anyone can cook CCDicas

10 dicas básicas para iniciantes na cozinha

22.3.15Elilyan Andrade


Tem muita gente que não cozinha porque acha que a arte de preparar alimentos é um bicho de sete cabeças. Não é, não. Sempre gostei de cozinhar e cresci observando minha avó, mãe, tias, padrinho e primos mais velhos cozinhando. Isso, de certa forma, sempre me fez ser ligada à alimentação, querendo ajudar e provando os quitutes antes de ficarem prontos (quem não ama lamber massa de bolo crua?).


Recentemente, estava debatendo com alguns amigos se todo mundo é capaz de aprender a cozinhar. Alguns acreditam que não, que nem todo mundo consegue transformar arroz cru em risoto. Mas eu, ao contrário, acredito que QUALQUER PESSOA PODE COZINHAR! Basta um pouco de boa vontade. 


Pensando em você, que não sabe a diferença entre ovo mexido e omelete, resolvi compartilhar 10 dicas básicas que aprendi em cursos de culinária, observando os cozinheiros aqui de casa, lendo livros e blogs de receitas. 

1 - Aprenda a fazer aquilo que você gosta de comer

Quando, alguns anos atrás, me inscrevi num curso de culinária trivial, odiei o módulo sobre arroz e feijão. Não sou fã de nenhum deles, imagina de baião de dois. Por isso, aprender a preparar esses pratos é uma espécie de tortura para mim (exceto risoto, pois amo risoto). 

2 - Reserve tempo

Cozinhar necessita de tempo e dedicação, pois existem pratos que levam horas, às vezes dias, para ficarem prontos. Nem todo prato é uma fritatta. Por isso, reserve um tempo na agenda para cozinhar, pois cada prato necessita de um tempo adequado para ser finalizado. 

3 - Siga a receita


Se você é verdadeiramente um noob completo na cozinha, então nada de inventar. Lembre-se que você investiu seu tempo e dinheiro para criar um prato e não quer fazer algo incomível. Uma coisa que aprendi no meu curso de confeitaria é que seguir a receita ao pé da letra reduz, e muito, o risco de dar tudo errado.

"Você não precisa cozinhar obras-primas bonitas e complicadas. Basta preparar boa comida de ingredientes frescos " - Julia Child, autora de livros de culinária

4 - Invista em alimentos de qualidade

No meu curso de bartender, aprendi que a qualidade dos ingredientes que usava interferia diretamente no sabor do coquetel. Ou seja, para criar algo saboroso, é necessário investir dinheiro. A qualidade do tipo de chocolate que você usa para fazer brownie, por exemplo, interfere diretamente no sabor do mesmo. 

5 - Não tenha medo de temperos e ervas

Tenho uma receita de omelete caramelizado que não vai nem uma pitada de sal. Mas, mesmo assim, ninguém percebe, porque uso temperos e ervas que substituem o sal de maneira primorosa. Existem tantos temperos e ervas que podemos ficar confusos e com medo de usá-los, mas cozinhar é uma ciência que pede ousadia, então ouse!

6 - Cozinhe em fogo baixo

Se você ainda não tem a manha na cozinha, faça tudo em fogo baixo. Antes do meu curso de confeitaria, tinha a mania de colocar as massas de bolos em fornos aquecidos em até 350º C. Isto é muito quente. O resultado é que os bolos não cozinhavam direito e, muitas vezes, queimavam. Foi só depois que aprendi que a maioria dos bolos precisam que o forno esteja pré-aquecido em 180º (fogo baixo) para ficarem fofinhos e deliciosos. Toda comida tem o seu tempo e temperatura, e tentar acelerar as coisas só vai resultar em erros. 

“Vai fazendo devagar em fogo baixo, você não está em um restaurante com um monte de pedidos” - Isa Souza , chef 

7 - Use medidores

Muito cuidado com medidas. Para não perder ingredientes, é bom sempre ficar de olho nas quantidades de cada receita. Por isso, vale muito a pena investir em medidores. Um copo medidor é super baratinho, e nele você tem várias medidas úteis (líquidos em ml; xícaras; peso de farinha/açúcar/arroz). Balanças para cozinha também são ótimas.

8 - Faça mise en place

Sou maníaca de organização. Por isso, adorei saber que naturalmente já fazia mise en place (termo francês que significa "pôr em ordem, fazer a disposição") antes de conhecer o termo. Mise en place nada mais é que a etapa inicial para o preparo de qualquer prato, na qual separam-se todos os utensílios e ingredientes necessários para executá-lo. 

9 - Sempre prove e cheire os alimentos

Ensinando meu sobrinho de 4 anos de idade a cozinhar, lembrei da importância de provar. Raramente experimento alguma coisa (principalmente quando preparo doces), pois perco o apetite. Fico apenas cheirando. Mas meu sobrinho adora provar cada ingrediente, de ovo cru à farinha de trigo. Fazendo isso, ele aprende sobre sabores e, dessa forma, seu conhecimento sobre comida é ampliado. Sempre prove e cheire o que prepara para ver se está tudo de acordo com o seu paladar. 

"A vida é como cozinhar: antes de escolher o que gosta, prove um pouco de tudo." - Paulo Coelho, escritor

10 - Não desista se não der certo na primeira vez. Tente novamente


Se não deu certo na primeira, segunda ou centésima vez que tentou fazer aquela receita, calma que pode dar certo na próxima vez. Cozinhar é como uma aula de Poções: alguns naturalmente são talentosos na matéria, como o Snape, enquanto outros só precisam de ajuda, como o Harry. Então, na próxima vez, pegue os ingredientes e utensílios, leia com atenção a receita e peça ajuda ao Príncipe Mestiço se ficar em dúvida com alguma coisa, mas não desista.


- elilyan andrade

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. CC agora é culinário também!

    Oi Elilyan.

    A minha história com a cozinha é instável e velha, minha mãe sempre me colocou para ajudar, acabava gostando e querendo saber, tem muita coisa que preciso aprender principalmente coisa do dia-a-dia digamos assim, até hoje fazendo arroz eu sempre fico em duvida se tô colocando sal na medida certa e etc, porque é muito raro eu fazer. Faço mais aquelas comidas que a gente não come todo dia, sabe? E tem aquelas coisas que não sei cozinhar porque digo se eu não como eu nao preciso saber .....
    Falando nas suas dicas:
    Não sei viver com fogo baixo, às vezes estou fazendo algo minha mãe abaixa o fogo sem eu ver e to lá achando que tá demorando demais até ver que ela abaixou, aí fico louca HAHAHAHAH
    Também não sei provar nada, só vou fazendo e aí rezo para ter posto tudo certo. Fora isso eu até que já seguia suas dicas, nem sabia que o termo para deixar tudo lá perto é mise en place, nem sabia que existia, mas faço isso também e é a MELHOR COISA.

    Seu post ficou ótimo! E esse gif da Jen então.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helena.

      Tinha uma turma pedindo para ter culinária no CC, então resolvi atender os pedidos.
      Também adoro fazer comidas que a gente não come todo santo dia, porque elas sempre são mais divertidas, mas saber o básico é essencial para acertar na maioria das vezes.
      Engraçado como o arroz (uma coisa básica e essencial na maioria das culturas) é o grande vilão de quem cozinha. Para saber se a quantidade de sal está boa ou não você precisa provar Helena.
      Que bom que gostou do post. :D

      Beijão.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *