Brenda Cordeiro CCFilmes

[Resenha] Tudo Acontece em Nova York, filme

19.12.13Brenda Cordeiro

por Brenda Cordeiro

 - "Tudo Acontece em Nova York"
 - Happythankyoumoreplease (2011)
 - Direção: Josh Radnor
 - Roteiro: Josh Radnor
 - Elenco: Josh Radnor, Michael Algieri, Malin Akerman, Kate Mara, Tony Hale e mais.
 - Romance, Drama, Comédia - 100 min - Trailer
 - Em dvd.


Minicrítica ~ Resumo:

Durante o caminho para um encontro com seu novo editor, Sam Wexley, um aspirante a escritor, acaba encontrando o garoto Rasheen. Quando Rasheen se recusa a ficar com as autoridades que poderiam tomar conta dele, Wexley decide abrigar o garoto por alguns dias. Rasheen acaba conhecendo os amigos de Wexley, Annie, uma moça que escolhe muito mal seus parceiros, o casal Mary-Catherine e Charlie, e Mississippi, uma aspirante a cantora que tenta tirar a fobia de relacionamentos de Sam. Aos poucos, Sam vai vendo que a vida adulta é diferente do que ele sempre imaginou.

Happythankyoumoreplease, eu me recuso a falar o título nacional, é um filme de comédia, de romance e de drama. Como conseguiram conciliar esses três generos em um filme só? Perguntem ao Josh Radnor (o eterno Ted Mosby, de How I Met Your Mother) que foi o diretor, roteirista e ator protagonista desse filme maravilhoso.

Quer saber mais? Clica ai embaixo ;)


No filme, acompanhamos três tramas diferentes, que se interligam. 
Sam Waxler (Josh Radnor), um escritor que no caminho de uma reunião importante com uma editora, encontra Rasheen (Michael Aligieri), um menino que está perdido e não tem família. Depois de tentativas frustradas de levar o menino para as autoridades responsáveis, Sam resolve ficar com ele por alguns dias, até conseguir achar uma solução. No meio de toda essa confusão, conhecemos Mississippi (Kate Mara), uma garçonete frustrada e cantora, pela qual Sam acaba se apaixonando. 
Acompanhamos também Annie (Malin Akerman), a melhor amiga de Sam, que tem alopécia areata (uma doença autoimune que faz com que a pessoa não tenha nenhum pelo no corpo) e tem um longo histórico de se envolver com homens que não prestam, até ela conhecer Sam #2 (Tony Hale).
E também temos Mary Catherine (Zoe Kazan) e seu namorado, Charlie (Pablo Schreiber), que enfrentam problemas, já que ele quer se mudar para LA porque conseguiu uma proposta de emprego e ela se recusa a sair de NY.

O título do filme parece ser meio esquisito, uma junção de palavras aleatórias, mas assistindo o filme você descobre que, na verdade, tem uma belíssima explicação. Já a tradução brasileira é uma tragédia. "Tudo Acontece em Nova York" É SÉRIO ISSO?! Que mania ridícula de assassinar os títulos dos filmes!  Ao contrário do que a tradução sugere, esse filme não é uma comédia romântica bobinha que existe aos montes por aí. Não mesmo.            


A estréia de Josh Radnor como roteirista e diretor foi excepcional. Ele conseguiu desenvolver uma história bonita, mas simples. Sem muitos exageros e apelações. Não é comédia forçada, não é romance água-com-açúcar e nem é um dramalhão mexicano. É um equilibrío muito bem feito dos três gêneros.
O filme fala sobre o otimismo, a gratidão. Fala sobre a busca da felicidade, do amor próprio e do amor romântico. 


Das três histórias contadas no filme, a que mais me envolveu foi a de Annie e de seu colega de trabalho esquisito, Sam (que se torna Sam #2, já que o melhor amigo de Annie já se chama Sam). Tony Hale e Malin Akerman roubaram a cena totalmente. Eles protagonizaram uma das cenas mais bonitas que eu já vi. Acreditem, quando chegar nessa parte vocês vão saber.


Infelizmente o filme não é muito famoso, poucas pessoas já ouviram falar. Por exemplo, aqui no Brasil o filme saiu direto em DVD, sem passar pelas telonas do cinema. Não sei o motivo disso, de verdade. Eu recomendo para todos!

Em resumo, Happythankyoumoreplease não é um daqueles filmes que você assiste e pronto. É um filme que te faz pensar na vida, nas suas escolhas, nos seus conceitos e pré-conceitos. Possui diálogos fortíssimos e muito bem escritos, personagens fortes e verossímeis. Destaque também pra trilha sonora, que é maravilhosa.

Não poderia dar menos que 5 conversinhas pra esse filme. E se pudesse, daria muito mais.

Nota final:
(5/5 conversinhas)



"Sadness be gone, let's be people who deserve to be loved, who are worthy, cause we are worthy."

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM