Apocalipse Z bbc

Vamos viajar para... o fim do mundo

8.7.13Dana Martins


Nesse mês as sextas temáticas vão homenagear as férias. Época em que a gente sempre pode viajar, seja de verdade ou através de livros, filmes, sérios, jogos ou imaginação. Pensando nisso, a cada sexta vamos ter um post com indicações para você viajar para um universo fictício. Hoje? Hoje é segunda, mas depois de sobreviver ao fim de semana eu estou aqui. Pegue as balas, suprimentos, faça os alongamentos necessários, porque... estamos indo para o fim do mundo!

Se você assistiu recentemente Guerra Mundial Z e sentiu o gostinho do potencial de uma boa história de sobrevivência, ou andou jogando The Last of Us ou, como eu, simplesmente adora uma ambiente survivor, esse post é para você! Hoje eu vou indicar histórias que envolvem o melhor de um survivor: Estar preso em algum cenário ruim (cidades destruídas, cidades abandonadas, ilhas, selvas, desertos...) e ter que enfrentar todo tipo de problema com poucos recursos para sobreviver. 

Eu queria fazer um post gigante, lindo, discutir o conceito de fim do mundo e a temática de sobrevivência, mas vamos direto ao ponto. 

O FIM DO MUNDO - E SOBREVIVÊNCIA - NOS LIVROS

A gente do CC combinou em ter um livro principal em cada tópico. MAS COMO ASSIM EU VOU INDICAR UM SÓ? E depois de pensar muito, muito... eu fico com Apocalipse Z (atenção: tirando os zumbis e o fim do mundo, não tem nada a ver com Guerra Mundial Z). Se você está se perguntando por que não conhece, é porque ainda somos massacrados pela cultura americana e a mídia tradicional (sim, a Globo!) e não damos atenção a um livro só porque ele é de um escritor espanhol. E sabe de uma coisa? Isso é um enorme diferencial na história.

Apocalipse Z tem o melhor de histórias de sobrevivência sem todo aquele estereótipo repetido americano, faz a história parecer mais sincera. Eu já indiquei aqui. E a trilogia fecha com mais dois livros, que apesar de não necessários, com certeza são uma boa leitura depois que você começa. O terceiro é lindo, vira mais uma distopia do que survivor, mas continua muito bom, se não melhor.

Como muita gente vai dizer que não gosta de zumbis, eu tenho uma segunda opção (quem disse que eu indicaria um só? ;x). O livro "O fim de todos nós" da Megan Crewe. Eu resenhei aqui já, com o título The Way We Fall. A Megan Crewe fez o excelente trabalho de criar uma história de zumbis sem zumbis. É simplesmente uma contaminação se espalhando na ilha e as pessoas morrendo. Uma parte interessante é que a doença causa uma desinibição e a pessoa quer te abraçar, falar com você, mas fazendo isso ela pode te contaminar. Então é o motivo que faltava para: se tranque em casa e não fale com ninguém. 

Outro ponto que você pode gostar nesse livro é a narração, que me lembrou um pouco "As Vantagens de Ser Invísivel", porque começa como o diário de uma garota muito tímida tentando ser mais sociável. E, vou te falar uma coisa, é difícil ser sociável quando todo mundo pode te contaminar.

Paulo, é esse que eu indico para você começar sua jornada de sobrevivência no fim do mundo. (:

Se você já leu esses dois, aqui outros títulos: "A Passagem", do Justin Cronin. "Sob o céu do Nunca", da Veronica Rossi. "Correr ou Morrer", do James Dashner. "Jogor Vorazes", da Suzanne Collins. 

VAMOS ARRUMAS AS MALAS E IR DE FILMES... E SÉRIES

Talvez você não tenha muito tempo e está querendo só aquela aventura de fim de semana. Eu vou indicar... Survivors. Uma série britânica pequenininha que foca no tema e é o remake de uma série década de 70. Eu ainda não assisti, mas acho que é legal indicar algo diferente. 

Porque a alternatica é The Walking Dead ou Arrow. Alguém ainda realmente precisa de indicação para esses dois?

Jesse Eisenberg, Woody Harrelson, Emma Stone, Abigail Breslin... preciso falar mais alguma coisa?
De filme... O Livro de Eli, A Estrada, Eu Sou a Lenda e Extermínio (28 Days Later). 

Mas o que eu vou indicar mesmo é... Zumbilândia (imagem). Simplesmente porque não é a escolha óbvia. É um filme bem acabado de apocalipse zumbi que conta a história de um grupo de sobreviventes aleatórios que acabam juntos por acaso e precisam lidar com as diferenças. O filme tem tudo aquilo de uma boa história de fim de mundo: cidades destruídas, ambientes vazios, o medo de algo acontecer, a busca por um lugar melhor, personagens interessantes... e ainda tem a comédia bem feita. A cena deles destruindo uma loja é épica e já vale a indicação.

ESSE NEGÓCIO DE PASSIVIDADE NÃO É COMIGO, QUERO COLOCAR AS MÃOS NA MASSA... ou seja, jogar

Agora a coisa fica animada porque sobrevivência e videogame são quase alma gêmea. Porque é o ponto de convergência onde eles podem criar uma boa história e algo legal para se jogar. Acho que quando se trata disso não há dúvidas de que o recente The Last of Us é a indicação certa. Sério, só de ver o jogo qualquer um que goste do fim do mundo se anima. Cidades destruídas com todo tipo de detalhe. E a história que envolve todos os clichês de survivor.


Tem bastante jogo que tenta explorar esse tema, nem todos são tão bons ou são antigos que não vale indicar. Jogos recentes que eu indicaria são Tomb Raider (Slogan: A Survivor Is Born) que é a melhor indicação para quem gosta da sobrevivência vista na série Arrow, a do Arqueiro Verde. O Far Cry 3 também está lindo, I Am Alive se encaixa totalmente (mas eu não gostei de jogar), Dead Island eu não se indicaria muito, nem o novo Dying Light, mas vale dar uma olhada.

Aliás, encerro o post aqui com o trailer sensacional de Dying Light que em 2 minutos resume uma boa história de sobrevivência. (e ainda vem com a trilha sonora de Woodkid!)


-dana martins

TAGS: , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM