Carol Cardozo CCAnálise

Orange Is The New Black e a quarta temporada jogando coisas na nossa cara

26.6.16Carol Cardozo



Terá um ou outro spoiler da quarta temporada e do fim da terceira. Leia por sua conta e risco

Eu comecei a assistir Orange is the New Black há umas três semanas, depois de uma maratona frenética da primeira temporada de Jane The Virgin na Netflix. Terminei, fiquei sem saber o que assistir quando aparece como sugestão pra assistir OITNB (não vou ficar digitando o nome todo, me julguem). Tava jogadaça na minha cama, meio da madrugada, aquele sentimento de "terminei de assistir, preciso ver outra coisa, preciso desse sentimento de acompanhar algo". Aí dei play. É aquele ditado, né?


Deus ajuda quem maratona na madruga!
Amei amei amei essa série maravilhosa com montes de mulheres maravilhosas e personagens bem desenvolvidas (apesar da protagonista meio meh, pelo menos pra mim), a representatividade presente e o estilo da série em que mistura a realidade na prisão com flashbacks pra descobrirmos a história das mulheres antes delas irem presas ou o motivo delas terem ido pra prisão.

E na terceira temporada surgiu minha nova crush no mundo das séries: Stella (Ruby Rose)

Essa foi minha reação quando a vi pela primeira vez

Pois bem, chegava do trabalho às 11 da noite e assistia três, quatro episódios por noite. Consegui alcançar a quarta temporada poucos dias depois do lançamento na Netflix. Caso você não se recorde, Piper estava comandando um negócio de venda de calcinhas usadas pela internet (longa história q) e estava meio que se sentindo A PODEROSA CHEFONA. Ela chegou a ficar tão fria e tocar o foda-se que chegou a mandar a Stella, sua peguete do momento, pra prisão de segurança máxima. Piper plantou altas merdas na cama da Stella pra incriminar ela, tudo porque num momento de desespero, Stella roubou o dinheiro da venda das calcinhas.

Alex também estava em apuros, quando um capanga do Kubra (seu antigo chefão que ela deu o famigerado X-9 num julgamento) foi enviado pra matá-la. Ela tava lá, na maior treta, quando a Lolly chegou e tentou ajudar.

Nesse novo ano, a prisão de Litchfield foi meio que privatizada, sendo comandada por uma empresa que visava mais a economia de custos do que a qualidade de vida das detentas. Um exemplo disso foi eles colocando beliches ao invés de camas comuns E DOBRANDO A QUANTIDADE DE PESSOAS NA PRISÃO. FODA-SE.

Ah, e no fim da terceira temporada teve essa sequência também que me fez chorar horrores.



Com a prisão muito cheia, obviamente rolam tretas altíssimas. Maria resolve também entrar no negócio das calcinhas usadas (longa história mesmo), o que Piper vê como uma ameaça, já que agora na prisão a maior parte das mulheres é dominicana e Maria está levando as latinas pro lado dela.

Piper então começa a se mostrar preocupada com o novo capitão dos guardas (ah, os guardas novos não são nada, NADA AMIGÁVEIS), dizendo que poderia haver gangues, e monta um grupo de "cuidadoras", pra tomar conta e não deixar grupos ou gangues se formarem.

And kids, é assim que a Piper forma um grupo de defensoras da supremacia branca (ela não queria que isso acontecesse, pra ser justa).

A minha reação quando deu no que deu.
Essa temporada foi BEM mais pesada em relação às outras. Tratou de problemas psicológicos, estupro, desprezo pelas vidas na prisão, como se as pessoas lá fossem gado. Racismo, machismo, transfobia, xenofobia. As presas se unindo pra tentar mudar alguma coisa. Pessoas bem intencionadas que são engolidas pelo sistema e perdem a fé no que poderiam fazer.

Ano passado, nas premiações, OITNB deixou de concorrer nas categorias de comédia e passou a concorrer nas categorias de drama. Essa temporada isso fez muito, muito sentido. Seu coração dói assistindo. Te faz pensar. Porque você pára e reflete: isso acontece pra caralho por aí. 

E o episódio 12...ah, o episódio 12. Eu estava no quarto assistindo enquanto meu namorado e um amigo dele estavam na sala. Eles inicialmente pensaram que eu estava rindo, mas na verdade eu estava chorando alto, ao ponto de soluçar.


TINHA NECESSIDADE DISSO??

POR QUÊ??????

Eu não chorava assim desde Toy Story 3
Já no final do 13 eu estava:

VAI, ACABA COM ESSA MERDA

MAAAAAAAAAATAAAA TODO MUUUUUUNDOOOOOOOOOOOO


Temporada mais que maravilhosa (apesar dos pesares). Merece todos os prêmios. Mas depois de assistir 4 temporadas em menos de um mês e precisar esperar um ano pela próxima, só tenho que concordar com a rainha mesmo:

Podia, né?

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Por quêeee??? Não precisava dissoooo! =( Também chorei horrores! A temporada começou devagar e foi melhorando, melhorando, e acabou demais! (Apesar de não me conformar até agora.) Bom, nos basta esperar mais um ano por novos episódios! =/

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *