CCFilmes CCLivros

[Livro vs. Filme] Jogos Vorazes

8.4.12Paulo V.

por Paulo V. Santana


Março acabou, mas "Jogos Vorazes" continua aqui no blog (*todos comemora*). A produção que tanto agradou não só como filme, mas como adaptação merecia um espaço no "Livro vs. Filme", né? Veja abaixo a sinopse feita por mim e depois clique em "Continue lendo!" para ler a crítica! 

>>>A História
Em um futuro indeterminado, a América do Norte é destruída e sobre o que restou dela nasce a nação de Panem, composta por uma Capital e 13 distritos. A Capital é rica e luxuosa, enquanto a maioria dos distritos é bem pobre e são eles que produzem itens (carvão e transportes, por exemplo) para os cidadãos da Capital. A maioria dos distritos não está satisfeito com essa situação, então, o distrito produtor de energia nuclear, o 13, resolve se rebelar. Uma guerra acontece e, obviamente, a Capital vence. Para mostrar seu poder superior, o Distrito 13 é completamente bombardeado e, para evitar novos levantes, são criados os Jogos Vorazes. Os Jogos são um reality show onde cada um dos distritos tem que oferecer dois tributos – um masculino e outro feminino, de 12 a 18 anos – para se matarem e, no final, só um fica vivo. 

Katniss Everdeen é a tributo femino do Distrito 12 - o mais pobre de todos - da 74ª edição dos jogos. A garota tem apenas 16, mas é mais madura que muita gente mais velha. Após a morte do pai, anos antes, Katniss passou a ter que sustentar sozinha a mãe e a irmã. Com a habilidade de caça herdada do pai, sobreviverá ou não aos Jogos?

 >>>O Livro

- Livro: Jogos Vorazes
- Série: Jogos Vorazes #1
- Autor: Suzanne Collins
- Editora: Rocco
- No skoob


Todas as pessoas que fazem resenhas falam a mesma coisa "É difícil fazer resenha de um livro que você gosta muito." E eu concordo plenamente, portanto, fiquem de sobreaviso quanto a esta crítica.

Preciso confessar para vocês: eu comprei o livro por causa da capa. Estava eu na livraria procurando o outro livro da Suzanne Collins, 'Gregor, O Guerreiro da Superfície', e o atendente me disse "Ah, você está interessado nesse livro? Acho que você deve gostar desse outro, acabou de lançar e é da mesma autora." Eu olhei para a capa, dei uma lida rápida na quarta-capa e resolvi levar os dois.

Só fui ler o livro um mês depois de ter comprado, se não me engano. Vocês não tem noção de como me arrependi de não ter lido antes. Jogos Vorazes é fantástico - mas isso vocês já devem saber, né? haha.

Bom, não vou me alongar falando da história, personagens, etc porque além de ter uma sinopse estendida feita por mim aqui em cima, vocês podem ler mais no nosso Centro de Treinamento.

Uma coisa para se comentar sobre o livro é que ele não é só mais um "livro juvenil", algumas pessoas podem não pegar a densidade da história, ela é muito mais adulta, apesar de o maior público estar mais pro juvenil. Isso é muito bom e acredito que tenha sido a intenção da Suzanne. Veja, muitas pessoas da minha idade (talvez até eu mesmo) não teriam refletido sobre os temas abordados (leia o CdT comparando a série com a realidade!).

E um aviso para quem pega o livro à procura de romance: esse não é o foco do livro. Sem desmerecer séries que focam nisso*, Jogos vorazes vai além. Há romance em Jogos Vorazes? Claro que sim, mas esse não é o foco do livro. O romance que existe no livro é natural para a vida da Katniss - ou você vai me dizer que não há romance na vida de uma pessoa de 16/17 anos?
*Atenção: eu não estou criticando livros cujo foco é romance (como "Crepúsculo" mesmo), eles podem ser tão bons dentro do seu meio como Jogos Vorazes é no dele.

Uma coisa que me incomodou no início foi que o livro não tem um ritmo muito bom logo de cara. No começo do livro as coisas ainda estão se desenvolvendo e o ritmo só começa a crescer mesmo depois da entrevista com os tributos e o início dos Jogos (lá para a página 130 do livro). Já entrando na parte do filme, essa coisa do ritmo acabou refletindo um pouco nas telonas mesmo tendo um início meio corrido.

Não tenho muito para comentar que não tenha sido apontado nos posts sobre o livro, então é isso. E nem preciso dizer quantos conversinhas o livro levou, né?


>>>O Filme

- Roteirista: Gary Ross, Billy Ray e Suzanne Collins
- Diretor: Gary Ross
- Distribuidora: Paris Filmes
- Elenco: Jennifer Lawrence (Katniss Everdeen), Josh Hutcherson (Peeta Mellark), Liam Hemsworth (Gale Hawthorne),... 

Adaptações de livros para filmes (e para séries de TV também) são sempre um problema. Em geral, isso acontece porque elas nunca agradam a todos.

Primeiramente, já digo que eu sempre irei defender adaptações cinematográficas (vamos deixar "Percy Jackson & O Ladrão de Raios" para outro post, tá?). Isso porque elas não são os livros em live-action e sim ADAPTAÇÕES dos livros.

Algumas pessoas não entendem que quando eles fazem filmes eles não têm só que agradar os fãs dos livros, eles têm que agradar o público no geral. Imagina, você faz um filme exatamente igual ao livro - com todas as cenas, falas e tudo mais. O filme vai ser um lixo. Não adianta dizer "Ah, os fãs vão amar!" porque não vai ser bem assim. O filme provavelmente vai ter umas quatro horas de duração, ou seja, vai ser cansativo - além de que deve ter algumas cenas tão paradas que vai dar sono nos espectadores. E se fosse assim, não teria uma continuação, já que todo mundo iria dizer que não gostou do filme e a bilheteria provavelmente seria muito baixa e a produtora teria prejuízos.

As pessoas têm que se tocar de que ninguém compra os direitos de um livro pensando "Oh, vou fazer um filme porque os fãs são lindos", o pensamento é outro; é mais para "Essa série tem muitos fãs, parece ser muito promissora. Irei investir, o retorno deve ser bom". Então, eles precisam fazer as mudanças necessárias para o filme funcionar como um filme mesmo. Veja as adaptações de "Harry Potter". No geral, nenhum dos filmes é extremamente fiel ao livro, mas eles são bons filmes e é isso que fez a produtora fazer a série até o fim.

Ok, agora que terminei meu discurso posso falar de "Jogos Vorazes". O filme é muito bom nos dois quesitos: filme e adaptação de livro. De verdade, acho que nunca vi uma adaptação de um livro tão fiel.

E o engraçado é que o espectador entra na sala de cinema já sabendo que o filme vai ser uma boa adaptação - tendo em vista que a própria autora do livro participou da escrita do roteiro. Obviamente, isso contou muito no resultado final. É claro, algumas diferenças foram necessárias entre o filme e o livro para que o filme funcionasse. A principal delas é a mudança no ponto de vista - no livro, vemos a história sob a perspectiva da Katniss, já no filme, a perspectiva é de uma pessoa de fora.  Todas elas são compreensíveis e vou comentar algumas abaixo

Atenção: spoilers do filme e do livro a partir de agora. Aviso quando terminar.

Para começar, uma coisa que muita gente reclamou: a mudança da entrega do broche do tordo. No livro é Madge, a filha do prefeito, que o entrega para Katniss. No filme, Katniss acha o broche no Prego  e o dá de presente para Prim como um símbolo de proteção, que por sua vez o devolve para Katniss como proteção nos Jogos. A mudança é positiva porque como o filme é em 3ª pessoa, poderíamos não perceber o forte laço entre Katniss e a irmã. O único problema no meio disso é que em "Em Chamas", o segundo livro, descobrimos umas coisa (não vou dizer o que porque pode ser spoiler para algumas pessoas) que é o verdadeiro significado do broche ter sido entregue para Katniss. Mas confio no roteirista e espero que eles mantenham esse significado.

Reclamações também rolaram por conta da falta do pão que o Distrito 11 dá para Katniss após a morte de Rue. Bom, de início eu também não gostei dessa mudança, mas depois de pensar sobre o assunto percebi que ela foi necessária e se adequou. Veja, se eles fossem colocar o pão, seria preciso uma explicação (povo do Distrito 11 se juntando para conseguir pagar, explicar a coisa dos pães de cada distrito, etc) para não ficar muito aleatório. Além disso, para ficar bom, precisaria de mais tempo de filme. E com a cena da rebelião no Distrito 11, já tivemos uma introdução para o clima tenso do próximo filme.

Outra mudança que algumas pessoas reclamaram e eu entendi foi por que eles não colocaram a história da avox ruiva. A história dela é importante, mas não agora, então acredito que eles tenham deixado para contar a história dela no próximo filme (até porque se colocassem agora, o espectador que não leu o livro acabaria não dando importância e no próximo filme já teria esquecido dela). Vi também umas reclamações absurdas como "Pô, a Katniss mal está na arena e já acha água! No livro ela leva dias para achar". Gente, menos, né? A pessoa queria o que, 30 minutos de filme só com a Katniss atrás de água? Houveram também reclamações quanto à Cornucópia do filme não ter formato de concha, mas essa mudança é meio óbvia. Não teria como fazerem a Katniss, o Peeta e o Cato ficarem em pé em cima de uma concha sem soar muito falso, né? E se vocês olharem bem as fotos da cornucópia, em um certo ângulo ela lembra uma concha sim!

Fim do spoiler. Vocês podem ver todas as cenas adicionas e com comentário aqui (em inglês). Com certeza, leva 5 estrelas como filme e adaptação de livro.

>>>Resultado

Empate. O livro e o filme se completam, ou seja, no livro temos informações que faltam no filme (sim, o filme tem certos furos. Minha mãe foi comigo em uma das vezes que fui assistir e no fim me fez algumas perguntas), e no filme temos algumas informações adicionais, coisas que não foram mostradas no livro.

Até mais o/

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. A única coisa que eu senti uma falta maior durante o filme foi aquele tempo de relacionamento Katniss x Rue. A menina morreu, e o pessoal que foi assistir comigo e não leu o livro não entendeu porque a Katniss tava se esgoelando de tanto chorar, mas o livro traz essa relação das duas de uma forma tão mais profunda...
    Sou uma fã muito chata, mas por ser a única "amiga" que a Katniss teve lá dentro (além do Peeta bobão), eu achei que A Rue merecia um pouquinho mais de foco.
    Fora isso, o filme (que eu achei que ia decepcionar horrores) me fez sair do cinema feliz por ter pago a entrada inteira, coisa que é bem difícil ultimamente.
    Adorei o jeito como trabalharam em cima do personagem do Cinna e do Haymitch (e se não estiver escrito certo, vai ficar assim mesmo), o cenário foi exatamente do jeito que eu imaginava e nossa. Resumindo: morri de amores. :)
    É isso, se eu continuar falando sobre o filme vou acabar escrevendo um livro aqui.

    ResponderExcluir
  2. "Oh, vou fazer um filme porque os fãs são lindos" KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK morri.
    Realmente fazes adaptações apresenta uma série de dificuldades, claro que euespera mais de JV, mas é um impasse muito grande ter que agradar pessoas de todas as idades, sexo e gostos. Me surpreendi com as atuações e o cenário.

    ResponderExcluir
  3. É vc falo TUDO "elas não são os livros em live-action e sim ADAPTAÇÕES dos livros" eu até fiz um video sobre isso porque é impossivel fazer um filme exatamente como a imaginação de cada pessoa que leu! rs Alias, todo seu pre comentario eu concordo!
    Agora sobre o filme, achei a mudança do tordo a PIOR! Tipo, foi desnecessaria da forma q fizeram e se era pra 'tirara aquela personagem (q ela nem existe no filme, pelo visto) poderiam ter feito algo com mais 'significância! Justamente por essa questão do livro 2 e tb pq ficou meio 'sem noção' ela simplesmente ganhar de uma pessoa q tb passa fome e vendia a coisa pra viver..
    Agora as demais, não liguei.. O pão realmente achei indiferente. A Avox nem senti falta pq ia ficar mt coisa (e nem lembro da historia dela no livro) e a coisa da agua mt gente reclamou mas foi a mudança mais basica e necessaria pq imagina ficar meia hora de filme so caçando agua? Bem, teriamos que ficar 5 horas no cinema!
    Mas o fato é que como estava esperando outra coisa (nem sei o que, mas outra coisa, outro modo de contar) não fiquei tão feliz ao sair da sessão. E acho mesmo q pra quem não leu, talvez algumas coisas não fiquem claras! Mas agora é so esperar o proximo!

    bjs
    Evellyn!

    ResponderExcluir
  4. "vamos deixar "Percy Jackson & O Ladrão de Raios" para outro post, tá?" Ahh, que bom que você falou isso. então vou esperar por esse... ;P

    Enfim,sim, o filme ficou uma adaptação muuuito boa. Eu gostei bastante, e entendo perfeitamente isso de mudanças para as telas. Algumas das mudanças nem ficaram ruins, pelo contrário, gostei até de bastante coisa.Mas teve 3 momentos que me decepcionaram muito, fora isso, só maravilhas!
    (caso tenha algum curioso com os 3 momentos: http://www.bookpetit.com/2011/12/book-trailers-8d-4.html)

    Adorei o post, concordei com quase tudo (esperemos Percy Jackson) :D
    Beijitos

    ResponderExcluir
  5. Eu li o livro e assisti ao filme, e, tenho que dizer que o trabalho de Gary Ross (diretor do 1º filme) foi surpreendente, ele seguiu fielmente o livro! Gostei muito do post, bem detalhado em relação aos dois :D

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *