aesthetic bruxas

Truthwitch: fantasia medieval com garotas guerreiras. e magia

17.3.16Dana Martins


O livro me chamou atenção porque eu tinha acabado de ler uma fanfic de cavaleira de dragão e tava no clima de ler uma história de fantasia, ainda mais protagonizada por mulher. Ainda fiquei com um pé atrás, mas entrei no twitter da autora Susan Dennard e a descrição dela começa dizendo "Geek for all things Avatar". Não apenas isso, como encontrei no blog dela um post recomendando The Legend of Korra. 

Ou seja.

É tipo de pessoa em quem você pode confiar. HAUHAUHAUHAUHUAHAUHUAHAUHA

Em um mundo ideal, eu teria comprado o livro no BookDepository, mas no mundo real a gente é pobre demais pra esse preço do dólar e a gente tem que se virar como pode. E a história é sobre...

Uma resenha com aesthetic porque sim (fonte)

O livro é protagonizado pela Safi, a Truthwitch, que é tipo "Bruxa da Verdade": esse é o poder dela, reconhecer a verdade das coisas. A questão é que esse tipo de bruxa é tão raro que Safi não sabe da existência de nenhuma outra como ela, e precisa esconder esse segredo sob o risco de ser caçada por pessoas interessadas em usa-la em jogos políticos. Até aqui parece a típica história de "a jovem heroína diferentona que tem um poder especial e, oh, não existe ninguém como ela", se você não contar que Safi é uma mulher e protagonista, e mulheres não costumam muito ter o privilégio de assumir um papel desse. 

Só que isso não é nem o começo da história, porque o universo de Truthwitch é rico de magia e política entre reinos e segredos ocultos e personagens interessantes. 

Pra começar, Iseult, que é a "Threadsister" da Safi. Se você conhece Cidade dos Ossos, ser Threadsister é tipo ser Parabatai, elas são uma dupla conectada que sempre lutam juntas e se salvam. Tipo, duas amigas muito amigas, mas com uma explicação mitológica a mais que faz elas terem essa conexão especial. Mas Iseult não é só a melhor amiga, ela é, pra começar, uma Threadwitch - a magia dela é ver as "cordas" de sentimentos e relações entre as pessoas. Eu imagino que é como se cada pessoa tivesse umas linhas sobre a cabeça, que mudam de cor dependendo dos sentimentos (vermelho quanto a pessoa tá com raiva, por exemplo). E o poder da Iseult é justamente enxerga-las. É muito legal porque ela consegue olhar pra pessoa e descrever como ela tá se sentindo! 

tem umas aesthetics que usam uma atriz branca pra Iseult: não. 

Gente, isso é só o começo, porque essas duas personagens são complexas e são mais do que ter um poder mágico. Iseult, por exemplo, é também do povo Nomatsi, que é perseguido e sofre racismo nos lugares onde a história se passa. Isso é algo que Truthwitch não deixa passar em branco - ela normalmente precisa esconder o cabelo e o rosto, ela não recebe o mesmo tratamento que Safi, em muitos momentos ela lida com ódio direto e também faz parte de uma cultura própria diferente, que tem seus próprios mistérios.

Já Safi, além te ter esse poder mágico (que usa pouco, ele é mais algo pelo qual ela é perseguida), ela é uma grande guerreira e muito impulsiva, o que completa o jeito calado e planejador de Iseult (que também é uma grande guerreira). 

E tem umas outras coisas que nós vamos descobrir sobre elas que são spoilers, mas que são: FODAS. 

Essas duas garotas são o centro de Truthwitch, quando elas estão conversando são os melhores diálogos, o carinho/preocupação de uma com a outra é encantador e a maior parte da história minha preocupação era: PF QUANDO ELAS VÃO SE ENCONTRAR, DEIXA ELAS FICAREM JUNTAS E FELIZES. 

e tem sempre o homi né (fonte das 2 últimas aesthetics)

Dito isso, a história em si também é loucura atrás de loucura. Começa com as duas fazendo uma emboscada que dá errado quando elas encontram um Bloodwitch (é basicamente um vampiro desse mundo mágico, só que a magia deles é controlar o sangue!) e elas começam a ser caçadas pelos guardas na cidade onde moram. Mas a partir daí é só um "salve-se quem puder" com as duas correndo para salvar a própria pele e, quando o destino interfere, correndo para se reencontrar. 

Eu sinto que estou fazendo uma resenha toda errada, porque esse livro é cheio de camadas. Cada personagem tá lidando com pelo menos umas 3 questões diferentes ao mesmo tempo. Você tem os conflitos pessoais, questões dos reinos que estão a beira de uma nova guerra enquanto alguns reinos menos favorecidos ainda estão lutando pra ficar em pé depois dos desastres da última guerra (Pobreza, fome...), uma conspiração política, mitologia sobre o mundo mágico e segredos sobre as personagens que nem elas sabem.

Acho que enquanto a parte de Safi lida um pouco mais com o lado político da história, a parte de Iseult é mais sobre o lado mítico/mágico. Mas tudo bem dosado.

adorei essa imagem, me fez entender melhor uma possível roupa branca da Safi

Enfim, tentando resumir: duas garotas guerreiras/mágicas se metem em confusões e entram numa aventura através do reino para tentar escapar, mas durante a viagem descobrem que há coisas mais importantes do que apenas fugir, há coisas pela qual você deve lutar.

No geral, é um livro de aventura/fantasia bem legal, que ganha um extra por ser protagonizado por garotas e ter um monte de mulheres importantes na história. Tipo, onde é que você encontra livros de fantasia assim? Se Truthwitch fosse uma história de fantasia qualquer, ainda seria diferente da maioria só por isso. (isso = tratar mulheres como seres humanos)

Mas não é uma história de fantasia qualquer, e a mitologia do mundo e de magia é bem interessante. De certo modo, a magia nesse mundo funciona como Avatar: cada tipo de bruxo domina um "elemento", só que em vez de água/terra/fogo/ar, é bem mais especializado. Você tem tipo bruxas especializadas em veneno, ou umas que movem os barcos controlando o vento. É muito legal ver essa interseção entre ter o poder mágico e um mundo onde magia é comum e inserida no cotidiano dos personagens. 

Sabe, magia normalmente é aquela coisa que um grupo especial tem e eles vivem de fazer magia no próprio grupinho. Em Truthwitch não. Até tem pessoas que não tem magia, mas muuuita gente tem magia também, e com diversas utilidades e isso é agregado no dia a dia.

lado ruim: não tem mais Iseult
gostei desse Merik
não gostei muito desse aeduan não, mas ok (fonte)

Eu gostei de ler. Não foi aquele livro AI-MEU-DEUS-EU-NÃO-CONSIGO-LARGAR, mas quanto mais eu lia mais sentia aquela saudade quando não tava lendo e mais gostava dos personagens e queria saber os segredos. 

Só queria comentar sobre o romance: 
não só tem a velha heteronormatividade de sempre, mas que eu não consegui deixar de reparar como é, de certo modo, infantil. Não sobre o conteúdo em si, mas a escrita da autora. Eu costumo ler fanfics que desenvolvem o romance muito melhor??? Pra dar ideia, a única razão do casal principal não ficar junto já na metade do livro é que acontece algo pra interromper sempre. É quase "eu quero que o romance seja algo esperado, não quero entregar logo, mas não tenho razão pra não acontecer, então deixa eu colocar algo pra atrapalhar". Eu já li fanfics demais que usam esse recurso pra já não estar esgotada. E não é nem que seja ruim, mas é que poderia ter sido melhor. Mas o interessante aqui é que como na Escrita Considerada Séria o romance não é levado tão a sério, o resultado é que no geral a escrita de romance nas fanfics acaba sendo bem melhor?? e os livros de Escrita Considerada Séria fazem aquele romance basiquinho de autor iniciante??? Tem algo por aí que vale a pena ser refletido, ainda não sei direito.  


Livro: Truthwitch

Autora: Susan Dennard

Ainda não lançado no Brasil

The Witchlands #1

Truthwitch é o primeiro livro, não sei quantos a autora planeja fazer, mas sei que já está escrevendo o segundo.






Sobre a nota: 4 conversinhas, só não leva 5 porque não foi aquele livro que me fez querer ficar lendo loucamente sem conseguir parar e eu levo muito a sério histórias que têm a capacidade de me sequestrar da realidade. 

Nota:

(4 conversinhas)

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *