CCAnálise CCCultura

Review: Scott Bradlee’s PostModern Jukebox no Rio!

21.8.17Valentino Martins


Scott Bradlee’s PostModern Jukebox estreou no Brasil! Na última sexta feira, dia 18/08, a famigerada banda arrepiou quem quer tivesse ido ao Vivo Rio. Sua turnê na América do Sul termina hoje, em São Paulo, após 4 shows ao longo do nosso continente. Vem cá saber sobre essa "volta ao passado"!

Caiu aqui e não sabe o que é ou quem é o PMJ? Nós temos um post escrito pelo Eduardo que te apresenta, só clicar aqui. Todavia, um breve resumo, PostModern Jukebox é uma banda que contém mais de 40 artistas. Dentre esse artistas, a gente encontra cantores, sapateadores e diversos instrumentalistas. Eles recriam músicas contemporâneas com uma sonoridade dos anos 20/30/40, à lá Great Gatsby. Tá difícil entender? Aproveita!

*A sapateadora da esquerda e a vocalista do vídeo estão na turnê que está passando por aqui.


O grupo é tão grande que eles podem se dividir em grupos, em função disso os shows nunca são iguais. Ainda como podem tocar simultaneamente em diversos lugares, hoje mesmo eles se apresentaram na Austrália, América do Norte e América do Sul. Sabe lá o que é isso? Eu chamo de literal maravilha. 

Voltando a última sexta, o espetáculo começou pontualmente às 23h, quando o sensacional LaVance Colley entra apresentando a noite. De música em música ele vai introduzindo os performes que vem trazendo personalidade, vida e um talento único. Cada um dos 11 componentes do PMJ tiveram seu momento de destaque, assim como de auxílio aos demais. A setlist teve cerca de 20 músicas e o show teve duração de quase duas horas, que por sinal, muito bem gastas.


Tocaram sucessos como "Creep", "Hey Yah", "You Give Love a Bad Name", "All About That Bass" e "Thrift Shop". Nossa turnê ainda teve a presença extraordinária do Scott Bradlee, criador da PMJ. Quando ele entrou no palco, requisitou 4 bandas/artistas da plateia, as quais foram: Queen, Pink Floyd, Bruno Mars e... Pokemon (sobre Brasileiro não se discute hahaha). Então, sentou no piano e numa facilidade só, fez um mashup entre as músicas das quatro bandas, inclusive do Pokemon.

Sem a menor sombra de dúvida, Vonzell Salomon (vocal) e Sarah Reich (sapateado) deixaram todos sem ar. Uma presença de palco perfeita e uma tranquilidade de fazer tão bem o que veio pra fazer, ninguém aguentava e toda vez a público se entregava aos aplausos. Particularmente, eu iria em show solo delas a qualquer hora. Basta ter pra que eu vá. Elas são demais, fiquei apaixonado.


Os vocais femininos que vieram ao brasil foi composto pela ex american idol (e fantástica!) Vonzell Salomon, pela estrela da broadway Sara Niemietz e a responsável por alguns dos picos de visualização no youtube do PMJ, Robyn Adele Anderson. Os vocais masculinos foram do apresentador, LaVance Colley e Rayvon Owen. Na banda, Erm Navarro no Trambone, Arthur Vint na bateria, Logan Evan no piano, Chloe Feoranzo no Oboé (que também canta) e Steve Whipple no baixo. Responsável pelo sapateado, a inesquecível Sarah Reich. Fiz questão de nomear cada um porque não podia ser diferente, todos são incríveis.


Sem mais delongas, foi assim. Sem dúvida alguma um show que deixou todos com um sorriso no rosto. Agora nos resta esperar o cumprimento da promessa de volta feita pelo Scott e, assim eu desejo, que não tarde. 

TAGS: , , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. AIN, KERO!
    Sapateado gente, sos, <3

    Adoro a escrita desse menino, sem or, sem ar.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *