CCdiscussão CCSociedade

Pessoas com medo são agressivas

21.12.17João Paulo Albuquerque


Eu vi um vídeo há um tempo que falava sobre como pessoas com medo são agressivas e ce é loko, faz muito sentido!
Analisa comigo: a mudança de qualquer coisa nos deixa com aquele sentimento de medo - mesmo que a gente negue - não é mesmo? Então... isso é o que está acontecendo com a nossa sociedade. 

Héteros (homens cis) - medo de serem tratados da maneira como tratam as mulheres (em outras situações eles não são bem resolvidos com suas sexualidades, então mais um motivo);

Brancos - medo de reconhecer seus privilégios e como continuam perpetuando isso (um exemplo? Negligenciarem o que Taís Araújo disse sobre o racismo que o filho sofre, mas quando pais brancos vão à justiça todo mundo começa a acreditar no racismo), além de um bando de coisa (como a perpetuação de uma beleza eurocêntrica).

Cisgêneros - medo de reconhecer que a ideologia de gênero (exemplificando = homens não choram, não podem usar rosa, tem que ser macho/ meninas tem que ser femininas, usar vestido e cozinhar) deles mata gente. Essa imposição de gênero baseado na genitália também, inclusive mutila milhares.

Monoteístas - medo de enfrentar a realidade de que seus instrumentos de pregação, de leitura e credibilidade talvez não seja tão confiáveis quanto parecem e que a humanidade está evoluindo, por mais que muitos não queiram.

Homens cis (em sua maioria hétero) - medo de começar a serem culpabilizados e punidos pelas merdas que sempre fizeram. Principalmente em relação à objetificação das mulheres, imposição de um modelo de "corpo perfeito", assédio, estupro...


Então junta tudo isso, mais o preconceito, BUM! A realidade bateu na porta, e por que bateu na porta? Simples, esse medo deles é porque as pessoas estão começando a falar, botando a boca no trombone, saindo na rua pra reclamar contra essas coisas, desvendando coisas que antes não sabíamos/não tínhamos coragem de nos posicionarmos.

E quando a realidade bate na porta, temos desvendadas as altas taxas de feminicídios, LGBTQfobia (com relação à morte e agressão), racismo escancarado na internet e fora dela (além de brutalidade policial e pouquíssimas oportunidades de emprego), gente berrando em nome de Deus e travando guerra no nome Dele como se fosse a coisa certa a ser feita sem respeitar o próximo, taxas de estupro altíssimas, etc... que todo mundo tenta esconder.

O problema é que nisso tudo existe um sentido, há um sentido o cagaço deles. E saber disso (como a Bells me ajudou a estabelecer) nos ajuda a enxergar o que precisa ser feito para mudar, e que esse medo não justifica o comportamento deles, na verdade, só nos faz ver como é essencial que as coisas mudem, que haja conhecimento. E ainda bem que tem a internet, mas só isso não faz o mundo rodar.

O medo costuma ser um artificio usado para justificar a agressividade dessas pessoas, como se "tudo bem, elas estão com medo então elas são agressivas", o medo não pode ser uma justificativa, porque nada justifica o preconceito e ódio (consequentemente, matando milhares).

Eu também tenho medo, medo de ser morto na rua. Então não me venha com essa desculpa de "estar com medo" como uma justificativa pra ser agressivo, porque esse seu ódio e obsessão por manter o poder dessa nossa sociedade antiquada é mais uma prova de que você pertence à algum desses grupos. Então esse seu medo deriva de você saber que fez merda e que não pode ficar dessa maneira.

Acorda mundo.

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM