André Vianco autores nacionais

Três livros de... autores nacionais

6.9.12Dana Martins



Heey! Mais um post da coluna 'Três livros sobre...'* e dessa vez é um pouco diferente (começando pelo título, que teve o "sobre" trocado por "de"). Com a aproximação do 7 de setembro, muitos blogs estão fazendo um especial sobre 'dia de apoio ao escritor nacional', que deve durar a semana inteira. Nós do CC resolvemos então ir nessa onda e indicamos três livros nacionais, cada um lido por uma pessoa da equipe. As fotos aqui em cima são dos escritores brasucas, na ordem: Raphael Draccon, Estevão Ribeiro e André Vianco.
*Essa é uma coluna da Iris Figueiredo no Literalmente Falando, chamada 'Três livros sobre...', que nós estamos usando aqui no blog. O primeiro foi Três livros sobre... amor, feito por todos da equipe.


"Dragões de Éter - Caçadores de Bruxas" é o primeiro livro de uma trilogia brasileira, embora não pareça o tipo de livro brasileiro com que você está acostumado. Eu mesma li o livro há uns dois anos. Por algum acaso, eu comecei pelo segundo volume - um erro comum, porque o autor mudou de editora enquanto escrevia a série. De qualquer forma, só para você saberem, "Caçadores de Bruxas" é o primeiro mesmo. :) 

Pra começar, "Drações de Éter" conta uma história que acontece em um outro mundo, onde fadas existem. E não, não há dragões, apesar de a referência do título acusar isso. Esse mundo diferente há muito anos presenciou uma era de guerra, sangue e morte, por conta da criação da magia negra (que se desenvolveu porque algumas fadas se voltaram contra as outras raças). No entanto, esse tempo já passou, e hoje todo mundo em Nova Ether vive em paz.

Ou não. O que você precisa entender é que Dragões de Éter tem um nível de complexidade muito grande para resumir em 3 ou 4 parágrafos (um dia eu escrevo um CCIndicação para poder explicar melhor). De qualquer forma, o que dá pra saber é que o livro narra a vida de sete jovens, em diferentes estágios da vida adulta, que começam a perceber e presenciar coisas estranhas acontecendo, coisas que não deveriam acontecer em uma era de paz.

O número de referências à cultura pop e a contos de fadas é gigantesco, para dizer o mínimo. Cada um desses sete jovens de alguma forma faz uma ponte com alguma coisa que você já tenha ouvido falar. Desde Chapeuzinho Vermelho, até João e Maria e a Princesa e o Sapo. Além disso, é um desses livros que fazem você pensar - e muito - depois que termina. Eu considero a série toda muito poética.

-Igraínne Marques



Eu sempre tive curiosidade em ler esse livro. Primeiro porque todos falam muito bem dele (se não me engano, os direitos foram até vendidos para uma editora italiana), segundo porque ele é de um autor nacional (sempre vale a pena experimentar) e terceiro por causa do tema em si. Então, quando eu vi a versão em ebook para o kindle por apenas cinco dólares, resolvi comprar.

“A Corrente” fala, obviamente, de uma corrente na internet. Tudo começa quando Roberto, um homem que ganha a vida como hacker (e roubando o dinheiro da conta das pessoas que têm a infelicidade de digitar os próprios dados na cópia - do site do banco - que ele cria), recebe um email, na verdade, uma corrente. Por pura brincadeira, Roberto resolve passar o email para sete pessoas, como pede Bruna, a remetente. Porém, o que o homem achou que nunca fosse acontecer aconteceu: as pessoas que receberam a corrente morreram de forma cruel e, para piorar, ele anda tendo sonhos macabros com uma menina.

Tenho que confessar que eu sou quase uma criancinha para qualquer coisa de terror. Seja um filme, um programa de TV e até um livro, eu vou ficar com medo antes de dormir. É um fato. E, bem, “A Corrente” conseguiu fazer isso muito bem. O livro tem um ritmo muito bom e te faz com que você não consiga largá-lo, além de te envolver na história, fazendo você querer saber a origem da corrente e tudo mais.

É um livro que eu recomendo bastante para quem gosta de um bom thriller. É uma leitura super rápida por conta do pequeno número de páginas e ainda tem uma história muito bem fechada, daqueles livros que você vê que cada detalhe e característica de um personagem não foi feita sem motivo, tudo se junta e forma um círculo perfeito. Sem dúvida leva quatro conversinhas e ainda dá vontade de ler mais do autor.

-Paulo V. Santana



Eu li esse livro faz muito tempo, muito mesmo. Mas achei que valia a pena trazer ele para o Especial Nacional. "Os Sete" é do autor André Vianco e eu acredito que ele é um dos primeiros com um livro sobrenatural voltado mais ao público jovem que conseguiu algum destaque no Brasil. Eu gostei de ter lido e vale a pena conhecer.

A história de "Os Sete" começa quando Tiago e uns amigos mergulham para ver os restos de um antigo navio atrás de algum tesouro e acabam retirando do fundo do mar uma estranha caixa de prata. E é aí que as coisas dão errado... Sete vampiros despertam e Tiago precisa conter o problema enquanto o número de vítimas não para de crescer. O livro, em si, é uma mistura de ação, mistério e sobrenatural com uma escrita bem feita que já vale a pena simplesmente por ser bom para quem gosta do estilo.

Mas enquanto eu lia o que eu com certeza mais gostei é que tudo acontece no Brasil e parece real. Os cenários, as cidades e os personagens são daqui, mas bate peito a peito com qualquer história do tipo lá de fora. Pessoalmente, acho MUITO legal ver uma história assim em um lugar perto de mim.

A mitologia também vale super a pena. Só para dar ideia: um dos vampiros também é um lobisomem. O QUÊ? Isso mesmo. Cada um dos Sete tem um poder específico, é muito legal. Faz mais de 5 anos (!) que eu li esse livro e a história ainda volta na minha cabeça de vez em quando. 

-Dana Martins


E aí, gostaram? É legal conhecer um pouco dos livros nacionais porque muita gente acha que escritor brasileiro não sabe escrever ficção, muito menos fantástica voltada para Jovens Adultos. E no entanto, tem muita gente boa por aí que tem tanta qualidade quanto os autores lá de fora. 

Conhece algum livro nacional bem legal que a gente não citou? Comenta! Já ouviu falar de algum dos três? Já leu? Comenta também! Queremos saber a sua opinião! 

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

7 comentários

  1. Oi, gente (:

    Genial esse "Três livros sobre/de". Sério. Acho que foi o melhor post dessa coluna até agora... vale a pena valorizar os autores nacionais, não é?
    Dos livros que vocês citaram, eu só tinha ouvido falar de "Dragões de Éter". A capa é incrível, não deixa a desejar pra nenhuma dos livros lá de fora. E o engraçado é que, mesmo eu me deparando com o livro quase todos os dias, achava que ele era sobre dragões (por causa do nome mesmo) D: SÉRIO. Estou em choque neste momento. Sempre ouvi falar muito bem do Raphael e nem parei pra saber mais sobre o livro... que feio, João. COM CERTEZA vou pesquisar mais sobre os livros e adquiri-los assim que possível.
    Também achei interessante o livro "Os Sete", principalmente pelo fato de existirem sete vampiros com poderes específicos. Eu adoro isso (consequência de assistir Naruto). Também vou ler assim que possível (:
    Como eu disse no meu último comentário aqui do blog, comecei a ler "O Inverno das Fadas", da Carolina Munhóz (que por acaso é namorada do Draccon) e estou gostando bastante. Assim que terminar eu digo o que achei :D

    Bom...Obrigado pelas dicas :) Estão incríveis (sério,vocês se superaram nessa -q).

    Ah, aliás, estou assistindo o VMA neste momento! Eu adooooro essas premiações da MTv. Vocês estão assistindo também? \o/ Espero que sim (: (a Demi acabou de entrar com "Give Your Heart a Break", omg).

    Até logo, gente. Abraços o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Eu tenho Dragões de Éter aqui desde o ano passado (eu acho?) e eu até comecei a ler, mas por motivos desconhecidos eu parei. ;x Espero um dia voltar a ler porque eu realmente estava gostando da história. E sobre os livros do Vianco, confesso que não tenho interesse. Ele parece um bom escritor, mas eu não gosto muito de histórias de vampiros. Para falar a verdade, tenho fugido de todo livro sobrenatural que aparece, já me cansei do estilo. :~

      E sério que a Carolina é namorada do Raphael??? EU NÃO SABIA! :O HAHAHAHHA

      Sobre o VMA, eu não assisti porque estava no cinema, mas acho que mesmo que tivesse em casa não assistiria. Tenho uma certa implicância com as premiações da MTV. lol

      - Paulo

      Excluir
    2. Oi, João!

      Diferente do Paulo, eu sabia que o Raphael namorava a Carolina UHUHSUAHUHUSA. Depois que você acabar o livro dela, fale se gostou :)

      E eu assisti o VMA! Confesso que também tenho implicância, mas eu sempre acabo assistindo a alguma coisa, nem que sejam só partes e etc.

      Beijão!

      Excluir
    3. Ois, Igra e Paulo o/

      Então, ontem eu assisti o VMA até o fim... bom, o que posso dizer é que já houveram melhores :P Não gostei muito das apresentações e nem dos clipes premiados... os pontos altos da noite foram a P!nk e a Taylor Swift se apresentando, porque o resto... decepcionou.
      Assim que eu terminar "O Inverno das Fadas" eu digo o que achei (: Pretendo terminar ainda neste fim de semana.
      E Paulo, que filme você foi ver no cinema? Estou querendo assistir algo, pois faz um tempinho que não vou, mas preciso de dicas.

      Enfim... até logo, gente (:

      Excluir
    4. Vi "O Vingador do Futuro" e ADOREI. haha :)

      - Paulo

      Excluir
  2. Adorei a homenagem aos autores nacionais. Li Os Sete, Sétimo e Bento, do André Vianco, e adorei. Adorei o post. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo texto sobre meu livro, A Corrente! Estou preparando meu segundo thriller paranormal e espero lançá-lo no primeiro semestre de 2013.
    Atenciosamente,
    Estevão Ribeiro

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM