Apenas uma garota CCLivros

Meredith Russo: Apenas uma garota (ou duas garotas conversando por cartas)

3.8.17Taiany Araújo


Oi Amanda,

Desculpa estar te escrevendo assim, você nem me conhece. Na verdade, a não ser por umas palavras que li, também não te conheço. Eu só fiquei muito curiosa para saber se você passou para alguma faculdade em Nova York, como tá sendo viver com seu pai, e se agora seus pais estão se falando...serei sincera com você: torço muito para eles resolverem as coisas e quem sabe aos poucos voltarem a ficar juntos, o jeito como você falou deles me fez acreditar que existia muitos sentimentos ali, mas seu pai não conseguiu lidar com tudo. Se quer uma dica, agora que vocês estão melhor, será que não seria legal recomendar uma terapia para ele? Ia ajudar muito. Fale para ele conversar com sua mãe, deu pra ver como o grupo de apoio tá sendo importante para ela. 

Eu não sabia como iria falar com você, mas tinha certeza que você existia. Essa carta foi a maneira que encontrei de falar para você que eu sei que você é uma garota comum. Ah, e como estão suas amigas? E a Bee? Imagino como tenha sido difícil voltar para a escola, e concordo com o seu pai, você é muito corajosa. Caso esteja se perguntando como sei tanto sobre você, é que estava ouvindo atentamente enquanto a Meredith Russo contava sua história. Não a história da sua vida toda, não sei qual sua matéria favorita, nem sua sobremesa, se você sabe andar de bicicleta... ela tava contando sobre quando você mudou de cidade e foi morar com seu pai, vez ou outra tinha uns flasback sobre alguns acontecimentos específicos, e mesmo assim, nada que te resumisse. Ao ouvir o relato da Russo sinto que te conheço, mas sei que estou longe de saber quem você é além de uma garota como qualquer outra. Só que tenho certeza que nos daríamos muito bem: você escuta, e eu gosto de falar.

Não posso dizer que sei como é tudo o que você passou, e gostaria de ter sido sua amiga porque o fato de você ter passado boa parte da adolescência solitária me entristece, eu não sei o que seria de mim sem meus amigos. O que eu posso dizer é que mesmo longe eu de alguma maneira estou com você agora, e que apesar dos pesares, não deixe de confiar nas pessoas. Tem muita gente que vai pegar essa confiança, tratar como algo sem valor, talvez até te machucar, só que há tantas outras pessoas para as quais sua confiança será o tesouro mais valioso que poderiam ganhar, elas vão cuidar de você e deixar você cuidar delas. Tenho certeza que você entende do que estou falando Amanda, você já teve provas disso.


Também quero me desculpar com você. Em dado momento, enquanto ouvia sobre como as coisas aconteceram, achei meio irreal, não fazia tanto sentido, parecia que as contas/datas não batiam. Desculpa por ter, mesmo que momentaneamente, desvalorizado sua vivência, sua história, eu não tinha e nem tenho esse direito. Não há vivencias mais fáceis ou mais difíceis, tenho certeza que é extremamente doloroso, complexo e confuso, não importa de que maneira seja, e que se fosse uma escolha, ninguém iria escolher passar por isso. Nunca cogitei que fosse uma escolha (mesmo que também não tivesse problema caso fosse), é quem você é. 

Depois que contou sobre um pouquinho de você, não foi nem um ano inteiro da sua vida, a Meredith agradeceu a todas as pessoas que ouviram, e o agradecimento que me dizia respeito me permitiu entender porque ela contou sua história do jeito que contou, e confesso que fiquei contente com isso, apesar daquele não ter sido seu final, todos merecem um final feliz.  Enfim, eu só queria que você soubesse que estou torcendo para que você tenha uma vida como há anos deseja, uma vida como a de qualquer pessoa. 

Ah, mande um oi para a Virginia por mim, e não deixe de desenhar pelo amor de Deus. E reative seu tumblr porque ninguém merece ficar escrevendo cartas em plena era digital, você teria me poupado uma ida ao correio e me economizado uns trocados.

Um abraço,
Taiany Araújo.

Ps: Desculpe se pareci invasiva demais ou se falei de menos, é que acredito que as pessoas deveria ouvir de você atrás da Meredith Russo, então procurei não contar muito. Se consegui ou não é outra história.

XOXO


***

Apenas uma garota é um romance sobre um pequeno período da vida de uma adolescente transexual. Parcialmente inspirado nas suas próprias experiências, Meredith Russo fala sobre dilemas existenciais, preconceito e bullying, mas o que solta à vista é que somos quem somos, e que não há nenhum problema nisso, não importa quem ou como você seja. 

Fiquei sabendo que a modela da capa é uma mulher trans. Se isso for verdade, nada mais justo, é assim que se faz.

Nota:

é um romance todo florzinha e coração do jeito que gosto

Ficha Técnica:

Autora: Meredith Russo
- Editora: Intrínseca
- À venda em: Livraria Cultura, SaraivaAmazon













Um muito obrigada à Intrínseca por ter investido nessa história e por ter disponibilizado esse livro pra gente. Vocês são demais <3

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM