buffy CCLivros

Você já conhece a Fantasia Urbana?

14.11.13Dana Martins


A resposta à pergunta do título: Claro que sim! Agora a verdadeira pergunta: Você realmente conhece a Fantasia Urbana?

Está rolando o concurso de contos O Outro Lado da Cidade e aí nós começamos a pensar e... O que é mesmo fantasia urbana? Ao ver essa dúvida repetir e repetir eu decidi fazer um SUPER post com o tema. Tanto para leitores que querem explorar mais a literatura (e estão ansiosos como eu para ver o resultado da coletânea!) quanto para quem quer escrever. Vem galera, porque há todo um outro lado da cidade que nos espera...

Fantasia Urbana é conhecida por mostrar o impacto na sociedade moderna causado por elementos da fantasia. Elfos carregam armas, bruxas usam microondas e ogros trabalham em fastfood. 

Definição geral: Fantasia na sua casa

A Fantasia Urbana (ou urban fantasy, em inglês) é um tipo de história derivada da Fantasia, que basicamente são elementos da fantasia agregados a um contexto urbano. Mas vamos devagar. Assim como acontece lá no caso do Steampunk, há várias derivações e abordagens que com o tempo transformaram esse subgênero em um monstro de características e um campo de batalha entre fãs xiitas e sunitas.


A definição mais generalizada é a de que a Fantasia Urbana é uma Fantasia Moderna/Contemporânea (às vezes chamam de modern fantasy). Ou seja, são basicamente elementos da fantasia clássica adaptados ao nosso cotidiano. Pense em Senhor dos Anéis hoje em dia. Voilà! Fantasia urbana. Então são aqueles elfos punks, um vampiro deus do rock ou um lobisomem hispter, escolha o seu preferido. 

De acordo com essa definição, livros como os de Percy Jackson e Harry Potter se encaixariam. Afinal, são histórias cheias de magia, mitologias fantásticas e que acontecem hoje em dia. Percy Jackson andando de táxi para cá e pra lá, ou quando visita uma loja de... colchões? Não lembro bem. Descobre que o melhor amigo é um sátiro. Em Harry Potter tem até um ônibus específico para bruxos.

Mas... esses dois não são muito aceitos como fantasia urbana. (mais o Harry do que o Percy)

Por que? Porque por mais que se passe atualmente, as duas histórias não focam na relação do nosso cotidiano vs. elementos sobrenaturais. O que nos leva à segunda definição de Fantasia Urbana.

Definição conceito: A fantasia metendo a colher na realidade

Curiosamente, uma fanart de O Nome do Vento explica bem a mistura.. (você vai entender no próximo tópico)

Em algumas fantasias urbanas, a cidade em si é um personagem.

Eu gosto do conceito de Fantasia Urbana, que é jogar tudo o que há de fantasia misturado com o urbano. A Fantasia Urbana é quase que um elemento da história. A Fantasia Clássica é muito marcada pela ambientação e, do mesmo modo, a Fantasia Urbana faz o ambiente ser importante para a história. Em 90% dos livros de Harry Potter ele está em Hogwarts ou qualquer buraco que não tem a ver com a nossa realidade. Tudo chega a lembrar mais de um ambiente de Senhor dos Anéis do que algo de hoje em dia. O mesmo serve para Percy Jackson, que se enfia no Acampamento Meio-Sangue e suas aventuras são para lugares estranhos. 

Repare na diferença disso para... Cidade dos Ossos. Onde um vampiro pode ser seu vizinho. Eles vão para boates. Caçadores de Sombras usam igrejas para guardar suas armas. Há motos enfeitiçadas ou sei lá o que para voar. (harry potter também ha ha ha...) Mas a maior parte da história da Clary é ela andando na cidade de um lado para outro e descobrindo coisas ali que ela nunca soube que existiam. Acho que um exemplo melhor seria até True Blood, onde existe um sangue sintético e os vampiros vivem entre os humanos. (só que eu não li/assisti para dizer ao certo)

Uma Definição simplista: Fantasia que acontece na cidade, ué!


E existe também uma versão simplista da Fantasia Urbana que é qualquer fantasia associada a uma cidade. Ou seja, uma história Steampunk na Era Vitoriana onde inventaram a máquina do tempo com mágica? Fantasia Urbana! Uma história na Idade Média em uma pequena cidade? Fantasia Urbana. Uma história em uma cidade de interior com bruxos? Dezesseis Luas! Quer dizer, Fantasia Urbana.

Nessa definição, quem entraria como Fantasia Urbana é a série Fronteiras do Universo, de A Bússola de Ouro. Que mesmo em universo paralelo e com toda a cara de fantasia padrão, acontece boa parte em uma cidade... Na verdade, até O Nome do Vento, do Patrick Rothfuss, seria Fantasia Urbana.

Um papo de Xiitas

O xiitas defendem mais Fantasia Urbana como tudo o que tem aquele estilo de Fantasia Urbana. Quando eu penso nisso, imagino uma garota de blusa vermelha e jaqueta preta no meio de uma rua à noite pronta para matar seja lá que demônio aparecer. Acho que algo no estilo de Buffy, a Caça-Vampiros e todas essas histórias recentes com um vampiro sexy sem blusa na capa (que também são romance paranormal, erm...). 

É, a Emma é o meu estereótipo de protagonista de fantasia urbana.
Algumas coisas que eu notei: Bastante mulheres protagonistas (sim!), vampiros e cia, cidades grandes e são história de YA para cima.

Qual é o resultado disso tudo?

Era uma vez uma menina normal e os amiguinhos, aí aparece um elemento sobrenatural inesperado....

Ela cai na luta

O vilão vence

Mas o cara sexy aparece...

Se transforma num ser sobrenatural e eles vencem o mal juntos!

Não dá para definir 100% como é uma história de Fantasia Urbana porque essas histórias misturam muitos e muitos elementos. Steampunk às vezes é ficção científica, Steampunk às vezes é fantasia. Fantasia Urbana às vezes é Steampunk. O que importa é tentar ver o que está se sobressaindo na história. Em Harry Potter definitivamente não é Fantasia Urbana o principal. Já Cidades dos Ossos, que é quase uma derivação de Harry Potter, é uma boa Fantasia Urbana. O Nome do Vento e A Bússola de Ouro são tantas coisas mais que a última coisa que eu pensaria é Fantasia Urbana. E Jogos Vorazes, que não é nem fantasia, passa longe de qualquer coisa disso, apesar de ter cidades.

Porém, no entanto, contudo... Existe uma essência de Fantasia Urbana. Se você for escrever algo desse estilo (já falei de O Outro Lado da Cidade?), pense na interseção entre a fantasia tradicional e uma cidade grande hoje em dia. Eu encontrei esse link ótimo que fala sobre Fantasy Urbana (em inglês), os elementos comuns, os tipos de história, as melhores e as fail. 


LISTA RÁPIDA DE FANTASIAS URBANAS AWESOME: 

Livros: Anita Blake, série Night Huntress, Cidade dos Ossos, Artemis Fowl, Good Omens, O Livro do Cemitério, Southern Vampires, Vampire Academy, Morganville, Ruas Estranhas (coletânea de contos organizada pelo George R R Martin), A Garota das Cicatrizes de Fogo (nacional)... 

Séries de TV: Supernatural, Lost Girl, Buffy, Teen Wolf, Being Human.

Trilhões de links de referência:

Essa é a Katniss bolada porque não pôde fazer parte do post de fantasia urbana
Essa é a Katniss tentando me matar porque eu julguei Jogos Vorazes
Esses são vocês tentando entender o que esses gifs têm a ver com o resto
-dana martins

TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tenho procurado por livros de fantasia urbana há algum tempo, obrigado pelas dicas!
    No cenário nacional eu destacaria os livros Ouro, Fogo e Mega-bytes do Felipe Castilho e o Exorcismos, Amores e Uma Dose de Blues.
    Elantris e Mistborn do Brandon Sanderson podem ser considerados fantasia urbana?

    ResponderExcluir
  3. Outros livros que não citaram mas são ótimos do gênero são "Deuses Americanos" e "Lugar Nenhum" do Neil Gaiman, "Golem e o Gênio" da Helene Wecker (premiadíssimo) e o nacional "Exorcismos, Amores e uma dose de Blues" do Eric Novello.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM