a jornada do herói clube de escrita

Clube de Escrita: Planejar antes de escrever ou seguir o feeling?

14.12.13Dana Martins


Hoje o post é escrito pela Mare Soares! Essa é a estreia dela aqui no CC. Mare, seja muito bem-vinda. :D

Olá, pessoas. Pensei muito sobre o que escrever aqui e finalmente escolhi um tema que eu acredito que dialogue com muita gente. Nada mais, nada menos do que a árdua tarefa de escrever (principalmente em tempos de Nanowrimo, onde tantas pessoas se matam para cumprir a meta diária). Em seguida, fica aberto o tópico para opinião, afinal, cada um é cada um e o que é melhor para mim não necessariamente será o melhor para você. :)

Quando estou escrevendo, queria mesmo conseguir organizar os pensamentos e fazer um planejamento antes de começar a parada. Acontece que todas as vezes que tentei, caí da corda bamba. Acredito que a escrita planejada apresenta inúmeras vantagens: com cronogramas dos eventos, clímax, beats e sequências, o autor provavelmente não enfrentará aquele triste momento de olhar para a folha em branco e rezar para que tenha qualquer coisa para ser escrita ali. O mais interessante, sob a minha ótica, é que mesmo com um planejamento, o autor não precisa se limitar a isso, podendo deixar a história e os personagens mudarem de rumo quando bem entenderem.


Em um mundo onde existe uma gama enorme de livros sobre técnicas de escrita como "O herói de mil faces" ou "A jornada do herói", ainda que não sejam leis universais, o escritor pode sempre recorrer à técnica para salvar o dia. Entretanto, assim como eu, existem pessoas que acham essas técnicas incríveis, mas aconteça o que acontecer, não são capazes de se organizar e acabando seguindo o impulso, contando com o artifício da inspiração e dando de cara, tantas vezes, com a página em branco. Gosto de pensar nisso com a expressão “espremer a laranja”. A gente espreme, espreme, espreme, tenta tirar todo o líquido enquanto dá tempo e no final, lida com os caroços. Lidar com o feeling é meio temperamental, mas geralmente sai um texto sincero. Para isso, recomendo a leitura de livros que chamo de autoajuda para escritores: "Palavra por palavra" e "O zen e a arte da escrita". Ambos são texto de autores que se forçam a escrever todos os dias e narram suas experiências pessoais como forma de estímulo para os leitores. 

Por fim, não acho que exista um estilo melhor do que o outro. Existem os que funcionam e os que não funcionam para determinada pessoa. Escrever é tarefa íntima, pesada e envolta em sensações diversificadas. O importante mesmo é o que o exercício do Nanowrimo trata de nos ensinar: escreva todos os dias. Você consegue.

E qual a sua maneira de escrever, navegante?

-mare soares

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

3 comentários

  1. Palavra por Palavra é muito bom! Mas tem dois anos que não consigo ir além do terceiro capítulo! '-' E o livro é bom desde a primeira página!!! Não sei o que acontece. --' D: :S
    Ainda tô tentando descobrir minha maneira de escrever, haha. õ/
    Muito bonitinho o post! <3

    ResponderExcluir
  2. O meu modo de escrever é meio planejado mas ligar os pontos que escrevo é onde entra a "improvisação". Eu estou escrevendo uma história e a tenho toda na minha cabeça, sei como ela se desenvolve, as cenas que precisam ter, e até tenho uma pasta no note chamada "Cenas Aleatórias"; Esse fds comecei a colocar o desenvolvimento em prática, começando do começo e ligando essas cenas aleatórias, foi fácil. Mas é questao de improvisação. Eu escrevi o A o C o E e o H, mas como farie para ligá-los A B C D E F G H? Entendeu o que eu digo? HSAUHSAUSHUSA É nesse momento que eu começo a seguir meu fluxo de consciência e vou escrevendo o que der na telha, e até agora não saiu nenhuma passagem lixo. Eu acho que é bom escrever o que você quer que seu livro tenha primeiro para você desenvolver e saber o que precisa deixar pronto até aquela tal cena rolar, e, até ela chegar, ir preparando o campo. Acho que funciona. E eu sempre tenho em mente de que o eu estou escrevendo agora é o primeiro rascunho de vários que eu vou fazer então fico de boa. Se não ta legal, tenho certeza de que quando eu for analisar tudo e mudar, vai ficar legal.

    ResponderExcluir
  3. Já li A Jornada do Herói e The Wrtiter's Joruney que é baseado no primeiro. Achei super interessante as ideias e ajuda muito você pensar nos conceitos que os autores propõem.

    Tenho Zen and the art of screenwriting mas ainda não o li. Prendendo fazer isso em breve. :)

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM