CCLivros compra e venda de livros usados

Trocando livros através do Facebook

18.3.14Elilyan Andrade


Quem leu o texto “Pare de comprar livros” sabe que esse ano uma das minhas metas é somente comprar 14 livros. Não importa se o livro foi comprado em sebo, banca de jornal, supermercado, feira e até em livraria, em 2014 serão apenas 14. Até agora essa experiência tem sido bastante interessante, pois tendo um número fixo de opções estou muito mais seletiva, além de ficar pensando muito se quero ou não dar um livro de presente (sim, livros para outras pessoas entraram na equação).


A minha resolução de comprar apenas poucos livros não afetou o crescimento da minha biblioteca, na verdade ajudou a reformulá-la, pois descobri que para ter novos livros não é necessário comprar. :)

O Facebook criou os grupos para fazer os brasileiros pararem de falar nas comunidades do Orkut ~ brinks ~ não faço ideia do porque Mark criou os grupos, só sei que eles são de muita ajuda para novas aquisições de livros. Existem diversos grupos de trocas, doações, compra e venda de livros no Facebook, é um mercado tão novo e estranho que demorei um pouco para entender como ele funciona.

A primeira coisa que entendi é que existe gente que não quer se desapegar dos seus livros e coloca preços absurdos em livros usados, por exemplo, "A Culpa é das Estrelas" lido uma única vez pode custar mais caro que comprar um exemplar novo na Cultura. Sem falar na galerinha esperta que aproveita as promoções do Submarino, Americanas e afins e compram livros à preço de banana e revendem por preços absurdos. Vi "As Crônicas de Narnia" (volume único) que no Submarino estava de promoção por R$ 14,90 sendo vendido em grupos no Facebook por R$ 39,00. 

Eu sempre quero mais do que posso ter.
A segunda coisa que compreendi ao interagir nos grupos foi que se for vender ou comprar se comprometa com uma única pessoa. É feio negociar com várias pessoas ao mesmo tempo quando só tem um exemplar do livro. Parece um leilão e é extremamente chato. Outra coisa que também é bem chata são os “preços por inbox”. Custa nada especificar logo o preço do seu produto; não afugenta possíveis compradores e dar um ar de confiança ao vendedor. 

Por sinal, confiança é a verdadeira moeda de troca quando o assunto é vender ou trocar um livros com alguém que mora em outro estado. Você enviaria um livro seu para alguém que você nunca viu na fé que a outra pessoa irá fazer um depósito na sua conta ou lhe enviar outro livro? Eu fiz isso e Bino, em alguns momentos, é uma cilada. 

Minha primeira experiência de troca de livros com alguém de outro estado foi uma roubada. Até hoje o livro não chegou. Agora você deve está pensando: “Eli, por que você não trocou livros pelo Skoob? Ele é tão legal e mais seguro.” Não sei você, mas eu sempre tive dificuldades com o Skoob; trocar uma foto do perfil é uma briga, quiçá trocar livros (tenho perfil no Skoob desde 2009 e até hoje só consegui trocar 1 livro!). Apesar da primeira experiência #fail sou brasileira e não desisto nunca! Troquei com outra pessoa e o livro chegou rapidinho e em prefeito estado, praticamente novo. 

Nesse momento dois livros meus estão indo em direção aos seus novos lares. Não sei se receberei, como o prometido, novos livros; só sei que a experiência de caçar entre grupos no Facebook novos exemplares, negociar com seus donos e ir ao Correios postar um pacote com livro+marcador+cartinha vale muito mais que passar noites em claro aproveitando as ofertas da Saraiva. 

Quer trocar livros comigo? 
Me manda um sinal de fumaça no Twitter @elilyan 

TAGS: , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

6 comentários

  1. Troco livros a algum tempo e o único problema que tive foi os Correios sumir com o livro que enviei. Acabei comprando um novo e enviando para a menina pq já tinha recebido o dela. Li sagas inteiras assim: Lia o primeiro e trocava no skoob ou livralivro por pontos e depois pelo livro 2 da saga... É uma experiência sensacional e vc não só economiza como pratica o desapego. ô/

    Vou te dá um alô no twitter :)

    lorenarocco.tumblr.com

    ResponderExcluir
  2. Sobre as trocas/vendas no Facebook, não parece prático ._. Sou dos que vai comentar do Skoob. Troco muitos livros por lá, nas duas modalidades (livro x livro e plus), e acho excelente. Já troquei mais de 40 livros por lá. E nem acho o site capenga, é bem intuitivo pra mim. O skoob me atende bem e, no plus, tem o lance de reputação, liberar o crédito só quando o livro chegar, avaliações e etc. Assim, recomendo.

    Para venda/compra, eu indico o Estante Virtual. Gosto muito do site e tem um mercado bem maior que o do Facebook, Skoob, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto do Skoob, mas que o site têm algumas dificuldades que irritam, têm. Adoro o Skoob como organizador de leitura, ele é excelente nisso, principalmente quando se empresta livros e pode colocar o nome da pessoa. Ele é muito bom como lembrete.

      Adoro o Estante Virtual também, pena que agora eles não liberaram mais o plano leitores para a venda. O Estante é uma mão na roda para completar sagas e livros da faculdade. :)

      Excluir
  3. Sempre fiz minhas trocas pelo Skoob, tanto pelo plus como livro x livro e nunca tive problema. Pelo face eu nunca fiz, mas vou começar a dar uma olhada.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Eu sou fã de trocas porque espaço é item de luxo aqui em casa. Uso não só o Skoob (já fiz 50 trocas por lá, todas pelo Plus), mas também o Trocando Livros e o Livra Livros. Nunca tive problemas. O único livro que está desaparecido no momento é um que enviei em 24/1 e até agora não chegou ao destino (mas isso é culpa da greve dos Correios). Aliás, o Skoob também é um ótimo lugar para ler os livros que você deseja, sem ter que comprar ou trocar (já li vários pelo grupo do Livro Viajante). Enfim, opções para quem quer ler sem gastar não faltam. Basta procurar e escolher a que melhor se adequa às suas necessidades.
    bjo

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *