CCAnálise CCCultura

REVIEW: Johnny Hooker no Circo Voador lançando ''Coração''

25.9.17Valentino Martins


Seu último álbum, Coração, foi lançado! E nada melhor, cá pra nós, que estrear em pleno Circo Voador. Nós fomos lá viver esse momento com esse pernambucano top pra compartilhar com vocês, clica aí pra saber mais

Esse CD tem 11 faixas e ainda tem a luxuosa participação de Liniker e Gaby Amarantos - os quais infelizmente não estavam no show. O novo disco não está tão ácido como "Eu Vou Fazer Uma Macumba pra Te Acordar, Maldito!", claro, é Johnny, então sua canções sempre estão espinhosas, mas seja como for, parece mais brando.

A sonoridade foi ampliada, onde até então conhecíamos os famigerados brega e o rock "glamour", encontramos o leve sambra carioca em "Eu Não Sou Seu Lixo" e "Caetano Veloso". Temos aquela quebra com o frevo bahiano, "Escandalizar" veio quase como uma continuação de "Desbunde Geral". E também, à luz da curiosidade uma das canções, "Poeira de Estrelas", é um tributo a David Bowie.


Vamos ao show. A casa abriu às 22h, era pra começar entre 23h-00h e, como das últimas vezes, o show começou por cerca de 01h. Johnny entrou com a música de intro do álbum, "Touro", onde maioria dos fãs já emendou com um alto coral. 

Johnny cantou todas as 11 faixas e dois dos seus principais hits, "Volta" e "Alma Sebosa". Sua apresentação conteve três diferentes looks, assim como três diferentes partes.

A primeira parte, começou brilhoso e cantando músicas animadas, andando de uma lado pro outro do palco. Esquentando o público. Ao passar pra próxima parte, o telão passou diversas imagens das Drags de Rupaul's Drag's Race enquanto a banda tocava.


O segundo segmento do show, veio mais simples. Mais nú e, em um momento mais íntimo, cantou sentado numa mesa enquanto vociferava suas canções e histórias. 


Por terceira parte, temos a volta o brilho e a euforia. Cantou "Escandalizar" pra fechar a noite colocando todos pra cima, como é comum do cantor.


Particularmente, gosto dos shows do Johnny. A voz dele é excelente, a banda é fenomenal e, em sentido de qualidade musical não há reclamações. Porém, ainda que muito bom, senti uma caída no show em comparação ao último. Parece que algo está faltando. Sabe quando lemos aquela história, ela é fantástica, mas acaba com a sensação de que faltou o clímax? Senti isso no show. 

Mas é isso aí. O novo CD ficou legal e, bem, Johnny é Johnny. Vamos esperar pelos próximos passos desse pernambucano e esperar que não caia no comodismo.

TAGS: , , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM