camp nanowrimo CCEscrita

Clube de escrita: PEGANDO NO TRANCO

30.4.17Isabelle Fernandes


Ah, nada como as ironias da vida.

Última semana de abril, última semana de camp nano e eu finalmente consegui pegar no tranco A meta de 20 mil palavras já tá perdida, óbvio, mas eu não poderia ligar menos pois ME REENCONTREI COM A ESCRITA. No penúltimo clube de escrita eu tava meio desesperada e falei sobre um desejo desesperado....

"Quem sabe assim, sem tanta pressão, a parte do "deliciosamente divertido" não volta a dar as caras?"

Senhoras e senhores, digo que ACONTECEU!!!!!

Mas a princípio não foi tão fácil assim não. Segunda feira começou com o sofrimento de sempre: desanimada, sem conseguir sequer abrir o word e ao invés disso indo jogar loucamente. Eu ainda estava tentando refletir sobre como quebrar o ciclo das recompensas imediatas e encontrar a minha rotina de escrita poderia ser uma boa forma de começar. Eu até falei pra Dana numa conversa que minha referência nesse mundo até então tem sido só ela, através dos posts e tals. Só que a Dana tem o seu jeito de escrever que funciona pra ela, mas não tava funcionando muito bem comigo.

Daí nos últimos dias eu tava procurando outros textos, outras referências até que uma postagem aleatória no facebook me deu uma ideia. 


Claro que essa é uma dica válida pra quem tem um relógio biológico essencialmente diurno como o meu, né HAHAHAHAHAHA. Eu sempre me sinto mais disposta a fazer as coisas de manhã, então decidi que no dia seguinte ia colocar a dica em prática. Daí acordei, tomei meu café, adiantei tudo em casa e aí......

Eu reconhecidamente sou NINGUÉM quando tô com sono, podem perguntar pra Carol e a Taiany que já me viram absolutamente louca em um estado extremo de privação. Fiquei olhando pro word, lendo o que eu já tinha escrito, rodando o twitter dividida entre tentar mesmo assim ou largar tudo de vez, mas pensando de que eu não ia dormir naquela hora então qual era o sentido de desistir? Até o Felipe tentou ajudar:

Pois bem. Sei lá o que me deu, só sei que resolvi parar com a graça e meter a cara na escrita E O RESULTADO DISSO::: ESCREVI O DIA INTEIRO. DUAS MIL PALAVRAS CONTABILIZADAS. Mas o melhor de tudo é que as coisas simplesmente fluíram, escrever tava sendo um negócio meio difícil, mas muito gostoso. Terminei o dia pensando AGORA VAI, AMANHÃ VOU ARRASAR.


*voz do narrador*: "E ela não arrasou" HFUDSHFSDHFDUHFSIHFSI

Acho que tenho que aprender que toda vez que tenho um surto muito grande desses o dia seguinte acaba sendo inútil. Não escrevi nadaaaaaa. Também acho que por ter sido tão produtiva no dia anterior acabei inconscientemente me dando uma folga - afinal, eu mereço -  e aí não saiu nada. Só que da última vez eu me senti uma bosta por isso, mas agora....foi de boas. Tava tudo bem. No dia seguinte segui a mesma rotina e fluiu mais uma vez, até melhor do que antes.

Daí o Jão começou a ler aquela primeira parte que escrevi no surto das duas mil palavras e gente, ele comentando HAHAHAHAHAHAHHA. Eu me senti tão animada que voltei a escrever de novo durante a tarde e finalizei o capítulo, FINALMENTE. Um detalhe importante é que esse era o primeiro capítulo que eu tinha começado a editar antes do camp nano, ou seja: num mesmo dia eu segui com o rascunho e editei o início. As duas coisas fluíram bem, mas reparei que editar é muito melhor HAHAHAHAHA.

Acabou que nesses últimos dias não escrevi porque peguei num livro maravilhoso que me deixou ensandecida, mas hoje mesmo vou voltar a pegar no tranco. Resumo da história? Descubra qual é o seu melhor horário pra escrever e vença a resistência. Quando você consegue passar por isso e as coisas dão certo, nossa. É uma sensação maravilhosa. Vale a pena todo o esforço e sofrimento.


TAGS: , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. O pior de tudo, é que eu sou completamente noturna, pra mim a melhor hora de fazer as coisas é de noite. Contudo, eu preciso dormir TODOS OS DIAS as nove e meia da noite, porque acordo as quatro e meia :"(
    Estou tentando me transforma em uma pessoa multi horário, escrevendo de tarde nos dias de semana e de manha ou a noite quando é final de semana.
    Sigo firme e forte!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *