CCAnálise CCConversa

Por que eu simplesmente não consigo...?

9.8.18João Paulo Albuquerque


"Por que eu simplesmente não consigo crer Nisso?", essa é a pergunta que eu me faço em vários momentos e eu ainda me sinto culpado de não conseguir. Se você não entendeu, eu me refiro à Ele, ao Deus Todo-Poderoso.

"Qual o propósito desse texto?", vocês podem perguntar. Eu não sei. Sou eu, sentado, escrevendo e colocando tudo em ordem do que penso sobre não conseguir crer que esse Deus possa salvar ou ter algum poder que interfira na vida terrestre de nós, meros mortais.


Um dia aí - não lembro precisamente quando -, eu e meus pais conversamos sobre um radialista que meu pai escuta e o cara não tem religião, mas prega que Ele te leva para os caminhos que você precisa trilhar e ajuda e essas coisas e minha mãe falou de um acidente nos Estados Unidos em que houve um atropelamento de não só uma pessoa, mas várias. E nisso, o pensamento final era de que pelo menos outras pessoas não haviam se machucado. PORÉM, eu questionei, porque é inevitável, meu cérebro agiu mais rápido e questionou.

"Não estou negando que as pessoas que ficaram salvas são uma coisa negativa, mas se Ele é tão onipresente e tão onipotente porque ele não salvou também aquelas outras pessoas, sei lá, metendo uma tramoia na cabeça dessas pessoas e fazendo-as sair dali antes do acidente. E se o que algumas pessoas afirmam  está certo, porque ele, que supostamente poderia controlar nosso destino, não fez outro destino para aquelas pessoas?"

Quem leu Percy Jackson (ou estuda Mitologia Grega) vai reconhecer a referência do GIF.

Eu simplesmente não consigo crer que eu sou mais sortudo por causa de uma intervenção divina, ou alguém seja mais sortudo por alguma intervenção divina, sendo que durante o Nazismo não houve essa intervenção. Ou a grande crise de fome na África. Ou os Campos de Concentração para LGBTQs na Rússia...

Não me entenda mal, eu acredito Nele, só não acredito que Ele seja onipotente e que possa interferir na vida humana. Eu acredito que Ele, assim como muitos outros são criações humanas e que de certa forma precisamos desses Deuses - e pelo menos para mim, eles existem como uma manifestação humana e da natureza. Alguns não precisam, outros sim. Cada um tem seu motivo.

Entretanto, eu não vivo pensando nisso porque parece que algo dentro de mim meio que... quebra (?) Eu começo a ter vontade de chorar e fico meio pra baixo. Afinal, parece ser péssimo chegar numa conclusão que tudo seja somente algo tipo: vocês estão por conta própria. E parece que ter esse fardo de pensar que somos nós mesmos que escrevemos nossos destinos, é algo que você precisa digerir com calma e paciência para não chegar num ápice.


Não estou questionando a religião de ninguém, muito menos desrespeitando. Isso é algo que eu vivo pensando e vim compartilhar para quem sabe, saber se alguém compartilha dessas ideias.

Porque eu não vou ser hipócrita de te dizer que ao primeiro passo, pensar que - mesmo que haja algo mais poderoso - nada pode interferir na nossa vida, no final, é uma conclusão calma e feliz, porque não é, para mim, pelo menos, foi assustador, mas ao mesmo tempo... 

... Libertador.

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. É por isso que eu acredito em reencarnação. Pra mim simplesmente não dá pra ver coisas como a molécula de DNA, o ciclo de vida das estrelas e tudo o mais, tão perfeitinho e coordenado no universo, e achar que tudo isso foi por acaso. Mais do que isso, a inteligência, a capacidade criativa humana, e achar que isso não tem uma causa inteligente. Eu não consigo ver tudo isso, saber de tudo isso, e não acreditar que existe sim um Deus que esteja no comando. E pra se encaixar no que eu aceito como um Deus ele tem que ser perfeito e onipotente sim. Mas se a gente para pra olhar pra humanidade, cheia de falhas, injustiças e preconceitos, surge esse tipo de questionamento como o seu. Pra mim a única resposta lógica é que existem causas anteriores pra esse tipo de situação, porque sendo deus perfeito ele não permitiria que uma tragédia acontecesse sem nenhum motivo, e se não há nenhuma causa justa nessa vida, deve haver em outra. Além disso, se essa é somente uma dentre muitas vidas que todos nós teremos, uma tragédia, por mais dolorosa que seja, perde muito da sua importância com relação ao todo e se torna somente mais uma experiência, com a qual devemos aprender. Seguindo a mesma lógica, a pessoa que hoje sofre uma injustiça/preconceito/violência pode ter feito o mesmo com outra pessoa numa outra existência, e experimentando a mesma situação essa pessoa aprende, e deveria com isso evoluir e se tornar melhor, trazendo esse conhecimento adquirido para as próximas existências. E sim, eu acredito que deus interfere nas nossas vidas, inclusive tive diversas provas disso. Porém se nós não tivéssemos o chamado livre arbítrio, liberdade pra agir e pensar conforme a nossa vontade (e lidar com as consequências), seríamos somente robôs, pecinhas num jogo, e não seres independentes, de modo que a interferência de deus não pode limitar a liberdade de ação de cada um.
    Eu não estou querendo te convencer de nada, mas essa é a lógica que funciona pra mim. E, bem, mesmo que você não acredite eu acho que você consegue ver que as peças se encaixam.

    ResponderExcluir
  2. Eu li o texto duas vezes. Penso muito sobre isso e tenho argumentos sobre a humanidade precisar da religião como bengala, etc. Ai eu percebi que você não fala exatamente sobre religião e eu só posso dizer que, mesmo flertando abertamente com o ateísmo, concordo com você.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM