito pelo Capitão Richard Phillips, que em 2009 teve seu barco sequestrado por piratas somalis. Com Tom Hanks como protagonista o título original foi trocado para “Hanks! Em uma aventura com piratas”. Quase título de filme da Sessão da Tarde ;) 


Concordo com Meryl Streep sobre a ausência de Emma Thompson no Oscars: injustiça!!! 


E aí gostou dos títulos #prontofalei dos indicados ao Oscars? Gostou dos indicados ou acha que faltou alguém? Já está participando de algum bolão? Aproveita os comentários e conta pra gente. Lembrando que a premiação acontecerá dia 2 de março (domingo de Carnaval!!) e você pode conferir no CC críticas de alguns dos indicados. 


- elilyan andrade

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM