CCLivros CCResenhas

[Resenha] Tormento, de John Boyne

5.2.14Paulo V. Santana

por Paulo V. Santana
- Livro: Tormento
Autor: John Boyne
- Editora: Seguinte











Minicrítica ~ Resumo:
O novo livro infanto-juvenil de John Boyne é mais uma prova do talento do autor. Danny Delaney, de 12 anos, tem a tranquilidade de suas férias interrompidas quando, um dia, sua mãe acidentalmente atropela uma criança. Mesmo não sendo culpada, ela se isola de todos e acaba criando uma situação bem complicada em casa. Sem saber o que fazer, Danny fica perdido e precisa descobrir um modo de fazer tudo voltar a ser como antes.

Assim como “O Menino do Pijama Listrado”, o livro traz uma história impactante através da visão de uma criança, o que é muito interessante. “Tormento”, que tem como único defeito a curta duração da leitura, é um livro bom, rápido e envolvente. Recomendo. 

Quer saber mais? É só clicar aqui embaixo pra ver a resenha completa!

Capa da edição em inglês, "The Dare"
Quando li “Dia de Folga: um conto de natal” (você pode ler agora, de graça!) e “O Menino do Pijama Listrado” no fim do ano passado, sabia que precisava de mais John Boyne. Fiquei completamente apaixonado pela escrita e as histórias fortes e tocantes criadas pelo autor. Ao saber que a Seguinte lançaria mais um de seus livros infanto-juvenis em janeiro, logo fiquei interessado.

Sinopse: Em “Tormento”, Boyne mostra como um acidente pode mexer tanto com uma família e nos ensinar muitas coisas. Danny Delaney, um menino de 12 (quase 13) anos, está vivendo a tranquilidade das férias até que, de um dia para o outro, a sua rotina muda completamente. Sua mãe chega em casa horas mais tarde do que o normal, completamente chocada e acompanhada por policiais. Ela havia, acidentalmente, atropelado uma criança, que ficou em estado grave. Mesmo sendo inocentada, a mãe de Danny não consegue seguir em frente e decide se isolar do todos. Sem muita noção do que está acontecendo, como reagir ou quando isso vai acabar, o menino fica completamente perdido. Danny precisa, então, descobrir como lidar com a situação para que tudo volte a ser como antes.

O que achei? 

Mais uma vez, John Boyne conseguiu contar perfeitamente uma história marcante através da voz de uma criança. Ter o Bruno, de 9 anos, narrando os acontecimentos de “O Menino do Pijama Listrado” foi um dos fatores que fizeram o livro ser tão bom, e isso se repetiu em “Tormento”, pela voz de Danny. É muito interessante ter uma voz infantil (ou pré-adolescente), carregada de ingenuidade, sinceridade e espontaneidade, contando algo com uma carga emocional tão forte.

O único defeito livro é a sua extensão. Por ser uma novela (tipo de texto narrativo entre o conto e oromance), ele é bem curtinho, com um pouco mais de 80 páginas. Não é algo que me fez gostar menos do livro, mas eu me envolvi tanto com a história que, quando a leitura chegou ao fim, fiquei com uma sensação de “quero mais”. Foi tudo bem desenvolvido e não percebi pontas soltas no desfecho, mas tive a impressão de que o John Boyne poderia ter explorado diversos pontos da história principal e também das paralelas – a família da criança que foi atropelada, o irmão mais velho de Danny, que está viajando pela Europa, e Luke, vizinho do protagonista – e feito um romance.

Recomendo “Tormento” a todos que estão procurando uma leitura rápida, sem perder na qualidade da trama e da escrita. Eu diria, aliás, que esse é o tipo de livro para quem quer se recuperar de uma “ressaca literária”, porque te envolve completamente e traz de volta a vontade de ler – pelo menos foi assim comigo, que, depois de uma semana sem ler nada, devorei as 82 páginas do livro de uma vez só.

Sobre a nota: Fica em 3,5, mas não por problemas no livro e sim porque não costumo dar as notas mais altas para livros que não me deixam imersos na história por um bom tempo. Dentro da proposta da novela, no entanto, ele merece nota máxima.

Nota:
(3,5/5 conversinhas)



O livro foi cedido pela Seguinte, o selo jovem da Companhia das Letras. Obrigado!

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM