beleza CCdiário

GORDOFOBIA EXISTE, SIM

16.6.16Taiany Araújo


Ultimamente muitas pessoas estão falando sobre gordofobia, e muitas outras pessoas estão falando que isso é mimimi, que agora ser gordo tá na moda, que elas estão sendo obrigadas a achar bonito algo que é feio e asqueroso e outros discursos que são mais do mesmo desses ditos anteriormente. E mesmo que eu não soubesse o que é gordofobia, mesmo que eu não tivesse sofrido isso na minha própria família (não querendo magoar, cheia de boas intenções, mas é aquele ditado né...?), essa semana dois fatos, um que aconteceu comigo e outro que li na internet, teriam me confirmado que existe, gordofobia existe sim, talvez a gente só não esteja querendo ver.

A primeira situação foi algo tão corriqueiro que a princípio eu não entendi o porquê do meu desconforto, eu tentei até argumentar, mas a pessoa tinha uma justificativa tão plausível que eu engoli meu desconforto e aceitei. O problema do preconceito com pessoa gorda é que nem sempre parece preconceito, muitas vezes as coisas parecem lógicas e justificáveis, estão pensando no nosso bem, oras. E nisso se propaga a ideia de que o gordo não tem força de vontade, não tem autoestima, não tem autocontrole, as pessoas só estão tentando prezar pela nossa saúde, porque todo magro é saudável e todo gordo só tá esperando a morte chegar.

Eu não to dizendo que não é importante saber qual é seu IMC, nem que devemos bater palmas para uma pessoa que não consegue mais levantar da cama, as coisas não são 8 ou 80, o que eu to dizendo é que falar “ai se você emagrecesse ia ficar tão mais bonita” ou “aquela gorda é muito feia, você não, você é linda” ou ainda “eu só tô preocupado com a sua saúde” etc etc etc, não ajuda em nada, ninguém acredita nisso, seria melhor se você tentasse parar de mentir para você mesmo e para mim. A questão aqui provavelmente tem mais relação com seu desconforto com as formas de um corpo grande, com o que você aprendeu que é belo e aceitável,  com a cultura que vivemos do que com uma real preocupação para comigo. Até mesmo vocês, queridos familiares e amigos, que mesmo nos amando ou talvez por isso, não entendem como somos realizados sendo gordos.

O que aconteceu comigo não dizia respeito a mim, tenho absoluta certeza que não tinha nenhum intuito de desprezar ninguém e foi de uma pessoa que teoricamente devia ser imparcial em relação às coisas, e isso só mostra como o gordo não é visto além dos quilos que tem, desde aquele que está um pouco acima do peso “ideal” até aquele que pesa 150 quilos.

Já a segunda coisa, e foi essa que me fez querer escrever esse post, foi uma matéria que li no buzzfeed sobre uma mulher que postou no SEU PRÓPRIO INSTAGRAM (redundante mesmo para ver se fica claro) uma foto com seu noivo, e claro, pessoas que não conheciam nem ela e nem ele resolveram dar sua opinião não preconceituosa.

Essa é Mzznaki Tetteh com seu noivo Kojo Amoah: 


Esses são alguns dos comentários que eles receberam:

“Não sou invejosa ou algo assim, só estou preocupada com a segurança do cara, digo, parece que ele está se esforçando muito. Só estou dizendo. Eu sou a favor das pessoas com corpos grandes, mas quando acontece algo que pode ferir outra pessoa, então se torna um problema.”

“O que é triste é que querem que nós aceitemos pessoas assim. Ela precisa de uma dieta o mais rápido possível! Essa garota não vai ficar bonita usando um vestido de casamento desse jeito. As pessoas se sentem envergonhadas por você, não com pena, mas envergonhadas.”

“Ela é bonita e estou feliz por ela, mas ela ainda precisa perder peso, isso não é bom para a saúde dela.”


Eu fico admirada com o quanto a saúde do gordo é algo que mobiliza as pessoas. O que me pergunto é se o ser humano que fez esse último comentário procurou saber se a saúde da Mzznaki tava ok, ou não, e se ele se preocupa com a saúde de todos os desconhecidos que postam fotos na internet.

É claro que não houve só comentários merdas na foto, teve gente falando que tava linda e o escambau, mas o que me marcou, o que veio retificar algo que eu já sabia, o que gritou que GORDOFOBIA EXISTE SIM, foram esses três, e sinceramente eu espero que você tenha visto o que eu vi, pra gente poder fazer diferente. (Link completo da reportagem aqui.)



Como eu amo o Buzzfeed e adoro mais ainda os comentários, vou colar aqui os que aparecerem para mim:

"O que eu vejo é muita gente tentando mascarar gordofobia com "eu meu preocupo com a saude dela", não, todo mundo sabe que quem diz isso realmente não se preocupa, porque são os mesmo que tomar 1 litro de coca por dia, se entopem de merda e aplaudem a amiga com suspeita de anorexia. Quanto ao casal os dois são maravilhosos."

"ela é bonita mas precisa perder peso" 

CARA, POR QUE O CORPO DO OUTRO INCOMODA TANTO???????

"Eu me preocupo com a saúde dela. Não. Não se preocupa. Você não se preocupa com a saúde de desconhecidos, por que se preocuparia com a dela? Você só é gordofóbico e mascara isso com preocupação com a saúde."

"Depois vem as cagadoras de regra no post do desafio da folha A4 dizer que, qdo uma mulher vem militar sobre a causa fat, estamos só de mimimi e que tudo é motivo pra levantar bandeiras. Depois pensam que é fácil ser gorda. Vc não pode nem expressar seu amor que vem uns fdp criticar! Tománocuviu! Gatz, vc é linda, seu cara é lindo, seu amor é lindo e sim!, seu corpo é lindo pq vc o vê assim!"

E AH, PELO AMOR DE DEUS, VEJA ESSE VÍDEO TAMBÉM:


TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. CARA, POR QUE O CORPO DO OUTRO INCOMODA TANTO???????

    Me pergunto isso todo dia... Especialmente entre as mulheres, aprendemos a competir e a medir as outras mulheres. É um esforço diário de desconstrução para deixar de medir corpos, medir roupas, de parar de odiar o que vejo no espelho.

    Mas tem gente que simplesmente não tem sensibilidade, ou empatia, ou mesmo educação e não mede esforços na hora de destratar, pra depois dizer "mas é pra sua saúde!".

    Cansada...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um esforço diário de desconstrução. VOCÊ DISSE A FRASE QUE AS PESSOAS DEVIAM OUVIR ANTES DE DAR CONSELHOS PARA A "SAÚDE DAS OUTRAS".

      Excluir
  2. conversa cult sempre falando o que eu quero ouvir. Cara, porque INSIRA CARACTERISTICA AQUI do outro incomoda tanto? Muito obrigada por discutir mais um assunto importante.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *