Agressividade CCdiscussão

Discussão: O Chris Brown é que tá certo de ter batido na Rihanna

2.3.13Conversa Cult


Primeiro dia de março, que na verdade é o segundo porque já passou da meia noite (finge que ninguém viu!!!) e começamos com uma nova sexta temática! O que vamos falar em março? Especial sobre o aniversário da Dana. AEEEEEEE só que não. Vamos trazer a nossa coluna de discussões para destaque e a cada sexta traremos um tema para refletir. Hoje, para começar, será: já reparou na influência do mundo a sua volta?


Okay, deixemos esse lado "professor de escola" de lado. Você não precisa ficar sério para falar de coisa séria. Pensar deveria ser algo natural. 


Sabe, tudo influencia na formação de uma pessoa e na forma como ela vê o mundo, pequenos detalhes que passam até despercebidos. Nós vivemos em um mundo de ideias - e temos duas opções: ou você dominas as ideias, ou elas vão te dominar.

Vou usar um exemplo com o meu irmão porque irmãos sempre são cobaias. 

Outro dia por aqui de brincadeira veio o assunto Rihanna e Chris Brown, então a história acabou numa piadinha sobre o meu irmão bater na namorada e no final ele disse a frase a seguir:

"Ah, tudo bem bater, depois eles ficam juntos!"

Foi uma brincadeira, dentro de um contexto e fazendo como se o namoro do meu irmão imitasse o da Rihanna e do Chris Brown. Mas repara só como a lógica, mesmo que sem querer e na inocência, vai pelo caminho errado.

Deixa eu tentar outra vez.

Vou fazer sexo com um cachorro. Não! Com um cavalo que é melhor.

Eu sinto que o assunto ficou mais sério e até considerei não colocar algo pesado assim aqui, mas perde o objetivo se não colocar. Você não fala brincando que vai fazer isso. Então por que está tudo bem dizer que vai bater na sua namorada até fazer ela ir parar no hospital? 

A questão aqui não é julgar a Rihanna por reatar com o Chris Brown, porque, mesmo que eu não concorde com atitude dela, não acho correto sair por aí julgando as atitudes dos famosos nem de ninguém. A questão é: não se vê muitas discussões sobre o assunto. Com isso, as pessoas começam a achar que é normal e banalizam a violência doméstica.

clique para ver maior
O mesmo aconteceu sobre a linha de cadernos da Jandaia, uma marca consolidada e de respeito, que fez cadernos que seriam divertidos na voz de um adolescente entre amigos, mas que apresentados por um nome de influência fica mais sério. Nos cadernos há sexismo, mostra o estupro como algo legal e ainda incentiva o esterótipo de "machão espertinho que enche a barriga, fica de perna pra o alto e come as mulherzinhas."

Por que é mais sério quando uma marca e não uma pessoa comum diz? Ou não faz diferença? Por que é importante discutir algo assim? Será que tanto faz se a Rihanna volta com o Chris Brown? Está certo o Chris Brown bater na Rihanna? E os cadernos até que são divertidos...

O título do post foi para chamar atenção e fazer pensar. Pode ser certo. Pode estar errado. Provavelmente está certo e errado. Nós temos muito o que falar nesse mês. Você pode vir falar também. Se preparem para conversar nas próximas semanas!

-dana martins e paulo v. santana

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Oi, concordo com você, no final a vida é deles, mas não devemos julgar e nem muito menos apoiar ou ser do contra.
    Cada um escolhe a vida que quer, sempre aprendi isso, então adorei o psot.
    bjs
    Território das Garotas
    twitter

    ResponderExcluir
  2. É mais comum você ouvir: "Ah Rihanna voltou para o Chris Brown, ela gosta de apanhar mesmo" ninguem,nunca discute, "puts, o cara bateu na Rihanna, que otario" Qual a diferença dos dois comentários? Machismo... "Normal a mulher apanhar, e se ela não quer apanhar que separe do Chris".
    As escolhas que o Chris Brown faz ninguem, comenta, porque a sociedade é muda diante das escolhas do homem, como se não se pudesse questionar a decisões deles.
    As escolhas que a Rihanna faz todos se mobilizam, e logo se prontificam a dar suas opiniões, porque as escolhas da mulher sempre devem ser questionadas, porque ela é frágil, não sabe o que faz.. Isso é o que todos pensamos, são as ideias que estão no nosso subconsciente, nem nos damos conta, fomos condicionados socialmente a essas conclusões.
    Acho super legal, o blog abrir espaço para esse tipo de discussões, vocês subiram no meu conceito! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXATAMENTE isso, Talita.

      Isso acontece em basicamente todos os casos de violência doméstica que vão a público. Quando a mulher continua com o cara mesmo depois de ter sido agredida, o povo sempre fala que ela está errada e que MERECE apanhar. E o homem é o vilão, mas as pessoas quase não lembram disso. Só pensam em chamar a vítima de culpada...

      A sociedade em que vivemos é realmente triste...

      Enfim, obrigado pelo comentário e pelos elogios! Ficamos muito felizes :D

      - Paulo Vaughan

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *