After Laughter CCMúsica

O que aconteceu com Paramore? Que tempos difíceis são esses?

12.5.17Dana Martins


Hoje o ConversaCult comemora o lançamento do After Laughter, novo álbum do Paramore, com um texto especial. Vamos conversar sobre o que aconteceu com a banda nos últimos anos, refletir sobre criar música e, também, sobre a pressão que rola pra seguir um ideal de "como a banda deveria ser". 

Tudo começou com o lançamento da música "Hard Times", que quando ouvi pela primeira vez, achei meio diferente, mas ok. Pelo menos até eu prestar atenção na letra. Aí eu só conseguia pensar: mas Hayley, que que aconteceu com você?

É engraçado porque o último álbum (Self-titled: Paramore) já tem músicas como "Last Hope" e a sensação geral é de que deu uma merda, mas foi superada. O "Brand New Eyes" já carrega música nesse estilo. Cada álbum, parece que eles tão sempre se recuperando algo ruim, que eles finalmente venceram! Só que aí chega o álbum seguinte e ainda tão na merda.



Aí fui conversar com a minha amiga pra saber o que aconteceu dessa vez. Em resumo: o Jeremy Davis, baixista, não só saiu da banda como depois processou querendo direitos autorais dos quais ele nem tinha direito, etc. E se você tá completamente por fora, sabe que a banda já levou uma porrada no passado quando Josh e Zac (que agora está de volta) saíram. 

E como é que fica o psicológico da Hayley no meio disso? Destruído. 

Numa entrevista mais recente a Hayley disse que pensou em desistir porque não aguentava mais ver as coisas se repetindo. Ela disse que nunca tinha sofrido com ansiedade e não entendia antes, mas que nos últimos anos ela passou (e ainda tá passando) por uma fase que começou a ficar pior e teve que aprender a lidar com isso. 

Ficou tão ruim que ela nem sabia mais se queria continuar com a banda. Sim, o paramore quase acabou. A salvação é que ela saiu pra conversar com o Taylor e ele falou pra ela: Eu tô contigo de qualquer jeito, se você quiser acabar com a banda, eu te apoio. Se tu quiser continuar compondo comigo sem divulgar nada, eu também tô contigo.

O que é interessante, porque ela tem $egurança o ba$tante pra continuar sem lançar nada, compondo só por amor, mas ainda lida com toda a pressão. Na real, acho que a Hayley adora o paramore, adora estar em uma banda (paramore is a band!) e queria continuar fazendo isso, só que no meio das dificuldades de manter de fato uma banda e a pressão para sempre ter que fazer mais do mesmo (e melhor), ela começou a rachar. 

E com apoio do Taylor ali ela conseguiu ir lidando com isso. Talvez a maior diferença, é que a Hayley tenha percebido que não precisa fingir que tá tudo bem enquanto tá tudo uma merda. 

Razões para amar o paramore: são gente como a gente

Aí vem uma parte que eu gosto muito, que é quando eles começaram a trabalhar no álbum em si. 

Entrevistador: Esse single em particular [Hard Times] é uma boa imposição própria, porque a música no geral é tão feliz, upbeat, meio que me lembra montagens de filmes dos anos 80, sabe, daqueles que transformam o adolescente nerd na pessoa mais popular da escola… a música se encaixaria aí, mas a letra é tão pesada, o álbum inteiro é assim?

H: Sim, é sim. É sim. Eu não conseguiria… demorou muito para que eu pudesse escrever algumas das letras das novas músicas porque o Taylor estava escrevendo melodias muito divertidas e alegres, acho que isso transparece, mas aí também tinha tudo que estava acontecendo na minha cabeça, foi muito difícil, eu acho que pela primeira vez na minha vida eu estou entendendo o que é realmente sofrer com a depressão e isso tem sido muito estranho para mim, e também me deu muita empatia por outros amigos meus que sofreram com ansiedade ou depressão, como o Taylor, eu sei que ele lidou com isso, e o Zac, teve que lidar com isso e… é, eu não conseguiria realmente me colocar em um lugar em que… não importa o quanto estávamos curtindo as músicas, eu não ia conseguir ser falsa em relação a elas e ao que eu estava sentindo, então eu tentei descobrir um jeito de juntar meus sentimentos às batidas e ao ritmo e às melodias tentar deixar isso divertido para mim. - Tradução do Paramore BR www.paramore.com.br

Isso é algo que eu tinha percebido antes mesmo de ler - Hard Times é toda animada e dá vontade de dançar, enquanto tô cantando "que vida merda, sinceramente, não sei nem pra que continuar se só dá merda". 
Sobre a inspiração pra o clipe de Told You So, que é baseado nos
passeios de carro que eles faziam depois das gravações. Hayley diz que o Zac
notou que a ansiedade dela melhorava depois desses
passeios calmantes. (x)


Outra coisa interessante é que essa mudança - ou busca por ser mais eles mesmos - já vem acontecendo desde o último álbum. Quando o Zac e o Josh tinham saído, o Taylor virou o compositor (na parte musical) principal da banda e ele tentava emular o que os irmãos Farro faziam, em vez do que gostava.

Isso mudou quando o Taylor acabou mostrando algo que estava compondo por fora, coisa que "não se encaixava no estilo do paramore" e a Hayley amou. Foi assim que surgiu Ain't It Fun, como a Hayley diz aqui: foi o que abriu caminho pra fazer "fazer músicas que eles deveriam estar fazendo em vez do que eles achavam que deveriam fazer"


Adoro a ironia disso, porque eles são artistas, a banda é DELES, só que eles não estavam conseguindo fazer o que realmente queriam fazer por causa de uma ideia do que a banda deveria ser. 

Enfim, só sei que eles conseguiram vencer isso e trabalharam em algo que realmente os deixava empolgados. Com a volta do Zac, que fazia tudo sozinho no projeto dele, o halfnoise, só deu apoio pra eles irem em frente. Esse álbum deve ser bem diferente de todos. Eles mesmos disseram que não vai ter headbang nem nada.

Mas por que o álbum se chama After Laughter ("depois da risada")? Hayley explica o sentido por trás do título do novo álbum:

“After Laughter é sobre a cara que as pessoas fazem quando elas param de rir. Se você fica olhando para uma pessoa por muito tempo, tem sempre essa cara que elas fazem quando param de rir, e eu acho fascinante imaginar o que fez com que elas voltassem para a realidade. Então, After Laughter é sobre isso.” (Créditos)


Enquanto isso, longe desses bastidores, no meio do povão a gente vê A NOVA MÚSICA DO PARAMORE SAINDO. Eu não sei o que as pessoas pensam de artistas, mas definitivamente não que existe gente real ali do outro lado que precisou passar por um processo difícil pra se expressar através da arte (obs: a arte sempre é difícil, mesmo quando você tá bem), e que eles tão lidando com todas as pressões impostas por gente que não dá a mínima. 

Esse primeiro texto termina aqui, o segundo é um desabafo sobre fãs que se acham donos da banda.

Até lá, ESCUTE AFTER LAUGHTER E APROVEITE AS LETRAS PORQUE ELAS ESTÃO DESTRUIDORAS.

MEU PARAMORE VOLTOU

-Rebeca Chaves + Eu



TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Paramore esta de volta,e nem tenho como expressar o que senti lendo seu texto.
    É um texto honesto de como a banda tem passado por tudo ao longo dos anos...
    Enfim,espero que esse álbum seja uma nova fase pra eles,e que nós (fâs) continue os acompanhando sempre.
    Beijosss

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *