Ana Luíza Albacete Animação

Comentando o Oscar 2013: Animações

8.2.13Ana Luíza Albacete


Olá! Prontos para o segundo post do COMENTANDO O OSCAR com Ana Flickerman e Paulo Templesmith?

No post de hoje, eu e a Ana vamos comentar os indicados a melhor longa animado do Oscar 2013. São cinco indicados: “Valente”, “Detona Ralph”, “Frankenweenie”, “ParaNorman” e “Piratas Pirados!”.


>>>Valente – Disney/Pixar

“Brave”
Estreia (BR): 20/07/2012
Roteiro: Mark Andrews e Brenda Chapman
Direção: Mark Andrews e Brenda Chapman
Sinopse [x]
Resenha [x]

Paulo:
Quando fui assistir a “Valente”, minhas expectativas eram MUITO altas. Afinal, todas suas características faziam dele um bom filme: é da Pixar, a protagonista é uma menina que não aceita as regras impostas, tem magia e ainda se passa na Escócia. Porém, quando saí do cinema, fiquei meio decepcionado.

Não que o filme seja ruim, pelo contrário. A animação em si é perfeita, mas o que me incomodou foi a história, que achei fraca. Para mim, o roteiro estava perfeito até acontecer algo*. Até esse ponto, a história era muito diferente do que assistimos normalmente, mas depois disso entrou naquele formato habitual de “algo dá errado > tudo fica bonitinho no final”. Talvez eu tenha colocado expectativa demais no filme esperando algo muito original e por isso me decepcionei, mas “Valente” continua sendo uma história "diferente" dentro do formato "de sempre".
*SPOILER: até a mãe virar urso.

Apesar de tudo, a animação, como já disse, é perfeita. Acredito que nunca tenha visto um filme da Pixar, que sempre são de altíssima qualidade, tão bem feito como “Valente”. Um destaque principal para o cabelo da Merida, que dá até vontade de tocar (principalmente se você assistir em 3D. hahaha).

Ana Luíza: Quando eu fui assistir "Valente", eu meio que sabia que algo ia dar errado e que, apesar de tudo, o "felizes para sempre" iria reinar. Mas o que fez esse filme ser fantástico, na minha opinião, é que temos uma princesa e NENHUM príncipe. Ela não é salva por ele ou ela não precisa dele para resolver os próprios problemas (podem me chamar de feminista, mas eu achei essa ideia genial).

E apesar de tudo, a história faz sentido: como todo desenho da Disney/Pixar tenta dar uma lição de moral para quem assiste, principalmente as crianças. Por isso eu achei o roteiro muito bom. Quanto à animação em si, os produtores/diretores usaram técnicas nunca usadas em desenhos, coisas precisas que fariam com que o personagem ficasse o mais próximo do real possível. E isso realmente acontece... Um exemplo é o cabelo da Merida. Foi feito com tanto cuidado e precisão, que dá para acreditar que é real. Isso é fascinante, exatamente como o Paulo disse.

 
>>>Detona Ralph – Disney

“Wreck-it Ralph”
Estreia (BR): 04/01/2013
Roteiro: Rich Moore, Phil Johnston, Jim Reardon e Jennifer Lee
Direção: Rich Moore
Sinopse [x]
Resenha [x]

Paulo: 
“Detona Ralph” é outro filme que assisti com muita expectativa, mas que foram superadas. Enquanto “Valente” tem como ponto alto a qualidade da animação, “Detona Ralph” encanta pela história. Achei a animação bem comum, mas o roteiro é muito bom.

O protagonista é o Ralph, que é um personagem do jogo “Conserta Felix”, mas ele é sempre deixado de lado porque é o vilão. O filme mostra o conflito interno de Ralph e também o de Vanellope, que é um bug do jogo que ela participa.

O filme é recheado de referências aos vídeo-games e encanta tanto os que cresceram nesse mundo quanto os que não têm muita intimidade com os jogos, como eu. No universo de “Detona Ralph”, todos os vídeo-games (e seus personagens) de um fliperama se relacionam após o “expediente”, algo parecido com “Toy Story”.

“Detona Ralph” se tornou um dos meus filmes favoritos e eu poderia ficar aqui falando sobre ele durante horas. Obviamente, há uma mensagem por trás, como todo filme da Disney, mas é isso que o torna mais especial. Também é muito bacana ver que a Disney está se renovando e falando de temas diferentes (vídeo-games, nesse caso) e passando outros tipos de mensagem.

Ana Luíza: "Detona Ralph" me encantou pelo simples fato da Disney ter dado uma chance para um assusto que normalmente é muito polêmico: os vídeo-games. Enquanto a história rolava, eu reconhecia todos os jogos que um dia passaram na minha televisão ou na televisão dos meus primos. E isso foi fascinante.

O roteiro é muito bom, a ideia de dar vida aos jogos foi uma coisa que poderia ter dado errado, mas nas mãos de roteiristas certos, funcionou perfeitamente. Apesar de não ter recurso nenhum de imagem, "Detona Ralph" encanta pela história de Ralph e seu encontro com Venellope. Mas, nada que não encante tanto quanto "Valente", ao menos para mim.


>>> Frankenweenie – Disney

“Frankenweenie”
Estreia (BR): 02/11/2012
Roteiro: Tim Burton e John August
Direção: Tim Burton
Sinopse [x]
Resenha [x]

Paulo:
Quando o filme é do Tim Burton, ruim ele não pode ser*. O cara é fod* e suas animações são sempre fantásticas, “Frankenweenie” não podia ser diferente. O filme é baseado num curta de mesmo nome que o Tim Burton havia feito na década de 1980 e é uma espécie de releitura do clássico “Frankenstein”. A diferença é que o Victor de “Frankenweenie” é bem mais novo que o original e ele revive seu cachorro, Sparky.
*achei ”Dark Sahdows” bem fraco, mas vamos ignorar isso e--

Vi algumas pessoas dizendo que o filme é muito sombrio, que não é para criança e blábláblá. Bom, o filme não é uma animação estilo Discovery Kids (!), afinal, a história segue bem o estilo do Tim Burton, mas acho um exagero dizer que crianças não deveriam assistir. A maior parte dos filmes da Disney, por exemplo, tem cenas mais “sombrias” que “Frankenweenie”.

Como devem ter percebido, eu adorei o filme! Não é minha animação favorita nem nada do tipo, mas é bem divertido. A animação é bem feita e o fato de ser em preto e branco é muito importante para a história. Se fosse colorido, o clima de “Frankenweenie” seria outro e talvez nem tivesse a cara do Burton.

Ana Luíza: Depois da decepção de "Sombras da Noite", Tim Burton não me decepcionou nem um pouco em "Frankenweenie". Uma animação que não tem gênero, aliás, se fosse dar um gênero à esse filme seria "Tim Burton".

O filme é uma das melhores animações que eu já vi. Feita em stop motion, Burton teve a preocupação de fazer todos os detalhes em cada cena do longa (por exemplo: o óculos de um dos personagens tinha grau, as comidas na hora que a família de Victor vai jantar são perfeitas...).

A história de amor de Victor com seu cão não é de se jogar fora, afinal é um amor incondicional. Além disso, Burton não teve medo de seguir a regra do seu curta e manteve o filme em preto e branco, o que acabou dando um ar mais sombrio, mas não assustador (apesar de que, quando eu assisti algumas crianças ficaram chorando de medo). É um ótimo filme e que, sem dúvida eu sempre serei apaixonada.


>>>ParaNorman – Universal Pictures

“ParaNorman”
Estreia (BR): 07/09/2012
Roteiro: Chris Butler
Direção: Chris Butler e Sam Fell
Sinopse [x]

Paulo: “ParaNorman” é, para mim, o mais fraco entre os indicados. Achei o filme legalzinho, mas não passa disso. É só para distrair mesmo, está mais para filme da Sessão da Tarde ou algo do tipo.

A história do filme em si é legal, talvez o problema maior seja o roteiro mal desenvolvido. O filme é sobre o Norman, um menino que tem o dom de conversar com os mortos. Ele sempre foi tratado como estranho porque era constantemente visto falando “sozinho”, mas se torna muito útil quando é o único capaz de salvar a sua cidade de zumbis, bruxas e da maldição secular. A animação é em stop motion e bem feita. Olhando por esse lado, dá até para entender a indicação.


>>>Piratas Pirados! – Sony Pictures

“The Pirates! Band of Misfits”
Estreia (BR): 11/05/2012
Roteiro: Gideon Dafoe
Direção: Peter Lord e Jeff Newitt
Sinopse [x]

Paulo: “Piratas Pirados!” é o que mais me surpreendeu. Ele segue o mesmo estilo de animação de “Fuga da Galinhas” (também dirigido pelo Peter Lord) e achei que não fosse gostar porque não gosto do filme das galinhas. Mas, ei, é um filme de piratas, como não gostar?

O filme conta a história do Capitão Pirata e sua busca para ganhar o prêmio de Pirata do Ano. A história é muito divertida e o mais legal é que se passa em 1837 e alguns personagens importantes são personalidades históricas, como Charles Darwin e a Rainha Vitória. Há até uma participação da Jane Austen!

Assim como “Frankenweenie”, não é a melhor animação que eu assisti, mas é muito divertido.


>>>Opinião Final – Quem merece ganhar?

Paulo: Nos meus comentários sobre os filmes, deixei bem claro as minhas preferências. Acho improvável que “Piratas Pirados!”, “ParaNorman” e “Frankenweenie” ganhem o Oscar, acredito que a disputa é mais entre “Valente” e “Detona Ralph”. Entre os dois, fico em dúvida. Embora eu tenha minha preferência pessoal, os dois são muito bons, cada um da sua forma. Enfim, minha torcida acaba indo para “Detona Ralph”, embora seja mais provável que “Valente” ganhe.

Ana Luíza: Eu não assisti "ParaNorman" e nem "Piratas Pirados!", achei que seriam filmes bobinhos e que não precisavam ser indicados ao Oscar. Afinal, "A Origem dos Guardiões" é uma das melhores animações que eu vi e não foram nem citadas no Oscar. Enfim.... Discordo do Paulo em partes, acho que "Detona Ralph" não tem chance nenhuma, mas "Valente" tem grandes chances de ganhar pelas técnicas usadas no filme. Mas minha torcida é descaradamente para "Frankenweenie". Sou fã de Tim Burton e acho que esse filme é um dos melhores do ano sem dúvida!


Para qual animação você está torcendo? Comente! :D

-Paulo V. Santana e Ana Luíza

TAGS: , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Também estou na torcida por Frankeweenie, que na minha opinião, é a melhor animação do Tim Burton, (apesar de ainda achar o curta melhor). Valente e Detona Ralph são filmes excelentes, mas estava esperando mais de ambos. ParaNorman é legal, e Piratas Pirados foi o que achei mais fraco.

    ResponderExcluir
  2. Vamos por partes...
    Valente é visualmente impecável e, apesar do final com "moral da história", a trama ganhou pontos comigo por mostrar que uma princesa não precisa de príncipe para ser feliz.
    Eu estava com o pé atrás quanto a Detona Ralph, mas gostei. As referências aos games antigos valem o ingresso. A parte da Corrida Doce achei meio chata. O casal improvável formado pela Tenente Callhoum e pelo Conserta Félix é muito divertido!
    Frankenweenie foi a decepção do ano no quesito animação. A técnica é ótima, a história é comovente... mas achei que a ideia original do curta perdeu a força ao ser estendida. Além disso, a reciclagem de personagens de outros filmes também me desagradou.
    ParaNorman foi uma boa descoberta. Não dava nada pelo filme, mas adorei a forma como eles exploraram os filmes de monstros antigos para falar de problemas atuais da sociedade. E achei algumas cenas realmente assustadoras (como aquela em que o Norman enfrenta a bruxa no cemitério)
    Também gostei bastante de Piratas Pirados! Uma animação simples e despretensiosa, que apresenta várias referências literárias.

    Quem leva o Oscar: Valente
    Quem eu gostaria de ganhasse: ParaNorman
    Senti falta da indicação de: O Gato do Rabino

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu digo que penso exatamente como o Paulo, mas com uma resalva, não achei Valente um filme no formato de sempre, acho que Piratas pirados tem esse formato, Valente se perde no meio da história, ele promete muito no inicio e decepciona do meio pra frente. Amei Detona Ralph, é o melhor, tbm acho comparáve com Toy History, que pra mim é imbativel. Detona Ralph tbm se tornou uma das melhores animações que vi. É uma pena que pelo fato de Valente ser tão bem feito, deve ganhar, votarei nele no meu bolão, mas cho muito triste ter que fazer isso, no fim vou torcer pra ser surpreendida. Tbm gostei muito de frankWeenie, muito bom mesmo. Nem assisti ParaNorman, não faz meu tipo de filme, mas gostei um pouco tbm de Piratas Pirados, na média.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM