clube de escrita crise

[Clube de Escrita] Crise das Infinitas Palavras!

5.11.14Conversa Cult

"Vai ter Clube de Escrita durante o NaNoWriMo sim! E se reclamar vai ter dois!"

E então alguém reclamou e agora eu estou aqui. Pela primeira vez em quatro tentativas de completar o NaNoWriMo eu estou adiantado nas minhas metas e possuído de uma tranquilidade absurda com meu manuscrito. Não travei durante as sessões de escrita nem uma única vez e está tudo fluindo maravilhosamente bem. Ao que tudo indica, esse é definitivamente o meu ano.

Mas a questão é que eu me conheço. Eu sou inseguro e meio neurótico e toda essa boa vibe pode acabar com uma facilidade assustadora. Então decidi criar meu próprio ciclo de Clubes de Escrita aqui no ConversaCult esse mês. Toda a quarta-feira virei aqui relembrar as coisas que eu aprendi durante esses últimos anos sobre escrita e que me permitiram chegar no estado mental no qual eu estou hoje para vencer dessa vez - e do qual eu não desejo sair nunca.

eu nesse NaNo <3
É sim, uma forma de autoterapia, mas vou compartilhar com vocês por que sinto que isso pode ajudar uns ou outros. Afinal de contas, aprendi tanto vendo outros falarem sobre escrita. Talvez possa devolver um pouco disso no universo.

O NaNoWriMo é uma verdadeira viagem. Toda a semana trás uma nova leva de provações. São surpresas, imprevistos, crises existenciais e é claro, o cansaço mortal. Mas ainda estamos nos primeiros dias e pretendo falar do consumo exacerbado de café em outra ocasião. A cada semana vou jogar aqui um pouco das principais coisas que vejo serem repetidas no fórum e no grupo do Facebook e falar um pouco sobre o que eu penso a respeito do assunto. Porque olha só, percebi que todo mundo passa pelos mesmos dramas na hora de enfrentar o monstro das 50k.

Vamos, minha gente, que quanto antes você terminar de ler, antes você pode voltar a escrever:

Minha história está um lixo!
A minha também está! E isso é absolutamente ótimo. Entenda uma coisa: o que você está escrevendo ainda não é um livro. E aqui, eu uso livro no sentido de história finalizada e pronta para ser publicada. O que você está escrevendo é só material bruto. Uma série de acontecimentos loucos que se desenrolam do começo ao meio e do meio ao fim. Isso não significa que você seja um fracasso, muito pelo contrário: significa que você está dando o primeiro passo!

"Não importa. Está no passado." - Rafiki, sobre editar seu rascunho agora

Entenda: um livro não nasce do nada. Ele nasce de matéria bruta. Rascunhos confusos onde a história está escondida. É através de muita lapidação em meio a edições que um livro toma forma de verdade. E eu sei que você quer escrever um livro um dia. Está ali na sua lista de missões da vida, entre ter um filho e plantar uma árvore. Mas aí que está a pegadinha: você não vai conseguir escrever um livro se não passar pelo caos do primeiro rascunho. E ele tem de ser, sim, uma droga.

Se você ficar questionando tudo o que escreve o tempo todo, a história não vai se desenvolver. É desenvolvendo a história rumo ao final que você descobre UM MONTE de coisas sobre ela que você nem imaginava, e que vão ser fundamentais na hora de transformar tudo isso em livro. E no final essas crises só te levam a simplesmente não escrever, te fazem se sentir mal consigo mesmo e atrasam suas metas do NaNo te jogando em uma depressão de sorvete e couch surfing.

Então desliga o editor interno e vai a luta! Ame seu lixo, por que é dele que você vai confeccionar a joia que vai iluminar as livraria de todo o mundo!

Já é o quinto dia e eu ainda não escrevi na-da.
vocês, ao lerem minhas doideiras.
E o que você está fazendo lendo isso ao invés de abrir o Word? Sério, vamos lá: seu personagem acabou de tropeçar e bateu a boca no chão. Tem uma ferida em seu lábio, tem sangue por toda a parte e as pessoas ao redor estão preocupadas. Desenvolva isso. Não importa se isso tem tudo a ver com sua história até agora ou não, desenvolva isso. Por que você está no mundo das possibilidades agora, e elas são infinitas. Talvez AGORA essa cena não tenha a menor utilidade, mas talvez você desenvolva uma excelente conversa entre seus protagonistas graças a ela - que você pode colocar  no seu livro, mesmo se o contexto não for mais o ferimento na boca. E essa é a mágica do primeiro rascunho, gente, então se joguem.

É por isso que Sprints são tão legais (não sabe o que é isso? clique aqui). Escreva. O grupo tem um post de Sprints ativo dia e noite para isso! Fazer isso em comunidade é sempre mais legal. E não tenha medo de fazer coisas acontecerem. Coisas aleatórias. Coisas sem sentido. Coisas que não fluem bem com a cena anterior. Você resolve tudo isso depois. Mas você só tem essa oportunidade para descobrir quem são seus personagens e o que eles pensam a respeito do mundo. E isso é um conhecimento inestimável para um autor.

Então faça acontecer. Qualquer coisa. Sério.

Eu escrevo todo o dia mas estou sempre abaixo da meta!
Simba vendo o quanto ainda falta pros 50k
SPRINT FOT YOUR LIFE! Sério, vou te falar que a prática trás a perfeição e que todo o ano eu vejo gente chorando no começo do mês por escrever 200 ou 300 palavras em um sprint de meia hora. Essas mesmas pessoas tiram tranquilamente 1k lá para o fim do mês, com o mesmo tempo. Escrever é uma técnica. Quanto mais você faz, melhor você fica. É claro, há exceções. Tem gente que simplesmente escreve mais rápido por nenhum motivo aparente. Mas você não deve usar os outros como referencial. Isso é improdutivo ao extremo. Sua contagem de palavras é uma batalha sua contra você mesmo. Tente se superar. Preste atenção nos horários, intervalos de tempo e dias em que você produz mais e procure entender a razão disso. Encontrar seus melhores momentos também faz toda a diferença nessa hora.

Agora, também é muito importante entender que não atingir a meta do NaNoWriMo não significa fracasso! Se você só conseguir alcançar cinquenta mil palavras em fevereiro de 2016, que seja! Mas escreva todo o dia até conseguir! Se você não consegue tirar 1.700, tire 1000, tire 500, tire 10. Não pare. Isso é o mais importante e é a verdadeira mensagem por trás do NaNoWriMo: a escrita demanda uma rotina e ela é possível se você escolher se dedicar. Então se dedique a seu modo, mas faça acontecer. Você pode. 

Eu acredito em você.


E agora, para finalizar, as palavras dos nossos patrocinadores:

"só de ouvir esse nome eu já me arrepio toda" - Hienas sobre os NaNoWriters do CC
Dana, 11.520
Diego, 11.292
Eduardo, 8.362
João, 5.566

E por hora é só. Sobrevivam até o próximo post para descobrir os segredos que se escondem além da segunda semana do NaNoWriMo *trovões ao fundo*. NaNoTributos, que as chances estejam sempre a seu favor!

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Tenho gostado cada vez mais dos seus post Diego! :D (mais um pros favoritos) hahah

    Eu tive o feeling de descobrir e conhecer mais dos meus personagens no primeiro rascunho que eu acabei mês passado, e você me lembrar isso, me fez querer ainda mais desligar meu editor interno de vez e sair escrevendo qualquer coisa que não tenha ligação, que se eu for questionar há incoerências,mas como você disse não é pra eu me questionar agora.

    O mesmo para cena sem sentido que acaba gerando um ótimo dialogo.

    Enfim, eu queria falar um monte de coisas, mas eu quero e tenho que ir escrever. E esse post me animou um pouco mais. Come on!
    Mundos a desbravar u.u

    ResponderExcluir
  2. QUE BOM QUE EU PUDE TE ANIMAR!!!!!

    Esse era meu objetivo fundamental e eu estou eternamente grato pelo seu comentário! Sério!

    Eu acho que entender, realmente entender esse lance de que escrever qualquer coisa é válido no primeiro rascunho, é a chave para ganhar o NaNo. Quando a gente se permite isso, tudo fica infinitamente mais fácil. E pode ter certeza que ter isso em mente vai te ajudar também!

    E é isso aí! Vai escrever que não temos tempo a perder! Huh!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *