Amor à vida bbb

Gente, vamos falar sério, foi necessário mesmo aquele beijo na novela?

4.2.14Dana Martins


Eu não preciso nem falar que beijo é esse, você sabe que eu estou falando do beijo do Felix com o Niko no último capítulo da novela.

O pior é que não foi nem qualquer capítulo, foi O ÚLTIMO, o que tem mais audiência. Precisava colocar esse negócio pra todo mundo ver? Não, ainda tem coisa pior. Sabia que tinha criança na sala quando isso aconteceu? Sério, meu vizinho tava com o filho de TRÊS ANOS na sala quando teve essa cena e ele virou: "Papai, olha, dois homens se beijando!" Como é que o meu vizinho vai explicar isso pra uma criança inocente? Meu vizinho disse: "E se ele começar a querer sair beijando os amiguinhos na escola?"

Vamos conversar, porque tá precisando.

Esse foi o primeiro beijo gay na televisão brasileira. E, vamos ser sinceros, quando se fala de "televisão brasileira" se fala de Globo, novelas e jornal nacional. A força disso é tão grande que você não precisa ter visto para saber o que aconteceu. Eu mesma (Dana) não vi o tal beijo, mas já vi imagens e já até sabia que ia acontecer. Assim como sempre sei o que tá rolando na novela. Eu não sei quando a novela da Globo começou a ditar o que é oficial e certo, mas chegou a esse ponto. Então, é, esse foi o primeiro beijo gay oficial na televisão brasileira. E vou mais longe: o primeiro beijo gay com um certificado de "isso tá tudo bem" no Brasil.

Feliz Félix revolts com a introdução do post.

A introdução desse texto é aquela reação básica que nós aprendemos a ter quando o assunto é gay. É algo que eu ouvi numa mesa de bar depois do beijo, o vizinho nem é meu. As pessoas nem chegam se cumprimentando, já chegam: Você viu o beijo? (sorte a minha que estava olhando o cardápio na hora) E o pior de verdade é que você nem precisa ir muito longe para apontar os erros nessa lógica.

Se você acha que é impróprio, por que você deixa o seu filho assistir?

Dois homens se beijando é um problema para a criança. A mulher enfiando a faca na barriga do outro e sendo eletrocutada tá tudo certo.

Eu acho que você deveria se preocupar se qualquer criança de três anos sair tentando beijar os outros, não com ela querer beijar homens.

Aliás, apenas um beijo mais ou menos entre dois homens é capaz de fazer tanto a cabeça de um garoto? A novela tem tantos outros casais héteros, dá a entender que o pai pegou a filha, vários assassinatos, sexo praticamente explícito, traição rolando solta, casamento por interesse. Acho que de tudo isso eu daria graças a deus se meu filho decidisse se inspirar em alguém que escolheu o amor.

antes beijo que facadas.

Eu nem precisava ter ido tão longe, porque já fico meio enjoada de imaginar que a preocupação é com um beijo, não com alguém ser esfaqueado assim. Sério, gente? Mas... tá. Se as pessoas precisam ouvir da novela o que é o certo, então é, eu acho que é, sim, necessário a novela mostrar um beijo.

A questão principal, no entanto, é "por que só agora?" Além disso, será que a reação de felicidade da população diante da novela vai continuar perante outras demonstrações de afeto de homossexuais? Na novela que estreou no lugar de "Amor à vida", por exemplo, haverá um casal de mulheres. Se elas se beijarem, a reação será igual? Porque sim, a comemoração de todo mundo foi extremamente válida, mas não se deve "comemorar" o beijo gay. Deve-se apenas absorvê-lo como uma coisa normal, porque é exatamente isso que ele é: normal. Afinal de contas, quem nunca viu duas pessoas se beijando?

Em outras palavras, o colega quis dizer que: "Devemos respeitar as diferenças, mas ter negro andando na minha rua já é demais. Vamos com calma. Daqui a pouco minha filhinha vai aparecer com um negro em casa. O que eu faria?"

É aí que a preocupação chega. Porque há muita hipocrisia envolvendo a situação. Essa semana, por exemplo, minha irmã fez um comentário extremamente pertinente. Não sou de assistir realities show's, mas ela é simplesmente viciada. E no BBB14, ao que parece, três pessoas foram ao paredão. Uma delas é lésbica (ou bi, como queiram, o fato é que ela beija mulher na casa) e é justamente quem tem a maior porcentagem para sair até agora (dia 03 de fevereiro, às 23:01). Obviamente, pensei que a participante em questão poderia ter agido de forma ruim, e por isso estava com a maior porcentagem. No entanto, segundo a minha irmã, que é simplesmente obcecada, essa moça não fez nada de errado, acontece que o povo que assiste é "preconceituoso". E eu preciso concordar. Isso acontece de forma ainda mais enfática quando se tratam de duas mulheres.

Deixa eu incluir que teve um beijo gay no BBB14. Duas garotas se beijando de um modo muito mais explícito do que a novela mostrou em plena Globo. Engraçado é que não teve nem metade das reações...

como assim, bial?

Voltando à novela, ninguém achou que o beijo durou pouco, que não teve língua, que não teve isso ou aquilo. Da minha parte, acho que talvez tenha acontecido algum tipo de receio por parte da produção, então resolveram manter a coisa num nível leve. Será que se tivesse língua o povo ainda assim seria a favor? Será que se não fosse tão "fofo", se fosse algo mais selvagem como outros casais dessa mesma novela, todo mundo teria apoiado?

Não adianta a gente comemorar algo pela metade. É hora de parar de comemorar, parar de julgar, parar de engolir: quando esse tipo de coisa acontecer em uma novela de grande audiência e ninguém reagir (nem a favor e nem contra), teremos a certeza de que, enfim, evoluímos efetivamente, porque será algo chamado de "normal". Por enquanto, a comemoração ocorre porque as pessoas apoiam - e só da pra apoiar o que é visto como uma revolução. Essa revolução precisa parar de ser algo pontual: deve se tornar cotidiana.

E você? Viu o beijo gay? Qual sua opinião?


- Igraínne Marques e Dana Martins.

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. Eu achei meio forçado. E pela foto o Mateus Solano não pareceu muito à vontade. Não sei se foi do personagem ou reação do ator prq não vi a cena na tv, só na internet msm.
    Já no quesito do pelêmica mesmo, concordo integralmente com seu último parágrafo!

    ResponderExcluir
  2. penso a mesma coisa. Não é algo pra se comemorar. É algo pra ser normal, porque não tem nada de anormal, é natural.
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. olha, eu acho que é para se comemorar sim. infelizmente, ainda tem gente demais que acha algo tão natural como um beijo entre dois homens e duas mulheres a coisa mais pecaminosa a se fazer. se a globo, um canal tão conservador e com grande influência na população do país começa a aceitar um relacionamento gay como algo normal em suas novelas, isso é um sinal de que, daqui para frente, a geração atual e as que seguirem terão mais contato com isso de casa. pode parecer que não, mas isso já é um grande passo para frente. e sim, é algo para se comemorar pois, se as coisas continuarem a caminhar assim, um dia as pessoas não passarão mais a ver um beijo gay como um beijo gay, mas simplesmente como um beijo.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM