8 bits achar objetos

4 jogos que provam que O Grande Gatsby é puro luxo e diversão

24.4.13João Pedro Gomes


Depois da nossa linda discussão de março no Charlie's Booklist, hoje, como recompensa, trouxemos um post pra todo mundo relaxar e se divertir. Enquanto eu pesquisava algumas coisas sobre O Grande Gatsby, achei jogos baseados no livro que me deixaram com os olhos brilhando. Então, como sou um bom menino, vim compartilhá-los com vocês. Prepara a junk food que hoje é dia de diversão \o/ 

JOGOS! YAY! Você pode até pensar que já está bem grandinho pra esses games online, mas esquece esse preconceito bobo que esses aqui valem a pena. Vamos mostrar quatro jogos que traduzem muito bem a história do livro de formas diferentes e originais. Vai por mim, pelo menos um vai agradar você.

1- Tiazinha bêbada na festa do Jay diz para o mordomo: “Ué... onde foi mesmo que eu deixei meu sapato?”

Digamos, meu jovem, que você é o mordomo e terá que procurar os objetos perdidos. "Ai, jogo de caçar objetos? Eu odeio desses!". É, eu também achava isso até conhecer "Classic Adventures: The Great Gatsby Game". A maior parte do jogo é procurar tralhas escondidas, sim, mas ele tem tantas outras coisas legais que isso fica bem suportável.

Primeiro, os cenários. São tão detalhados e fiéis ao livro que chega a ser surpreendente. Na verdade, foi exatamente o que me chamou a atenção a princípio. Só por demonstração, tente reconhecer essa cena do livro aqui embaixo – ignorando as coisinhas bizarras, como as uvas em cima do lustre. Se conseguir, você concorda com o que eu acabei de dizer. Se não (sorte a sua que não é jogo da memória!), calma que o jogo tem outras qualidades.

Só eu imaginei algo muito parecido com isso? 
Há algumas partes narradas pelo próprio Nick, com cenas introdutórias para o jogador se localizar na história. Os outros personagens, como a Daisy, a Jordan e o próprio Gatsby, também reproduzem algumas de suas falas mais marcantes. É como se você estivesse dentro do livro, vendo tudo aos olhos do Nick e vivendo as mesmas situações que ele. 

A trilha sonora também é muito boa. Embora as músicas sejam curtas e se repitam várias vezes no mesmo cenário (a menos que você seja um ninja do caça objetos), elas se encaixam muito bem dentro de cada situação, representando todo o clima de luxo e diversão do livro. Ou seja, tem tudo pra você gostar dele. 

Onde jogar?  É só clicar aqui. Você pode baixar a demo de uma hora do jogo (legalmente!) ou comprar a versão completa por $2,99. Infelizmente, ele só está disponível em inglês, mas não tem nada muito complicado de entender e há várias pistas que ajudam a passar as fases.

Como Jogar? O jogo funciona somente com o mouse. Aparece uma lista de objetos na parte inferior da tela, você os procura no cenário e clica neles quando encontrar. Simples assim. Quando tem algo diferente disso aparecem instruções na tela, tudo bem fácil de entender. 

2- Gatsby + 8 bits = você viciado e querendo desenterrar seu velho Nintendo

Se você prefere jogos mais tradicionais, no maior estilo Super Mario antigo, com certeza vai gostar dessa versão de The Great Gatsby em 8 bits. 

  
Olha só o que diz o autor do site sobre o jogo:

"Se alguém tiver mais informações sobre este jogo, por favor, me avise! Eu realmente não sei muito sobre ele. Encontrei em uma venda de quintal, comprei por 50 cents e fui para casa testá-lo. Depois de tirar o pó do meu NES por 20 minutos eu consegui fazer ele funcionar. Jesus, que estranho! Parece que encontrei um cartucho japonês inédito chamado "Doki Doki Toshokan: Gatsby no Monogatari", mas eu pesquisei e não achei nada sobre ele. O que sobrou do manual estava amarrado por um elástico ao cartucho:"



Acho que o texto é auto-explicativo, né? Mostra bem como essa relíquia apareceu por acaso, para nossa sorte e felicidade (obrigado, tio que fez a vendinha de quintal!). O jogo, por ser apenas uma demo, é bem curto. Ele tem só umas três ou quatro fases, o que é uma pena, já que é super viciante. Porque você não investiu nesse projeto, Nintendo? POR QUÊ? 

Não há muito o que falar dele, já que é um game relativamente simples que segue o padrão de outros do mesmo estilo. Só preciso comentar que ele traduz super bem o livro para sua plataforma: a trilha sonora ficou MUITO bem caracterizada (qualidade principal: não sair da sua cabeça) e as imagens com poucos pixels são uma forma muito interessante de ver as cenas e personagens. É um jogo marcante e de personalidade, tanto que foi criada até uma loja com roupas inspiradas nele (que são muito bonitas, aliás. Tem uma blusa ótima em azul marinho que - ).

Onde jogar?  O jogo é online, só clicar aqui, esperar carregar e ser feliz.

Como Jogar? Tem as instruções embaixo da telinha do jogo, mas, basicamente, é só se mover com as setas, pular com espaço e atirar o chapéu (!!!) com “z”.  

Bom dar uma relaxada depois de ler um livro tão cheio de informação e reflexão, né? Enxergar algo de perspectivas diferentes é sempre enriquecedor. 

E então alguns pensam: "ah, não sei se estou preparado pra ver uma obra assim, tão rica, de forma descontraída”. “Só jogos virtuais? Que coisa mais clichê”. “Não tem nada mais 'sóbrio' aí não?". 

É aí que entra a Michelle, também integrante da equipe do blog, que achou várias coisas interessantes. Tipo o jogo número...

3- Construindo o mundo de Gatsby. Literalmente.

De longe, a coisa mais awesome que ela encontrou foi o Banco Imobiliário inspirado em "O Grande Gatsby" \o/ Não tem tudo a ver com o livro?!?! 

   

   

Como ela disse, a execução desse projeto aí na foto pode ter sido meio falha (parece trabalhinho escolar, né?). Mas a ideia é boa, gente! Já pensou, comprar a mansão do Gatsby, o chalé do Nick (que, só pra constar, eu acho muito mais legal) e a plaquinha com os olhos do Dr. Eckleburg? Estou quase ligando meu modo artesão pra fazer um. Faz também e manda uma foto pra gente, leitor! (acho meio difícil, então espero que vocês me surpreendam).  

Onde jogar?  Na rua, na chuva, na fazenda... Onde você quiser. 

Como Jogar? Primeiro, você constrói o tabuleiro do jogo, a parte mais divertida da coisa. Só usar sua criatividade, dá pra transformar até as caixinhas de remédio da vó em mansão de luxo. Depois, faça as cédulas de dinheiro (pode imprimir que é mais fácil) e siga as regras do banco imobiliário tradicional, facilmente encontráveis na internet.

4- Curtindo Gatsby como as pessoas intelectuais fazem (ou não)

Pra finalizar, algo totalmente comum e desafiador: uma cruzadinha. É só imprimir, ou até abrir um editor de imagem qualquer, e começar a pensar. Pensar muito, porque o negócio é difícil. Juro que vou entender se você olhar na solução. Ou, se você preferir, tem vários quizes online como esse aqui. São mais simples e não menos divertidos, além de ajudar a relembrar os acontecimentos marcantes da obra. Teste seus conhecimentos! 

Onde jogar?  Como eu já disse ali, basta pegar a imagem aqui, imprimir ou fazer num editor de imagens mesmo. Dá pra fazer em qualquer lugar, vale até no banheiro. 

Como Jogar? Dispensa instruções, né? Só responder as perguntinhas nos locais certos até completar todos os espaços (:


Enfim... Minha intenção era mostrar como é importante ter experiências diferentes com a história de um livro sem ser através da leitura. Porém, como o post ficaria muito extenso se eu fosse falar tudo o que queria, decidi mostrar só a parte descontraída de O Grande Gatsby, pra fazer algo diferente dentro do Charlie's Booklist (o plano, na verdade, era fazer uma festa a la Jay Gatsby, mas a mansão do ConversaCult foi alugada pela Lady Gaga e decidimos deixar ela dar a festinha dela, coitada). Mas nós ainda faremos um post pra debater esse assunto, então já comecem a pensar sobre para que, quando a hora chegar, todos possam dar sua opinião.

Para os que ainda não foram hipnotizados pela musiquinha do jogo de Gatsby para NES e conseguiram ler até aqui, deixo uma mensagem especial: continuem acompanhando os posts do projeto! Não estamos nem na metade do ano e já saiu muita coisa boa dele, vocês não acham? Esperamos que tudo continue dando tão certo quanto agora.  

That’s all folks! E se preparem para os próximos posts sobre o livro de março... *suspense*

Abraços!

- João Pedro F. Gomes

http://conversacult.blogspot.com.br/2012/12/charlies-booklist-2013-as-vantagens-de.html


TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Muito, muito, muito bom o post João! Vou tentar nesse final de semana jogar algum dos joguinhos e já imprimi a cruzadinha para tentar resolvê-la quando for viajar no feriadão de maio.
    :D

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *