CCFilmes Dana Martins

Falando Abertamente: ME DEIXA SURTAR COM POWER RANGERS UM POUCO

1.4.17Dana Martins


Eu esperava que em pleno 2017 eu ia estar aqui falando de Power Rangers? Jamais. E o mais inesperado? Talvez essa seja a minha coisa preferida no cinema em muito tempo. Deixa eu contar como isso aconteceu.

obs: A ideia era fazer uma resenha, mas eu saí contando A História da Vida e é mais uma aventura de assistir Power Rangers do que uma resenha propriamente dita. (sem spoilers)

Primeiro, eu não esperava ir assistir Power Rangers, principalmente porque nunca foi anunciado como um filmão da porra produzido por um estúdio grande. Parecia que ia ser uma coisa caseira mal feita igual a gente escuta desses filmes de Mortal Kombat por aí (chegou a sair algum dia???). Eu só sei que os boatos pela internet nunca me chamaram atenção como algo sério.

Mas é Power Rangers.

POWER RANGERS.

Deixa eu explicar o que é Power Rangers: há uns 20 anos passava uma série na TV dessas bem trash tipo essas de super-herói que passam no canal da Disney. SÓ QUE ERA MUITO FAMOSA. Pelo menos parecia pra mim aos 4 anos de idade. 

Pra ter ideia, uma das minhas memórias mais antigas na vida envolve Power Rangers: eu no corredor entre os apartamentos com meu amiguinho Bruno jogando um troço que parecia um peão. PERA, FUI PROCURAR NO GOOGLE E ACHEI:



Eu tava mesmo querendo saber que diabos era isso. Eu amava isso. Você colocava o peão nesse trocinho, apertava e quando abria saía girando. 

Quando eu ganhei isso eu devia ter uns TRÊS ANOS DE IDADE. Eu sei disso porque eu me mudei com 4, então só pode ter sido antes.

Então não adianta, meu berço foi a base mamadeira e Power Rangers. 

Tinha um monte de bonecos, tinha os robôs (zords) também. Eu fiz uma festa de aniversário (6 anos?) em que eu me vesti de Power Ranger rosa. Eu brincava com os meus amigos de quem era quem nos Power Rangers. ATÉ NO MEU PRIMEIRO VIDEOGAME (MEGADRIVE) EU TINHA UMA FITA COM UM JOGUINHO DE POWER RANGERS, EU LEMBRO EXATAMENTE DO JOGO. E, claro, assistia a série.

Isso foi por anos, até quando a febre passou (ou a série acabou???), eu ainda tinha lá os bonecos pra brincar, então eles foram grande parte da minha infância.


EU TINHA TODOS ELES UNS DOS MEUS BRINQUEDOS PREFERIDOS TEM NOÇÃOOOOOOO



ESSES DIAS FOI MEU ANIVERSÁRIO AÍ EU TAVA NO SHOPPING E VI UM GAROTINHO COM UM BRINQUEDO DO ZORD DA AMARELO NA MÃO E EU FIQUEI LOUCA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH




Aí vida que toca, Power Rangers é só uma distante lembrança, um meme engraçado no twitter. E sai o trailer do filme. Vou pelo menos ver, né?

E foi uma merda.

Efeito meio ruim, mas pior ainda. Focado na rosa e no vermelho, com aquele típico romancezinho, enquanto os outros - a garota latina, o garoto chinês e o garoto negro, são só fundo. O típico de "vou incluir diversidade mas focar só na gente branca". 

Então soma uma história clichê sem qualidade + babaquice de representatividade = 



Só que desse ponto até o filme lançar, aconteceram outras coisas. A primeira foi eu ver que a Naomi Scott, atriz que faz a Power Ranger Rosa, foi uma das atrizes que quase ficou com o papel de Rey em Star Wars:


Engraçado é que eu nem reconheci ela na foto (é a última da direita embaixo na foto 1), eu só falei WOW QUEM É ESSA GAROTA ELA PARECE PERFEITA e fui pesquisar pra ver o que ela tinha feito e: Power Rangers.

GENTE??? ELA NÃO É BRANCA? (não lá pra fora, ela é filha de uma indiana) 

Aí eu fiquei meio que querendo ver filme com ela. 

Mas até aí, ok. Só que aí começou a bater uma vontade de ver um tempo depois. Sei lá, grupo de adolescentes sendo super-heróis já é algo que me atrai normalmente. Junta com robôs gigantes e tal. Tipo, sério, vamos parar pra pensar por um momento.

ROBÔS GIGANTES


Deixa eu repetir se não ficou claro:

ROBÔS GIGANTES

Tipo, eu sei que tem Transformers e Pacific Rim aí. Jogador Número 1 também deve chegar com uns. Mas gente... adolescentes... usando robôs gigantes... e eu nem lembrava que envolvia alienígenas e dinossauros.

Por que não tentar?

E mais: o filme é contado no estilo YA. Se você ignora toda a parte extraordinária, é tipo um livro do John Green ou um filme tipo Clube dos Cinco (The Breakfast Club), que provavelmente inspirou mesmo Power Rangers.

Eu gosto muito de YA, eu gosto como YA mistura extraordinário e normal, eu sinto falta disso. E eu tava sentindo falta de ler uma história nesse estilo que não fosse a mesma coisa de sempre Garota conhece Garoto [Insira Algo Sobrenatural ou Scifi aqui] e provavelmente triângulo amoroso e blablabla. Mas acabou que encontrei isso em Power Rangers.

E babados finais, que acabou me levando pra o filme de uma vez:

SAI NOTÍCIA DE QUE IA TER UMA PERSONAGEM LGBT+.

E QUE UM DOS POWER RANGERS IA MORRER.

Eu:



Primeiro, eu me dei conta de que a atriz que faz a Ranger Amarelo (que é a LGBT+), é a Becky G. Conheço ela faz aaaaaaaaaaanos como cantora, tava esperando ela lançar um CD pra eu poder conhecer melhor, mas aí acabou sendo ela em Power Rangers.

Só que esse babado da personagem LGBT+ rendeu. O meu post sobre não querer que ela morresse no filme rendeu mais de 20.000 notes no tumblr, e eu comecei a receber um monte de mensagem falando de Power Rangers. HUAHUAHUAHA Não tinha nem a opção de esquecer que o filme existia.

Pra completar, uma semana antes saiu a notícia de que a personagem LGBT+ era propaganda falsa. 

Então, tipo...???



Só sei que QUERIA CORRER PRA O CINEMA E VER LOGO QUE DIABOS TAVA ACONTECENDO NESSE FILME. Só que ainda não tinha lançado.

Então quando chegou a semana de lançamento eu tava tão ansiosa que 1) enchi o saco do meu irmão pra ir ver comigo (ele não quis) 2) comprei meu ingresso antecipado. ACORDEI COM DESPERTADOR E FUI CORRENDO VER SOZINHA. Isso parece grande coisa, mas não quando você tem depressão e tal. Sair de casa é um esforço titânico. Pra ver Power Rangers não foi.

E eu tava morrendo de medo de ser uma merda, tentando conter a ansiedade e me preparando pra merda. Realmente achei que eles iam fazer uma representatividade babaca. 

Felizmente, eu tava errada. 

Cortei todo o trecho daqui que falava sobre O que tornou Power Rangers especial pra mim, que eu transformei em um post separado.



Mas enfim, foi bom assistir o filme. Eles conseguiram criar um drama bom com certas coisas. Eles conseguiram balancear bem todos os elementos - sabe, dinossauros, alienígenas, super-poderes, drama high-school, bruxos, robôs gigantes (sim, isso tudo). A escrita da história é esperta o bastante em alguns detalhes. Alguns dos momentos de ação são daqueles de levantar da cadeira e YEAAAAAAAAAAAAAH.

GO GO POWER RANGERS!!!!!!!!!!!!!

ESSA CENA EMBAIXO DA ÁGUA COM AS CORES DAVA PRA FAZER LINDOO
LINDOOO
mas não foi

Só que tem muita coisa trash também. Os efeitos não são tão bons. A qualidade do filme é meio meh. Tem umas cenas que seria muito, muito bonitas, mas eles não trabalharam isso direito. Sabe, tu pega um gif de Liga da Justiça, ou Esquadrão Suicida, ou filme da Marvel e você fica: WOW QUE FILMÃO DA PORRA. Em Power Rangers é meio assim:



A vilã Rita Repulsa tadinha, foi a coisa mais horrível. Eu não sei se eles queriam fazer algo trash/engraçado, ou algo de terror, só sei que dava vergonha alheia na maior parte e, mesmo no fim, não é um oponente bom. Só tem literalmente uma cena boa dela (que é muito boa HUAHUAH). 

Pensando agora, eu acho que não é um filme sobre enfrentar um vilão ou resolver um problema pra salvar o mundo. É um filme sobre esse grupo de jovens, que estão ferrados por situações diversas (a maioria deles se encontra na detenção, pra dar uma ideia), mas aí encontram umas pedras que dão super-poderes e precisam assumir essa responsabilidade. Por que? Porque eles foram escolhidos. Porque se eles não fizerem literalmente a humanidade vai acabar. 

----------------------SPOILER-----------------------------
NÃO LEIA ISSO SE VOCÊ NÃO ASSISTIU O FILME
E acho interessante quando o plano do Zordon de usar a força deles morfarem pra poder retornar, porque isso quebra aquilo de "você é o escolhido". Tu até foi escolhido, mas se tu for incompetente vlw, flw, posso te trocar por outro. Ou seja, no fim do dia, eles não se tornam Power Rangers porque uma pedra mágica disse, mas porque eles escolheram ser e isso é muito mais poderoso. Acho que isso dava pra ter sido uma virada grande ZORDON QUER SÓ USAR VOCÊS, até que foi legal, mas perdeu o peso no meio das outras questões e dá até pra passar despercebido.
----------------------SPOILER-----------------------------

Então eu acho que os grandes momentos do filme, envolvem menos a ação, e mais eles assumindo a responsabilidade de ser Power Rangers. A ação soa mais como uma demonstração de como eles fazem isso. As lutas são ridículas, o que torna legal é ver "pela primeira vez" eles lutando. 

E se você assistia a série, também tem a nostalgia de ver outra vez - e em melhor qualidade - certas coisas. Incontáveis vezes eu assisti o Megazord enfiando a porrada em um monstro gigante na cidade. Ver isso no cinema? YEAAAAAAAAAAAAAAAAAH. Aliás, eles conseguiram equilibrar bem esses momentos de "clichês de Power Rangers" - eles vão aparecendo ao longo do filme conforme os personagens se desenvolvem, como "recompensas" na jornada pra se tornar um verdadeiro Power Ranger.

odiei esses uniforme E O FEMININO NÃO PRECISA TER PERFEITOS MARCADOS ASSIM PORRA


E se esse for em frente, Power Rangers tá planejado pra ter 6 filmes. E esse funciona exatamente como isso: Uma abertura. 

A sensação toda é de que eu assisti o primeiro episódio de uma série. VOCÊ SABE QUE TEM POTENCIAL. Mas ainda não aconteceu nada. Fica até difícil julgar. 

Só sei que, no fim, a minha sensação era de felicidade. O cinema todo aplaudiu, eu saí sorrindo. Eu continuei feliz em casa. Eu tô feliz agora. Eu tô feliz relembrando todas as coisas que eu amava no Power Rangers antigo, coisas enterradas no fundo da minha memória. Ontem só com uma matéria de que O ELENCO QUER QUE NO PRÓXIMO FILME O RANGER VERDE SEJA UMA GAROTA (porque aí tem 3 garotos / 3 garotas) EU TIVE UM ATAQUE DE ANSIEDADE. 

EU PRATICAMENTE JÁ ESCREVI OS PRÓXIMOS 5 FILMES NA MINHA CABEÇA COM A TOMMY OLIVER.

O TOMMY OLIVER FOI O MEU CRUSH DE INFÂNCIA.

O VERDE É UM DOS MEUS POWER RANGERS PREFERIDOS.

EU TÔ PRONTA PRA SER UMA GAROTA.

Se a Lionsgate e o pessoal por trás do filme não for burro, tem muita coisa boa pra aproveitar aqui. Power Rangers tem potencial de ser o meu maior vício nos próximos anos, ele já tá começando a tomar conta da minha vida agora mesmo, então... é. Eu não quero ficar muito feliz e animada porque eu sei que isso pode ser passageiro ou eles fazerem muita merda. Principalmente se o filme for muito bem, porque aí atrai os homi machista tudo e adeus Trini sendo lésbica, ou Ranger Verde sendo uma garota, ou qualquer outro personagem além do Vermelho tendo relevância. *respira fundo* Querer histórias legais às vezes é difícil. 

Mas pra terminar, eu ainda quero pensar mais sobre o filme!!! Tem tanta coisa que eu ainda to afundada na sensação pós-filme mesmo fazendo 4 dias desde que eu assistir Power Rangers. Eu odeio repetir filme no cinema, eu queria muito, muito, assistir a sequência. Se eles tivessem lançado como uma série completa de 13 horas eu já tinha assistido tudo. Eu gostei do que aconteceu aqui e. eu. quero. mais.

(aqui algumas imagens que eu não tinha onde enfiar mas queria compartilhar)








(faltou só o Billy mas juro que não foi intencional, eu peguei gifs que apareceram no google. Se eu fosse escolher meus personagens preferidos/cenas nem seria essa quantidade de Rosa e Vermelho que tem aqui)



Eu queria também escrever só depois que essa euforia passasse, mas: O FILME ACABOU DE SAIR NO CINEMA. E MUITA GENTE COMO EU TÁ ESPERANDO QUE SEJA UMA MERDA. ENTÃO PRECISEI VIR IMEDIATAMENTE COM NOTÍCIAS DO FRONT: POWER RANGERS VALE A PENA!!!!!!!!!!!!

TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *