A Praia Alô Alô Alô Rio

Alô! Alô! Alô, Rio! CÍCERO no Circo!

11.1.17Valentino Martins


Hoje trarei o must go da coluna pra geral que ama MPB, assim como eu. Cícero, que se lançou no mundo da música de dentro do seu apartamento, chega ao final de mais uma turnê. Nessa sexta feira você poderá presenciar o último show da tour do seu último disco, "A Praia". Não vai querer perder esse showzão, né?

Cícero Lins. Você provavelmente já deve ter ouvido por aí, pelo menos uma ou duas músicas, dá uma escutada em "Açúcar ou Adoçante" ou, talvez, "Vagalumes Cegos". Nunca ouviu? Quê que é isso! Não faça esse desfavor a si, nós gostamos tanto que até temos duas matérias sobre ele, aqui e aqui, dá uma olhada não só pra escutar e como também conhecer. Num desses posts tem até entrevista, segura esse close, Bê!


Entretanto, em consideração a quem não quiser olhar nossas matérias e quiser só um resumão mesmo, aqui em cima tá o último CD, aperta o play e vamos continuar.

Cícero Lins, who?

"Who?" nada, você, como bom brasileiro, já devia conhecer. Enfim, elegantemente falando, Cícero Rosa Lins! Fenômeno, devo eu dizer? Meu conhecimento não é tão vasto, mas até onde sei, autêntico. Individual. Quente. Brasileiro. São esses sentimentos que me passam. Quando escuto e fecho os olhos me vejo dentro do ônibus. Descendo o litoral do Rio, Flamengo, Botafogo, Copacabana, Ipanema e Leblon. Aqueles dias nublados com uma garoa ou, até mesmo, aqueles quentes que o vento rechaça nas árvores, logo após uma desilusão amorosa ou aquela hora que bate uma crise existencial. Quando você não sabe o que fez e nem o seu próximo passo. Essa é a minha experiência, é por isso que gosto, ele consegue pôr em música o que sinto nos meus momentos de abismo de silêncio no peito


Menos eu, mais ele. Cícero é carioca, apesar de estar morando em São Paulo. A turnê que se encerra nessa sexta é referente ao último CD, "A Praia". Além desse disco, nos últimos anos ele lançou outros dois, "Canções de Apartamento" e "Sábado". Uma das coisas que eu mais aprecio nele, talvez até ainda mais, é o mesmo ponto do Rubel. São artistas que têm paixão e querem compartilhar, não é aquela arte pelo ter que trabalhar, é o querer que se compartilhe. Por exemplo, seu debut disco, "Canções de Apartamento", realmente foram gravadas no apartamento dele. Cada instrumento, cada som, feito e produzido em sua casa. É tão lindo, confronta aqueles estigmas tão destrutivos: "Quem disse que eu não posso fazer o que eu quero?" ou "Quem disse que eu preciso da aprovação de alguma cabeça melada?". Pois é, ninguém.

Outro ponto que eu "se amarro": todas. Todas. Todas as suas músicas são disponibilizadas para download gratuito em seu site. É sério, é só clicar e baixar! Eu digo, só eu mesmo acho que isso concede uma profundidade, uma sinceridade, um brilho único ao trabalho de um artista? Me lembra até a Lady Gaga. Quando sua gravadora tentou fechar contrato com uma única plataforma de música, ela ameaçou vazar o "Joanne" e, quando lançado, ela divulgou com um grande e caloroso "disponível em todas as plataformas de música". 

Se chegou até aqui e quer ficar ainda mais dentro do trabalho desse artista, aqui está seu último clipe, lançado nesse último dia 3.


Vamos no show? Os ingressos já estão no segundo lote, 50,00 a meia e 100,00 a inteira, podem ser adquirido no Ingresso Rápido ou lá na bilheteria do Circo que funciona de terça a quinta das 12h às 19h, sexta das 12h até 00h e sábado das 14h até 00h. Domingos, segundas e feriados bilheteria abrirá 2 horas antes do início do evento. Lembrando do Ingresso Solidário: paga meia quem levar 1kg de alimento não perecível!

Não se esqueça, os portões abrem às 22h!

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM