CCLivros CCResenhas

[Resenha Misturada] O Sol é Para Todos, de Harper Lee

16.3.13Paulo V.

por Paulo V. Santana e João Pedro Gomes


- Livro: "O Sol é Para Todos"
- Livro Único
- Autora: Harper Lee
- Editora: Círculo do Livro/Abril/José Olympio
- Comprar: Estante Virtual
- No skoob
* Esse livro faz parte do Charlie's Booklist [x]










Mini-crítica - Resumo: 

"To kill a mockingbird" (título original) começa como uma narração leve e bem escrita sobre a rotina de algumas crianças de férias e se transforma em algo mais quando o crescimento dos personagens é colocado em jogo. Se você for procurar, vai ver muito sobre "é sobre o preconceito racial", mas não é apenas isso que O Sol é para Todos mostra. Scout, a narradora, é uma menina "criada de qualquer jeito" por um pai viúvo advogado e sob a influência do irmão Jem poucos anos mais velho. Em vez de ser uma "dama", é como um garotinho por aí e ainda tem a audácia de aprender a ler antes de entrar para a escola. Essa vida diferente para a época dá à jovem o suficiente para encarar o mundo com outros olhos, então quando começa crescer em seu esforço para compreender a vida e as pessoas, acaba trazendo para narração reflexões que ganham um tom a mais por sua inocência infantil ("como é que pode a moça reclamar do que os nazistas fazem com os judeus e aprovar a condenação de um homem inocente só por ele ser preto?").

Não é um livro que busca trazer respostas, mas que de certo modo pode fazer o leitor voltar para a infância e crescer aprendendo um novo ponto de vista. “You never really understand a person until you consider things from his point of view... Until you climb inside of his skin and walk around in it.”

Mesmo considerado clássico, "O Sol é para Todos" tem uma narração mais simples do que muitos de hoje em dia. Não é uma opção apenas para entretenimento, mas quanto mais você refletir sobre a história mais vai entender porque ela vive entre "os melhores livros do mundo." E, de quebra, ainda foi um influência para muitos livros atuais, tipo Jogos Vorazes, Dezesseis Luas e As Vantagens de Ser Invisível.

Tanto o João quanto o Paulo amaram o livro, mas o que eles acharam de cada elemento? Será que eles gostaram da história o tempo inteiro? Saiba mais lendo a resenha completa. 




Sinopse: O livro conta três anos da história de duas crianças, Scout, a narradora da trama, e Jem, seu irmão mais velho.  Eles moram numa cidade pequena no Sul dos EUA, Maycomb, que é naquele estilo de “todo mundo conhece todo mundo” e o preconceito racial é praticamente o lema da cidade. Contudo, há figuras que contrapõe esse preconceito, como é o caso de Atticus Fincher, o pai das crianças.

Atticus é o advogado a defender Tom Robinson, um negro acusado de estuprar uma menina branca. Sobre esse pano de fundo, por meio de uma narrativa divertida e precisa, as duas crianças e seu amigo Dill passam a conhecer o estranho mundo em que vivem, encontram personagens inesquecíveis (Calpúrnia, Dolphus Raymond e, especialmente, o recluso Boo Radley) e descobrem os significados de palavras como respeito e tolerância.

Demorou, mas saiu a nossa opinião sobre “O Sol é Para Todos”! Esse foi o primeiro livro do Charlie’s Booklist, o nosso projeto literário de 2013. Como quase todo mundo da equipe está participando do projeto, optamos por fazer as resenhas no estilo “misturada”, para que possamos agrupar nossas opiniões. Dessa vez, quem opina é o João Pedro (um dos novos integrantes do blog!) e o Paulo (eu!).

O livro não teve muitas opiniões divergentes, como aconteceu com os filmes que já fizemos resenha misturada, nós dois gostamos bastante, mas temos considerações a fazer.




Edição da Abril
>>>João
"O Sol é Para Todos foi uma grande surpresa para mim.”, é assim que o João começa a falar sobre o livro.

A surpresa aconteceu por causa de ideias precipitadas sobre o livro. O motivo? É um clássico e, como acontece para muitas pessoas, o fato de um livro ser considerado um clássico acaba com a animação. “Linguagem difícil de compreender. Chato. Entediante. Etc. A sinopse é meio boring e comecei a leitura pensando que o livro se resumiria ao que ela dizia da história.”

Dessa vez, o “porém” foi positivo: felizmente, ele estava muito enganado. Agradou o João a infinidade de “coisas e até mesmo alguns temas meio complexos” que o livro aborda. Ele também diz que isso poderia dar errado e fazer um livro cansativo, mas a brilhante narrativa da Harper Lee é o toque especial.

O maior trunfo do livro é, para ele, o fato de a Harper Lee ter conseguido, através dos olhos de uma criança, “criar uma visão de mundo ingênua e encantadora, e tudo escrito de uma forma tão convincente que poucos autores conseguiriam fazer o mesmo sem tornar a protagonista surreal demais.

Os personagens também foram um dos pontos altos do livro, porque todos são profundos, até mesmo os secundários. “Todos têm uma personalidade única, suas próprias crenças e conflitos internos, o que os torna incrivelmente reais, dando ainda mais riqueza à trama”.

No fim, o João entendeu por que o livro se tornou um clássico: “ele é completo em vários sentidos”. Os personagens, o enredo, a narração e os temas abordados foram tão bem pensados que o João acredita que renderiam muito mais que um mês de análise e discussão no Charlie’s.

Contudo, “O Sol é Para Todos” não entrou nos favoritos do João, mas foi uma leitura muito especial. Por isso, levou 4,5 conversinhas.

Nota: 4,5/5 conversinhas


Edição do Círculo do Livro
>>>Paulo
Para mim, é impossível não gostar de “O Sol é Para Todos”. Mesmo que o livro não tenha uma grande influência sobre a pessoa, não há como dizer que ele é ruim. A história é ótima, a narrativa é agradável e a Harper Lee escreve muitíssimo bem.

A pessoa pode até não achar tão bom como dizem, mas, se ela parar para refletir, vai encontrar o “elemento wow” do livro. Estou dizendo isso porque foi exatamente assim comigo.

Primeiramente, logo após o fim da leitura, eu não dava nota máxima, porque senti falta de algo, mesmo achando bom. Confesso que até me perguntei o porquê de todo o prestígio que o livro recebe. Porém, depois de pensar, ler as ideias de outras pessoas e debater sobre o livro na discussão, ele me agradou ainda mais. Refletir sobre todas as qualidades da obra me fez dar nota máxima e marca-lo como favorito.

Para exemplificar, a diferença na estrutura da primeira e da segunda parte do livro foi uma das coisas que eu gostei mais depois de pensar. A princípio, estranhei o fato de na primeira parte cada capítulo ser independente e na segunda ser uma única história ao longo dos capítulos. Mas depois de perceber que havia um motivo por trás disso e também por trás de todos os outros elementos do livro, me dei conta da genialidade de Harper Lee.

Tudo o que o João disse sobre ela é verdade, a Lee é fantástica. Agora sou mais um dos leitores do mundo inteiro que chora por “O Sol é Para Todos” ser seu único livro.

Como disse, o livro entrou para os favoritos, mas por um motivo diferente do habitual. Enquanto muitos me encantaram pela importância que eles tiveram em mim, “To Kill a Mockingbird” me encantou pela altíssima qualidade, presente da primeira até a última página.


Nota: 5/5 conversinhas (e marcado como favorito!)


Ou seja...

Esse é o Jem com a Scout (fantasiada de presunto <3) numa cena do filme.

TODOS VOCÊS QUE AINDA NÃO LERAM O LIVRO TÊM QUE SAIR CORRENDO PARA COMPRAR (e ler, é claro) AGORA!!!!!!!!

Sério, essa é a única coisa que eu consigo dizer e acredito que tenha sido a conclusão de vocês depois de ler a opinião do João e a minha (se não foi, você está vivendo errado –nnn).

Mesmo que “O Sol é Para Todos” não entre para os seus favoritos (como aconteceu com o João), você vai gostar do livro. Não há como não reconhecer a qualidade do único livro de uma das maiores autoras americanas, Harper Lee. Se a opinião de duas pessoas não basta, saiba que o livro teve aprovação de todo mundo que participou das discussões do Charlie’s Booklist. Além disso, o livro foi o vencedor do Prêmio Pulitzer de 1961. Deu para perceber a força que ele tem, né? 


Sobre a nota: Com a resenha misturada, deu para ver como o livro é bom, mesmo que de pontos de vista diferentes. Como uma nota foi 4,5 e a outra 5, a média 4,75. Mas, qual é, 4,75 é a mesma coisa que 5, né? hahaha

Classificação:

(5/5 conversinhas)

http://conversacult.blogspot.com.br/2012/12/charlies-booklist-2013-as-vantagens-de.html

TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Estou ansiosa para ler esse livro, li a resenha e adorei! Não achei pra comprar nas livrarias da internet, livro novo, mas encontrei em um sebo e estou esperando ele chegar. Gosto da indicação desse tipo de leitura, pois hoje em dia os livros são, em sua maioria, voltados para adolescentes. Depois que eu ler deixou minha conclusão aqui no blog, se vocês quiserem claro. Ah, e sem esquecer amei o blog, parabéns! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rhuana!

      O Sol é Para Todos foi mesmo um livro muito profundo, acho uma leitura super válida para todas as idades! Esperamos que goste do livro tanto quanto nós \o/ E adoraríamos saber sua opinião sobre ele, volta aqui depois pra conversar com a gente :D

      E se você gosta mesmo desse tipo de literatura, fica a dica pra entrar no Charlie's Booklist! Só clicar ali na imagem no fim do post pra saber mais detalhes sobre o projeto. Tem vários livros bacanas.

      Também não encontramos nenhuma edição nova de O Sol é Para Todos disponível, mas têm versões bem bonitinhas nos sebos e tal. Sou apaixonado pela minha, com capa dura e -

      Enfim. MUITO obrigado por comentar <33 Ficamos muito felizes quando vemos que as pessoas estão gostando do nosso trabalho!

      Abraços, e volte sempre :D

      Excluir
    2. Rhuana, essa é a parte em que você ignora o fato de eu ter te indicado o Charlie's, não vi que você já tinha entrado -q Desculpe. Ando meio desatualizado esses dias...

      De qualquer forma, bem vinda ao projeto :D

      Excluir
    3. Imagina, sem problemas. Estou meio perdida no projeto pois ainda não li As Vantagens de Ser Invisível e como vi a indicação desse livro antes de saber do projeto não estou acompanhando o livro do mês, mesmo assim quero ler a "charlie's booklist" hahahaha... Logo volto para comentar minha conclusão do livro, ele ainda não chegou :~~

      bjo.

      Excluir
  2. 'Achei o livro incrível ...pois fala de um assunto muito polemico "preconceito racial "...sabe eu não entendo como as pessoas ainda tem preconceito no século xxi no ano de 2014....

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM