CCdiário CCLivros

Hoje vai ser Diferente, de Maria Semple, me arrancou gargalhadas

13.12.17João Paulo Albuquerque


Fazia muito tempo que eu não lia um livro que me fizesse rir sem me preocupar, ou que só me fizesse tirar a mente do nosso mundo. E Hoje Vai Ser Diferente conseguiu essa proeza. Clica no ver mais pra você saber mais sobre esse livro fantástico!
Antes de tudo, queria colocar a sinopse:


"Eleanor Flood sabe que sua vida está uma bagunça. Mas hoje vai ser diferente. Hoje ela vai tomar banho e vestir roupas decentes. Vai à aula de ioga depois de deixar seu filho Timby na escola. Vai almoçar com uma velha amiga. Não vai suar. Vai transar com o marido Joe. Mas antes que possa colocar seu humilde plano em ação… a vida a surpreende e ela é forçada a abandonar suas humildes ambições e acordar para um novo e inesperado futuro.

Hoje Timby decidiu fingir que está doente para passar algum tempo na companhia da mãe. Também é o dia em que o cirurgião Joe decidiu avisar à sua recepcionista — e não à sua esposa — que está de férias. E quando parece que as coisas não podem mais dar errado, um antigo colega de trabalho de Eleanor desenterra uma relíquia do passado: páginas que contam um dos segredos mais bem guardados de Eleanor.

De autoria da maravilhosa e premiada Maria Semple, Hoje vai ser diferente é uma história hilária e otimista sobre uma mulher que acorda determinada a ser a melhor versão de si mesma."





Já começo dizendo que esse livro trouxe algo incrível para mim: uma personagem que me descreveu em quase todas as situações, com um humor ácido e sarcástico. E eu amei me ver em um personagem, até mesmo porque - apesar dos momentos de negação dela (o que faz parte da narrativa e me fez rir demais) - ela é gorda.

Não leva nem uma página sem que ela te faça rir, Eleanor tem o mesmo ponto de vista sarcástico que eu, a diferença é que ela tira mais sarro dos outros do que eu costumo fazer na rua, o que me fez lembrar do meu melhor amigo. E ela cita muitas vezes Identidade de Gênero e como não entende e apesar de já ter tentado desistiu. É legal ver a honestidade de um personagem. Ela não sabe e pronto. O que importa é o respeito.

E muitas vezes ela fala sobre Identidade quando está falando sobre o filho, que é UM AMOR E SUPER QUERO ELE COMO FILHO OBRIGADO, e ela desconfia que ele possa não ser o que a sociedade espera. E como ela é mãe, vemos as coisas por uma visão de como é ser tal e como eles reagem com essas coisas.

O que me encantou demais foi o tempo que o livro se passa. Um dia. Um dia inteiro sendo narrado em mais de 300 páginas. E apesar de ter a linha de chegada, há muito para acontecer até chegar lá. E é super engraçado como ela lida com a desconfiança sobre o marido (enquanto seu passado está voltando e puxando seu pé, forçando-a a lidar com o que tentou esquecer), que está de férias, mas a esposa não sabe e simplesmente deu chá de sumiço, fazendo-a procurar ele.

Ela faz algo que é impossível não fazermos: se tem algo errado, a gente vai até o fim pra saber, mesmo que seja algo que não iremos gostar. Ela é humana, não uma personagem que parece uma ilusão. Ela erra, sabe disso, continua errando e se redime.

Claro que tudo que ela desejava caiu por terra e ela aprende a mandar tudo se danar e lidar com a confusão que deu.

Uma história divertida, hilária, que trata sobre família e muito mais. Então não perde seu tempo e corre para comprar esse livro!



Ficha técnica:

Autora: Maria Semple
Editora: Intrínseca

Faixa de preço: 29-30 R$

Onde comprar: Saraiva, Submarino e Amazon.

Nota:




Obrigado Intrínseca por ceder esse livro pra gente <3



TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM