autor brasileiro Bastidores da Minha Vida Virtual

[Resenha] Confissões On-line, de Iris Figueiredo

8.3.14Paulo V. Santana

por Paulo V. Santana

- Livro: Confissões On-line
- Série: Bastidores da Minha Vida Virtual #1
- Autora: Iris Figueiredo
- Editora: Generale








Minicrítica ~ Resumo:
Mariana Prudente está no terceiro ano do Ensino Médio e parece que o universo não achou a pressão do vestibular o bastante. Sua irmã mais velha, Melissa, está ficando louca porque vai se casar em breve, ela terminou com o namorado, se afastou da melhor amiga e espalharam um boato péssimo a seu respeito na escola. Querendo escapar do furacão que atrapalhou tudo em sua vida, Mari cria um vlog. Seu canal na internet, o Marinando, traz bons resultados e esperança: no fim, tudo acaba dando certo, não é?

“Confissões…” foi tudo o que eu não esperava. Pelo que eu conhecia da sinopse, seria uma história mais “bobinha”, porém não foi nada disso. A Iris Figueiredo criou personagens cativantes e desenvolveu todas elas muito bem. É uma ótima leitura, recomendo a todas as pessoas que procuram bons escritores brasileiros de literatura Young Adult. 

Quer saber mais? É só clicar aqui embaixo pra ver a resenha completa!


Iris Figueiredo, a autora
Em junho de 2012, resenhei o primeiro livro da Iris Figueiredo, “Dividindo Mel”, aqui no blog. Na época, considerei uma leitura muito agradável, mas não tão especial para receber uma nota maior. Quase dois anos depois, li o segundo livro da Iris e a situação mudou completamente: “Confissões On-line” merece muitas conversinhas!

Qual é a história? Mariana Prudente está terminando o Ensino Médio e vive aquela comum pressão por causa do vestibular. Sua vida em casa é igualmente difícil, já que a sua irmã mais velha, Melissa - sim, a mesma de “Dividindo Mel! -, está enlouquecendo a cada dia que passa e seu casamento fica mais próximo. Como se não bastasse, a menina perdeu o namorado e a melhor amiga e uma grande fofoca foi espalhada pela escola, fazendo com que todo mundo se afastasse dela. A vida da Mariana virou de cabeça para baixo, mas há ainda um lugar onde ela pode correr para desabafar, a internet. Então, Mari cria um vlog para falar - e reclamar, claro - sobre a sua vida. E não é que dá certo? A partir daí, as coisas vão começando a mudar e a sua vida encontra um novo rumo.

O que achei? 

Primeiro, uma confissão: eu subestimei esse livro. É claro que eu esperava uma boa leitura, já que fui me encantando pela escrita da Iris com as crônicas que ela costumava publicar no Literalmente Falando. Contudo, nunca passou pela minha cabeça que “Confissões On-line” seria tão bom. Houve uma grande evolução desde Mel! A sinopse me fez imaginar uma história simples e bobinha - o que não é ruim, tanto que eu amo várias assim -, porém, o romance foi além.

Dessa vez, não me apaixonei só pela escrita, mas também pela história e pelos personagens. "Confissões" é o tipo de livro que te prende e você não consegue largar. Enquanto lia, vivi aquele dilema de querer ler só mais um pouquinho e não conseguir. O jeito que a Mari narra a história é bem simples e natural, como se ela estivesse conversando com você, então eu só queria mais e mais e mais.

Foi ótimo como a Iris retratou a influência da vida pessoal na vida escolar, a relação com a família e amigos e, claro, o romance, dando uma visão ampla da vida da protagonista. Outro acerto da autora foram as temáticas, como a internet e os vlogs, o assédio e os boatos que a Mari sofreu na escola e o transtorno alimentar de sua amiga, Carina. Esses últimos temas, aliás, me pegaram de surpresa, o que só contribuiu positivamente para a leitura. Ao olhar para a Mari e a Carina pela primeira vez, não sabemos o que acontece por trás, só vamos descobrindo gradualmente. Isso foi muito legal, porque é como quando conhecemos uma pessoa mesmo: você tem ali só a superfície e aos poucos você passa pelas várias camadas e conhece um pouco do que tem lá dentro. Uma das coisas que mais me deixa ansioso pelo próximo livro da série “Bastidores da minha vida virtual” é um aprofundamento dessas e de outras personagens.

Rascunhos da ilustração de capa [fonte]

Li “Confissões On-line” pouco tempo após terminar o “Nada Dramática” da Dayse Dantas e foi muito interessante observar como os dois livros falam do mesmo período de duas adolescentes brasileiras de formas tão realistas e também tão diferentes. A narração e o estilo das autoras se diferenciam bastante, assim como os acontecimentos e rumos das histórias. A Mariana Prudente e a Camilla Pinheiro são duas meninas passando pelo terceiro ano do Ensino Médio, no entanto, cada uma delas vem de um lugar distinto e seus caminhos também são divergentes. As duas leituras em sequência me mostraram como histórias sobre adolescentes não são todas iguais e como cada um dá a sua própria voz a personagens do mesmo gênero e idade.

Assim como “Nada Dramática”, “Confissões On-line” é um livro que recomendo a quem gosta de literatura Young Adult e está procurando boas escritoras e escritores brasileiros nessa área. Tem muita gente boa por aí, é só procurar.

Nota:
(4/5 conversinhas)

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Adorei sua resenha.
    Tem muito escritor Brasileiro que a gente não conhece, eu amo literatura daqui, e adorei a indicação.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
  2. Encantada com esses livros <3
    http://www.16primaverasblog.com/

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *