cartas CCdiário

De: Eduardo de 22 Para: Eduardo de 12

13.5.16Eduardo Ferreira



Eu não sei nem porque decidi fazer essa carta pra mim mesmo 10 anos atrás. É tão irônico vindo de mim que já passou tanto tempo defendendo, conformadamente, todas as coisas ruins que aconteceram no meu passado porque são elas que me fizeram ser quem eu sou hoje pelo simples fato de que: eu gosto muito do Eduardo de 22 anos e não imaginaria ele sendo outra pessoa senão quem eu me tornei. Mas, vamos lá...

"Oi Eduardo,


Você tem 12 anos e parece que o mundo é um lugar completamente diferente. A infância está, oficialmente, cada vez mais perto do seu fim, mas ambos sabemos que sua criança interior é muito mais forte que qualquer contagem numérica.

É aqui que você está começando a se interessar pelos livros de Harry Potter e é por causa desses livros que você vai reacender o leitor que sempre viveu dentro de você. Eu daria tudo para voltar para essa época e ler essas palavras pela primeira vez. Viva intensamente essas primeiras páginas, deixe a magia viver dentro de você, porque ela nunca vai se apagar e vai te levar a lugares que você nunca imaginou estar.

Continue sonhando sonhos impossíveis, continue sendo esse garoto com um pé na terra e a mente em tantos outros lugares e continue não dando a mínima para o que as pessoas pensam sobre isso.

Não tente se encaixar no que as pessoas esperam que você seja, porque mais cedo ou mais tarde você vai descobrir que não vai valer a pena e que ser você é muito mais importante que se aproximar de pessoas que só te querem por perto se você for igual à elas.

Você vai conhecer uma pessoa que vai se identificar muito por gostarem das mesmas coisas e viverem dentro desse mundo que até então parecia ser só seu. Apesar de algumas diferenças, vocês vão ser bons amigos até que o fim do ensino médio e a distancia os separará. E eu não espero que você mude isso, não espero que se aproxime mais ou que não se deixe afastar, mas que viva esses dias com o maior proveito que você pode, não se freando por causa de outras pessoas e muito menos por si mesmo e sua maldita timidez.

É aqui que você vai pegar um caderno velho e começar a escrever uma história sobre pessoas com poderes especiais e não vai passar das 5 páginas porque seu irmão mais velho vai ler e colocar todos os defeitos do mundo em cima da sua história. Não se deixe desistir por causa das palavras dele. Esse não é um daqueles momentos que você deveria levar a opinião dele em consideração e perceber que ele estava certo. Porque ele não estava.

Você ainda não aprendeu que o socialmente desastroso é uma das suas (nossas) maiores características, então não se torture revivendo momentos constrangedores e muito menos tente fazer algo para mudar isso. Mais cedo ou mais tarde você vai descobrir que fazer graça de si mesmo, passar vergonha em público e fazer seus amigos passarem vergonha junto de ti, é ser quem você realmente é.

Você vai começar a trabalhar com seu pai (ou talvez até já tenha começado) e você vai odiar cada segundo disso. Continue odiando, mas saiba que você vai ser muito grato por tudo que aprendeu nesses anos. Talvez te contar isso te impedirá de passar por aquele momento revolts™, mas alguém precisa te dizer que vai ser completamente desnecessário.

Agora vá viver essa vida que no momento parece ser tão complica, mas que é tão tão simples.


Ou ignora essa carta minha e faz tudo da mesma forma que você fez. Afinal, eu não seria o mesmo se não fosse por suas decisões. Principalmente as que tanto me arrependo.

Com todo o carinho do mundo,

Eduardo de 22 anos."


TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *