Ariel Carvalho assexualidade

Quero ser representada!

12.10.16Ariel Carvalho


Existe uma fórmula antiga na ficção que é mais ou menos assim: a mulher está insatisfeita com a vida amorosa dela, acaba transando com um estranho, e os dois se apaixonam.

Dentro do feminismo, tem o mito do empoderamento através do sexo, que é basicamente dizer que a mulher se empodera quando transa no momento em que acha apropriado. O grande problema é que isso geralmente é encarado como um incentivo para a mulher transar no primeiro encontro, e dificilmente uma mulher ace que não queira transar vai ser vista como empoderada.

A verdade é que nós vivemos dentro de uma cultura do sexo, mas quem é alosexual dificilmente vai enxergar sozinho como isso é problemático. O sexo, apesar de ainda tabu, consegue ser muito normal, muito natural. O esquisito mesmo é a pessoa falar que não gosta de sexo casual, ou que simplesmente não gosta de sexo.

Já enchi o saco de todo mundo falando da sexualidade do Capitão América e da falta de representatividade dos aces nos super-heróis (de forma aberta, porque existem várias teorias envolvendo diversos heróis), mas preciso bater nessa tecla outra vez.

A visibilidade ace é péssima, e a representatividade é um lixo, e isso só ajuda a perpetuar mitos e a fazer com que mais gente se sinta excluída e sozinha. Já falamos várias vezes aqui no CC sobre representatividade, de diversos grupos diferentes, mas ainda não vi nenhuma personagem abertamente demisexual.

Para não nos sentirmos tão sozinhos, algumas recomendações:

Esse vídeo maravilhoso do Evan Edinger falando sobre como é ser demissexual

O tumblr Ace Character Of The Day traz personagens que são supostamente assexuais, e é bem divertido.

Já o Asexual Experiences é super educativo, e traz dicas e explicações, informações importantes e links úteis. São 130 páginas gloriosas, que contemplam todo mundo que cabe dentro do espectro ace.

Por fim, a revista Bust tem uma matéria fantástica sobre assexualidade, que também recomendo.

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Pessoalmente eu acho péssimo que os únicos personagens assexuais que eu consigo dizer que são assexuais são esquisitos, estranhos ou MUITO estranhos. Quando penso em personagem assexual me vem o Sheldon (extremamente esquisito, convenhamos), o Sherlock (também muito esquisito, apesar de amar ele ♥) e o Castiel (que é um pouco esquisito, muito bobinho e inocente, apesar de amar ele também ♥). O Capitão América seria o personagem mais legal e "normal" que eu conseguiria citar, apesar das teorias dizerem que ele está na parte cinza da assexualidade. Personagens assexuais populares sempre trazem um esteriótipo ruim, principalmente para os arromânticos.

    Até abri o Tumblr pra ver se tem algum personagem bem popular que todo mundo conheça pra eu poder citar como exemplo no lugar desses três.

    Alis-

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXATAMENTE ISSO!! Acho que só tem eles mesmo, o que é péssimo. Assim fica difícil acabar com essa ideia de que ace é frígido e etc.

      Mas logo menos vai sair um post falando de uma protagonista ace (ok, tá longe de ser popular, mas já é um avanço. Aguarde q).

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *