CCAwards CCAwards 2016

CCAwards 2016: Melhores Livros do Ano

28.12.16Eduardo Ferreira

A nossa segunda categoria do CCAwards 2016 é livros! Venha conhecer as escolhas da equipe e votar no seu livro favorito do ano.


Ariel

Se contarmos quadrinhos, o Visão #7 foi a melhor coisa da vida. Mas eu também amei ler A Desumanização, do Valter Hugo Mãe, e Só Garotos, da Patti Smith.





Dana


Radio Silence, da Alice Oseman

Eu quase não li esse ano, nem lembro o que eu li. MAS esse livro com certeza tem uma coisa importante pra mim, e foi o que me tirou do meu marasmo literário.


Eduardo

Com toda a certeza que me resta, Jovens de Elite, da Marie Lu, é o melhor livro que eu li lançado em 2016. Incrível e que me surpreendeu bastante por ser muito mais do que eu esperava. Já disse muito na minha resenha, mas não podia deixar de expressar meu amor por esse livro.




Elilyan

Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar, Sarah MacLean. Na bem da verdade não quero indicar esse livro, pois seria uma afronta as outras tramas escritas pela Sarah MacLean, mas como Nove Regras a Ignorar Antes de Se Apaixonar foi a primeira história que me apresentou a Sarinha tenho que indicá-la. Durante muito tempo fugi de romances de época porque eles tem a tendência de possuírem protagonistas femininas na vibe princesa-Disney-tapada-e-sem-atitude-que-confundem-atitudes-machistas-com-amor e protagonistas masculinos que são machistas e idiotas, mas durante minha convalescença encontrei os romances da Sarah e MEU DEUS DO CÉU LINDINHO QUE BELEZURA SÃO AS OBRAS DA SARAH!! MacLean não se intimida em construir romances de época feministas, inteligentes e que dão uma cutucada no machismo com personagens carismáticos.

Isabelle

CLARO, ÓBVIO QUE EU VOU ESCOLHER UM DA IRMANDADE DA ADAGA NEGRA, NÉ???? A Besta, da J.R.Ward foi a coisa mais linda, fofa, emocionante e engraçada e fico pasma com o quanto essa saga absurdamente longa só melhora a cada livro.




João Pedro

Vou indicar Nimona por representar tão bem arquétipos que amamos do passado e adaptá-los pro nosso mundo de hoje da forma mais divertida possível. Eu só quero que essa HQ venda muito e seja uma porta de entrada pra mais coisas do gênero aqui no Brasil. LEIAM NIMONA.





Taiany


A Besta, da J.R.Ward.

Eu sou péssima para escolher coisas, ainda mais coisas preferidas, porque muitas vezes as temáticas e a maneira como me tocam dizem respeito a momentos e sentimentos diferentes. Ou seja, escolher as coisas para as categorias do nosso CCAwards foi um sofrimento, e escolher o livro então, me senti como se tivesse traindo alguém. No entanto, depois de muito analisar, resolvi ficar com o ultimo livro da série Irmandade da Adaga Negra publicado aqui no Brasil. Era de se esperar que o 14º livro de uma série já estivesse um tanto repetitivo e desgastante, MAS NÃOOOOOOOOOOOOOOOO, a autora consegue manter um ritmo tão bom quanto o dos primeiros livros, e nos surpreende mesmo a gente achando que já sabe de tudo nessa altura do campeonato.


A ESCOLHA DOS LEITORES

TAGS: , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Eu li tão pouco esse ano que acho que nem fiquei tipo, OMG ESSE LIVRO. Eu teria que olhar meu Skoob pra ver se alguma coisa se destacou.

    *fuçando o Skoob*

    Beeeeem, eu comecei 2016 lendo A Estrela Mais Brilhante do Céu, não dava nada pro livro e amei. Terminei o mangá Kiseiju (saiu como Parasyte aqui?) e gente, um dos meus mangás favoritos, sem dúvida. Li um nacional que me deixou forever deprimida, Ciência Proibida, do Salvado Nogueira, maravilhoso. Li Tudo o Que Você e Eu Poderíamos Ter Sido se Não Fossemos Você e Eu que er aum livro que queria ler HÁ SÉCULO e tipo, que amor de livro, gente, que amor. Terminei FINALMENTE Instrumentos Normais mas o livro que me empolgou mesmo foi As Crônicas de Bane.

    É, até que tive boas leituras esse ano, apesar de poucas. (Mas tenho desculpa que li MUITA coisa de estudo.)


    Dos citados aqui, só Nimona mesmo que eu super tenho vontade de ler. Fiquei encucada com o Nine Rules porque esse livro não me era estranho... Daí descobri que no ano passado eu li o Eleven Scandals To Start To Win a Duke's Heart (lembro de me interessar pelo Nine Rules antes, mas sei lá porque mudei pra esse? Talvez porque o personagem era loiro? HAHAHA) e, de acordo com o Skoob, eu estava gostando até o final, que foi uma decepção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA adoro que eu SEMPRE escrevo Instrumentos NORMAIS. É Instrumentos Mortais gente, MORTAIS.

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *