cinema Diego Matioli

365 Project: um rapaz, um HD externo e muita paciência

29.4.14Diego Matioli


FELIZ ANIVERSÁRIO PARA MIM! É isso mesmo: hoje é o dia de meu nome. Não vou matar ninguém pelas próximas vinte e quatro horas, pois, de acordo com a Sansa, dá azar fazer isso. Ao invés disso, resolvi dar um plot twist na minha vida e começar um projeto 365. O que?! Não sabe do que se trata? Olha, a Dana já falou sobre o assunto aqui, e contou sobre o dela aqui. Meses depois, foi a vez da Igra, que está poetizando diariamente desde então. Eu vim para transformar isso em uma trilogia. Só que meu desafio é um pouquinho diferente.

VEM, GENTE!

O nome já é bom indicativo do que tal projeto promete, não é? Algo que seja feito durante um ano inteiro, continuamente. Mas existe uma pequena diferença entre minha proposta e a das minhas contemporâneas. Dana e Igra se propuseram a produzir conteúdo com frequência. Eu me proponho a absorvê-lo. Já falei antes por aqui sobre como não me dou bem com o cinema. Desde 1999 que mantenho uma distância respeitável de tal arte, ainda que desconheça os motivos para isso acontecer. Eu simplesmente perdi o interesse, me focando mais em outras mídias, como séries e vídeos no Youtube.

é muito filme! socorr

Mas então eu assisti o Oscar desse ano e fui fisgado. Mesmo que sejam poucos os segundos de filmes exibidos durante o anuncio dos indicados, foram segundos fortes. Os poucos trechos de August: Osage County e Blue Jasmine, em especial, me deixaram louco para assistir os filmes. A premissa de Ela também. Mas eu sabia como iria ser, eu diria “ah, um dia eu vejo” e se passariam anos e nada aconteceria. Eu estou assim com Cisne Negro desde o lançamento, em 2011!

Comecei a me planejar desde então. Dois meses para estabelecer um sistema. Afinal, não dá para começar a ver um filme por dia de uma hora para outra. Precisei acumular uma reserva emergencial. Já tenho cerca de 70 filmes guardados no meu HD, pra a eventualidade da internet cair por uma semana ou algo assim. Baseado nessa informação, fica evidente que eu já sei quais filmes verei, o que é verdade. Fiz uma tabela (a Igra até citou ela em seu post!) elencando todos os filmes:


A meta é definir minha relação com a Academia. A verdade é que vejo muita gente falando mal dela, mas muita gente falando bem também. Como não assisto filmes, não tenho uma opinião ainda, mas a formarei. Assistirei todos os indicados a Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Roteiro Adaptado, assim como os filmes pelos quais foram indicados os candidatos de Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Atriz Coadjuvante dos Óscares de 2014 até 2000.


ai que vontade de colocar the breakfast club na lista...
Isso não lotou minha lista, que foi complementada com escolhas pessoais (toda a obra do Lars von Trier, Wes Anderson, Sofia Copolla; as trilogias do Batman e do 007), assim como recomendações de terceiros. Nada foi recusado: de comédia a tragédia, tem de tudo na lista.


Agora, como eu gosto de registrar as coisas, não me dei por satisfeito e decidi fazer algo mais: resenhar todos os filmes. As resenhas sairão sempre no dia seguinte, ou seja, a primeira será postada amanhã. Fiz desta forma por saber que meu horário para assisti-los será pela noite, então poderei dormir sobre o assunto antes de tirar conclusões. Lá na tabela ficarão os links para as postagens, mas quem quiser me seguir no meu Tumblr, o Pride is my Poison, está mais do que convidado. Já tem alguns exemplos de resenha lá, que eu andei praticando, inclusive. Vai ser um ano e tanto, eu prometo.

O ConversaCult está todo trabalhado nos projetos pessoais esse ano, que tal começar um também? Escreva! Componha uma música! Procure um novo artista! Visite um lugar novo! As possibilidades são infinitas para quem vê todo o dia como uma aventura.

DESAFIO BÔNUS: fazer tudo isso sem desfazer o penteado

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

7 comentários

  1. Admirado com a ambição. Acho que o único 365 project que eu conseguiria concluir seria, talvez, o de 1 tweet por dia. E você ainda vai fazer resenhas! Boa sorte.

    ResponderExcluir
  2. Eu vou aceitar a boa sorte, por que eu sei que vou precisar xD

    ResponderExcluir
  3. Já fiz algo parecido com uma lista de 100 Melhores Discos da História do Rock que saiu numa Playboy de 2002 (tinha a Juliana Paes na capa, mas isso é um detalhe). Sou fascinado por listas porque sempre descubro coisas novas e legais nelas. Lendo a lista e vendo que eu tinha dois discos da lista - Jagged Little Pill de Alanis Morissette e Secos e Molhados - me impus o desafio de ter todos os discos da lista. Consegui a muito custo graças a internet e criei um álbum na minha página pessoal do Facebook com as capas dos álbuns e pequenas resenhas que escrevi sobre cada uma. Foi um trabalho árduo, mas maravilhoso o qual pretendo repassar pro meu blog também.
    Faço coro ao Felipe em te desejar boa sorte e já estou ansioso pelas resenhas, já que vai ter Oscar, Batman e 007. O suficiente pra eu adorar! Sem falar que não deixa de ser uma lista ;) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, que legal seu projeto! Também flerto com a ideia de fazer algo assim com músicas um dia. Será que acho essa lista na internet? Vou procurar!

      E obrigado pela energia positiva 8D. Espero que goste da lista e das resenhas.

      Excluir
    2. Diego, na net eu encontrei bem fácil, mas mesmo assim se quiser é só falar que mando pro seu email. Abraços!

      Excluir
  4. Por curiosidade: o que significam as cores na planilha dos filmes?

    ResponderExcluir
  5. Cada cor são os filmes do Oscar de um ano. Salvo raras exceções (normalmente filmes que são continuação), são todos assistidos juntos. Filmes sem cor são os que eu escolhi assistir, seja por vontade própria ou por recomendação. Já na coluna ao lado, simplesmente verde significa que já está baixado e vermelho, que eu ainda não tenho o filme.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *