Amazon Harry Potter

Vida após Potter: J.K. Rowling escrevendo novo livro...

13.7.12Dana Martins


O 15 de julho chegando... a saudade batendo ainda mais forte... e o que a gente faz depois do fim de Harry Potter? Há o que fazer? Isso é o que nós vamos tentar descobrir ao longo desse mês aqui no blog com o Vida após Potter (se é que existe). Esse é o segundo dia e nós vamos falar do novo livro da J.K. Rowling, o "The Casual Vacancy". O que nós esperamos, se vai dar para suprir a falta de Hogwarts e informações para quem quer conferir o livro para adultos da autora. No nosso primeiro dia nós fizemos um resumo para quem quer saber o que os atores/diretores/roteiristas de Harry Potter estão fazendo agora. Não sei vocês, mas quando eu gosto muito viro stalker de ator para tentar continuar no mesmo universo. Tanto faz se a Emma Watson está fazendo uma garota americana aloka e paixão platônica do Percy Jackson, ou se o pai da Luna virou um dinossauro e luta contra o Homem-Aranha. Ainda é Harry Potter. <3

Todo mundo sabe que a nossa queridíssima J.K.Rowling, embora a série do Harry Potter tenha acabado, continua escrevendo compulsivamente (grazadeus). Depois de muito fuzuê com direito a suposições aleatórias acerca do que viria a ser seu novo livro, enfim foi divulgada o título The Casual Vacancy (A Vaga Acidental, em tradução livre, uma vez que ainda não tem tradução oficial*), que, apesar de a princípio não fazer qualquer referência a HP, muita gente ainda assim continuou achando (cegamente) que seria coisa dos Marotos.
*Na França, eles já traduziram. Ficou "Une place à prendre" - Um Lugar para Tomar.

Enfim, algum tempo depois, muita gente ficou triste com a liberação da sinopse, porque ela constata o que todo mundo já sabia: é uma história totalmente nova, sem qualquer indício de magia / fantasia / Hogwarts. Para você que ainda não conferiu, segue abaixo a sinopse completinha. Vale lembrar que a sinopse foi alterada uma vez, mas o que mudou foi apenas o sobrenome do protagonista que erraram ao colocar Fairweather em vez de Fairbrother.
 

"Quando Barry Fairbrother morre inesperadamente em seus quarenta anos, a pequena cidade de Pagford fica em choque.

 Pagford é, aparentemente, um edílio inglês, com mercado na praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, mas o que está por trás de uma bonita fachada é uma cidade em guerra. Ricos em pé de guerra com pobres, adolescentes em guerra com seus pais, mulheres contras seus maridos, professores em guerra com seus alunos... Pagford não é o que parece ser à primeira vista.

E o lugar vazio deixado por Barry no conselho-pároco logo se torna o catalisador para a maior guerra que a cidade está para viver. Quem triunfará em uma eleição cheia de paixão, duplicidade e revelações inesperadas?

Cômico, instigante, provocante e constantemente surpreendente, "The Casual Vacancy" é o primeiro romance de J.K. Rowling para adultos".


Depois de ler a sinopse, você fica meio: okay, o livro não é nada parecido com Harry Potter. Particularmente, eu já esperava que fosse algo bem diferente, até porque ela deu a entender várias vezes que seria uma coisa desse estilo. Uma literatura mais adulta, que provavelmente muita gente vai olhar com outros olhos, ou até com certo preconceito. Vocês conseguem imaginar a pressão que a J.K. está sofrendo? Para tentar superar o recorde (ou pelo menos igualar o sucesso) de Harry Potter? Bem, as editoras também estão sofrendo essa pressão.

As Editoras! Para quem não sabia, esse livro foi protagonista da maior batalha editorial de todos os tempos. Os grandes nomes do mercado como Rocco, Record, Cia. Das Letras, Leya, Novo Conceito, Intrínseca, entre outras, tiveram que fazer lances às cegas, sem ter qualquer informação a respeito do livro, para que conseguissem os direitos. Na época, nada tinha sido divulgado ainda, apenas que o livro era... bem, da J.K.Rowling. No final, depois de muito e muito suspense, a vitória ficou por conta da Nova Fronteira (selo da Ediouro), que, segundo os agentes responsáveis por vender os direitos do livro, tinha propostas "impressionantes". Quem fez a escolha foi a própria J.K., que teve que adiar a decisão devido a ótima qualidade dos projetos apresentados.

Isso tudo foi tão comentado que os fãs já estavam achando que alguma coisa do livro já havia sido liberada. Mas não. O nome J.K. na capa já é sinônimo de vendas, e todos sabemos disso. Dá pa entender porque rolou essa disputa. A maior prova é que, não importa se você gostou muito da sinopse ou não, se você é fã de HP, você vai comprar o livro. Eu sou uma dessas. Se não fosse da J.K., eu provavelmente veria esse livro na livraria, leria a sinopse, e... hm... Não me interessaria muito. Mas aí é que está: eu provavelmente vou querer um exemplar pra mim (e só pra mim) porque sou fã da Rowling. Mais do que isso, sou fã de Harry Potter. E convenhamos: tem muito fã de HP perdido por aí.

O lançamento oficial - e mundial - de "The Casual Vacancy" está previsto para 27 de setembro. A Saraiva já abriu pré-venda para os desesperados, então você pode garantir o seu exemplar clicando aqui. O preço, 69,90, é um roubo não é dos melhores, mas já sabemos que será algo por volta de 500 páginas, depende da língua e da edição que fizerem.

Se você lê em inglês, a situação melhora muito. Na Amazon sai por 20,93 dólares, uns 42 reais (mais frete). Ou no Book Depository (frete de graça) fica uns 50 reais. O melhor preço está na Amazon.co.uk, por 9,86 libras que dá uns 32 reais. Mais barato até do que o preço do ebook para Kindle, que vai ficar uns 40 reais (pelo menos não tem frete). A versão que está à venda é de capa dura (é sempre bom frisar, porque deve ser linda) da Little, Brown and Company, a nova casa editorial da J.K..

 
E a capa! Bem, isso aí é motivo de discussão e alarde até hoje. Teve gente que gostou, teve gente que achou um horror e teve gente (like me) que não gostou nem odiou. Veja bem, se você pensar por um certo ângulo, dá pra entender uma coisa: a capa não dá muitos indícios da história. Ela é meio minimalista, e o X da questão meio que faz referência à política, como uma disputa por voto ou algo do tipo. Ou seja: dá pra sentir a ponte com a sinopse. Mas, mesmo assim, acho que eles fizeram o máximo de esforço possível para que fosse algo simples - principalmente porque as capas de HP são absurdamente bem trabalhadas. Além disso, se não dessem muitas pistas, poderiam manter o suspense. A capa não é feia. Ela me fez lembrar algo como anos 80, e se você reparar, apenas informações esseciais são colocadas ali, justamente para ser capa modelo, universal, que atinge o maior número de editores e tudo mais. Nem o nome da Little, Brown and Company está presente (até porque só é necessário o nome da J.K. pra vender ), embora isso seja usual em muitas editoras estrangeiras.

E uma novidade! Depois de toda aquela fortuna que a Warner Bros faturou com os filmes, há boatos de que grandes produtoras estão de olho nesse novo livro. Quanto a isso, J.K. não confirmou nem negou nada, ela apenas disse que está escrevendo uma enciclopédia do mundo Potter cujos lucros serão integralmente convertidos para instituições de caridade. Sinceramente, até o livro ser lançado e termos certeza quanto ao conteúdo, não acredito muito nessa história de adaptação. Até porque, quando você fala de livro da J.K, espera-se que a trama seja bem amarrada. E isso não é sinônimo de *filmável*. Existe muito livro por aí que não seria fácil de adaptar, principalmente porque não são... visuais. Quando você fala de cinema, precisa levar em consideração que as pessoas pagam para *ver*.

>>>As Opiniões do Resto da Equipe do CC:

- Paulo:
As minhas expectativas para o livro são baixas, bem baixas. A história não faz muito o meu estilo e eu não acho que vou gostar do que a J.K. fez com ela. É que, para falar a verdade, eu gosto de "Harry Potter" muito mais pela magia desse universo e por causa do fandom e não pelos livros serem muito bem escritos ou algo assim - até porque, conhevenhamos, a Rowling não é uma das autoras que mais vendem livros por ser escrever maravilhosamente bem.

- Dana:
Sinceramente? Não faço muito ideia do que esperar. Na verdade, eu nem espero tanto assim. Pela sinopse eu provavelmente nem leria o livro se não fosse dela, mas com certeza vou querer ver no que isso vai dar. Parece que é a maior intriga e a J.K. Rowling já mostrou que sabe criar umas boas surpresas. Enquanto isso, a eterna esperança de mais um livro do universo de Harry Potter...

- Ana:
Acho que ela sempre será lembrada por "Harry Potter" e todos os livros que ela escrever serão comparados a saga do bruxinho mais querido do mundo. Eu acabei me interessando por este novo livro pela sinopse, mas não vou negar que eu leria de qualquer jeito por ser da J.K e por saber que ela é uma boa escritora e que a história pode render algo muito bom.

E você? O que espera do livro? Conte para a gente!

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

11 comentários

  1. Olha, cada vez que saem novas informações sobre esse livro, eu me desânimo mais e mais, rs. Eu sou fã de HP, mas corre o risco de eu nem lê-lo... A história parece ser zzzzzzzzzzzzzzz, e, a não ser que tenha um final muito surpreendente (as reviews estão ai pra falar se tem, mas sem dizer o que é né? hahaha), passarei ele de boa.

    Sobre a pressão desse livro se igualar ao sucesso de HP: nunca, mas NUNCA esse livro conseguirá chegar a, sei lá, 1/10 do que HP conseguiu. primeiro - esse é o follow-up da série, e geralmente livros assim não tem um desempenho uoooow (é só pegar os 'primeiros' livros de outros autores depois do fim de suas grandes séries). segundo - o livro não tem apelo tween/young adult. meaning: só adultos (e fãs loucos, que veremos o quão significativos são na hora das vendas) se interessarão por esse livro. e por ser da J.K., muitos farão vista grossa só ao ver o nome dela na capa, mesmo que a sinopse os atraia (pensarão que é uma 'besteira' como HP é [para eles, é claro, hahaha]). ou seja, acho que tanto a editora quanto a autora já vão lançar o livro sem expectativa nesse nível tão alto.

    E sobre se tornar um filme, discordo sobre o artigo daqui: acho que com certeza adaptarão pras telonas. se o livro for sucesso ou apenas ok, os maiores estúdios ainda irão querer adaptá-los por ter tido um buzz enorme. se for um fracasso, pode ser que um estúdio independente compre os direitos ou ainda seja feito um filme pra TV. mais uma coisa é certa: uma adaptação audio-visual será feita, hahahaha!

    Só pra deixar constatado: sinto uma vibe-flop ENORME nesse livro. seja em vendas ou reviews sobre ele, tudo me cheira e fracasso dos grandes, NÃO SEI PORQUÊ. mas espero estar errado, xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pedro! Confesso que ri com o seu vibe-flop. Muitas gente acha que esse livro não vai a lugar nenhum mesmo. Conversei com algumas pessoas e a maioria só vai ler porque é da J.K.
      Quanto ao filme, preciso concordar com tudo o que vc falou a respeito de ter adaptação. Mesmo se for um fracasso - o que de certo medo não é muito fácil de acontecer, já que muita gente vai comprar o livro - mesmo assim eles devem adaptar. O jeito é esperar né. XD

      beijão!

      Excluir
  2. Ah gente, também não sei o que esperar do livro... ele com certeza será muito diferente e menos "famoso" do que Harry Potter, embora seja impossível negar que a sinopse cause uma leve intriga. Acho que deve ser um daqueles livros que professores de Língua Portuguesa e Literatura gostam de trabalhar com a classe: uma história não tão mágica e imaginativa, mas com uma trama no mínimo interessante e mais próxima da realidade (foi a sensação que me deu com a sinopse... quem sabe, daqui alguns anos, o governo até distribua para as escolas públicas? Depois de enviarem "A menina que roubava livros" pra cá, não duvido nada que isso aconteça).
    Sobre a capa, acho que ela pode até parecer horrível para alguns (confesso que me decepcionei um pouco quando vi), mas ela deve ter um grande significado depois de se ler a história. Eu não esperaria menos de J.K. Rowling.
    Enfim, mesmo que não supere Harry Potter, espero que "The Casual Vacancy" seja bom o suficiente e que, de um modo ou de outro, o livro tenha lá sua "magia" para nós, fãs da autora.
    Abraços o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, João! Ri muito com a coisa dos professores. Talvez eles levantem discussões sobre os diferentes livros de J.K.: características que há em um estilo, mas não há no outro. Se for assim, acho que talvez a gente consiga ver algumas coisas em The Casual Vacancy que superam HP - embora muita gente talvez discorde...
      Tenho certeza de que o livro vai ter a magia - mesmo que não a mesma de HP - para todos os fãs. Não mais forte ou mais fraca, mas só uma magia diferente *---*
      E obrigada por comentar!

      Beijão!

      Excluir
  3. Não estou nem um pouco animada com esse novo livro. Não gostei muito da capa e nem da sinopse. E Barry? Sério J.K???? Quanto tanto nome nesse mundo você escolhe um parecido com Harry?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. UHSUAHHUSUAHUHSA, Barry é primo de sexto grau do Harry, foi de onde o pai dele tirou o nome -nn.
      Mas eu também tinha reparado nisso. Talvez ela goste de todas as variações do nome. Vai saber... Imagina quantos personagens com a letra H vão aparecer em The Casual Vacancy. Porque se for seguir essa coisa de HP, sabe como é.. Já começou com Barry, a gente pode imaginar mil coisas...
      Quatro frentes de poder aparecendo no livro(que seriam as 4 casas) -parei.

      Beijão!

      Excluir
  4. É uma tarefa das mais árduas lançar um livro depois de Harry Potter.
    Ela o terá sempre na sombra, mas é preciso dar crédito a J.K.
    Afinal, ela já nos surpreendeu uma vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo está esperando pelas surpresas. Alguma coisa me diz que a história não se resume à sinopse. Tem alguma coisa...
      Bem, vamos ter que esperar. Quem sabe ela realmente não nos surpreende?

      Beijão!

      Excluir
  5. Fiquei decepcionada quando vi a capa e quando li a sinopse. Sinceramente, não entendi muito bem qual é a desse livro, mas não daquela maneira intrigante e curiosa, só estou confusa mesmo. Provavelmente vou ler, afinal é J.K. e eu sou totalmente pottermaniaca, mas... ainda espero um livro do universo Harry Potter <33

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Raíssa!

      A J.K. disse que estava escrevendo uma enciclopédia do mundo Potter. Mesmo que The Casual Vacancy não seja bom - eu ainda tenho minhas dúvidas, porque acho que vai ser ótimo, justamente porque não parece - a gente ainda pode ter a enciclopédia de consolo. :))

      Beijão!

      Excluir
  6. Bem... Se repararmos de um angulo mais real, o novo livro fala de uma cidade onde se retrata tudo que acontece no mundo atual. É tipo um apocalipse mundial reduzido numa cidade.
    Creio que lerei o livro não só porque ela é a JK Rowling, mas sim pelo estilo de escrita dela, que por si só parece interagir com o leitor. Nós começamos a descobrir a história de acordo com que o personagem também vai descobrindo, e isso é algo impagável para um leitor crítico.
    Não espero nada parecido com Harry Potter, pois tenho certeza que ela ja desencanou do fator magia. E convenhamos "O mundo não é feito apenas de magia". Espero, sim, um desenvolver de um suspense sem descrições onde nos levará para um novo mundo o qual entraremos de cabeça.
    Não o comparemos com Harry Potter. Harry é Harry. Se findou. Já era. Bye Bye. Vamos para de lamentar e viver um novo mundo que ela nos proporcionará.
    Abraços a todos!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *