batman Batman vs Superman

Enfim, aquela conversa sobre Batman vs Superman: A Origem da Justiça

16.4.16João Pedro Gomes


Então que, depois de três (TRÊS) tentativas frustradas de assistir Batman vs Superman (uma até envolvendo ir emburrado ver Zootopia e acabar gostando pra caramba), eu consigo assistir o filme. 

Vamos deixar claro aqui: eu acompanhei desde os rumores de elenco, as primeiras imagens das gravações, todas as notícias e trailers. Cada dia que passava sem assistir sabendo que o filme já tinha estreado era uma pequena morte. E eu cagava pras críticas ruins que saíram porque simplesmente BATMAN. SUPERMAN. MULHER-MARAVILHA. NÃO TINHA COMO SER RUIM.

E, por incrível que pareça, quando finalmente fui ver o filme, parece que tava tudo perfeito: era um cinema que nunca tinha ido e foi maravilhoso e confortável, o óculos 3D eram de um modelo que se encaixava por cima do meu perfeitamente, a sessão quase vazia. O filme era legendado!!! E acho que nunca comi e bebi tanta pipoca e refri num filme só.

Mas quando chegou ao fim e............... deu uma sensação de vazio. Eu só lembro de sair do cinema, sentar no carro e não saber o que dizer nem sentir quando perguntaram se foi legal. Acho que entrei num limbo interno que até agora tá aqui, me puxando de volta. 

Então, vamos explorar os motivos desse sentimento. [ah, vai ter spoiler. Tá dado o alerta].

Indo direto ao ponto, acho que o que mais me deixou chateado não foi o fato desse filme ser ruim. Ele não é ruim, ao menos não tradicionalmente. Se você pega Quarteto Fantástico, por exemplo, que fez eu viver uma grande experiência de expectativa e frustração: dá pra apontar claramente onde estão os erros do filme. A partir daí, você gostando ou não dele, não dá pra negar os pontos problemáticos que estragaram quase tudo.

Mas Batman vs Superman não tem isso. Muito do que tem de problemático é uma linha borrada que divide o que é bom ou ruim. Tem várias cenas que polarizam opiniões, e muita coisa boa se tornou ruim pelo jeito como foi mostrada. 

Porque se tem uma coisa que esse filme possui são cenas poderosas. A morte dos pais do Bruce, provavelmente contada da forma visualmente mais bonita até agora. Sacadas como o copo de chá no tribunal, e todas as referências nos discursos do Luthor (que é um vilão SENSACIONAL, se vocÊ ignorar o dos quadrinhos). O modo como a luta de Batman e Superman terminou (que muita gente tá fazendo piada, mas, pfvr, o peso dramático foi real), e eles finalmente se reconhecendo como iguais. Lois Lane sendo uma jornalista FODA. A Mulher-Maravilha sendo incrível em cada aparição, e finalmente entrando na luta pra salvar o dia. Alfred. O cara da cadeira de rodas. A SENADORA!!!!!!!!!! Bruce salvando a garotinha dos escombros. O e-mail da Liga da Justiça e os cameos de cada membro, que chegaram a dar um calor no coração. Até a morte do Superman, que foi bastante representativa.

Tem uns diálogos muito bons, inclusive

Mas como isso tudo foi entregue? De um jeito bagunçado, superlotado de pessoas e histórias e obsessões visuais, que desrespeita os personagens aparentemente sem querer, que não te dá tempo pra fazer as relações de sentido e construir o impacto que deveria no final.

Parece que tentaram encaixar dois filmes num só. Um sobre o Batman e o Superman, conflitando os dois lados e mostrando sua evolução enquanto personagens. Outro envolvendo a investigação policial/política pra descobrir as maracutaias do Luthor e, no final, a batalha ~~épica~~ contra o Apocalypse. 

E BvS acaba sem fazer nenhum dos dois direito. O começo do filme parece longo demais, as cenas não tem uma conexão sólida. Aparições especiais como a do Flash, apesar de empolgantes, parecem deslocadas. Personagens têm sua importância diminuída ao extremo, como a do assistente do Luthor, Mercy Graves, que quem não prestar atenção pode não perceber o amor não-correspondido que ela tem por ele a frieza com que ele a descarta. Até o Superman parece meio coadjuvante no seu próprio filme, tendo pouquíssimas falas significativas. Não acho que eu seja o único que queria que ele desse um discurso foda e inspirador no tribunal. Mas não, nem abriu a boca. Nem depois de todo mundo explodir ao lado dele. A gente é obrigado a tirar muito da profundidade do personagem da cara franzida que o Henry Cavill faz o filme todo.


E a Mulher-Maravilha, por mais sensacional que estivesse, acabou sendo outra vítima do pouco espaço. Não como civil, porque provavelmente as duas cenas em que ela interage com o Bruce foram algumas das minhas favoritas. Mas no final, depois de uma imagem desinspirada da trindade junta, tudo o que se vê dela é um borrão se movendo no meio da sujeira de efeitos visuais. Preciso dizer, ir pro cinema ver sua super-heroína favorita e não conseguir enxergar quase nada dela além de picotes de ação rápida e confusa foi bem frustrante. Sério, eu mal conseguia acompanhar ela na tela. 

https://lh3.googleusercontent.com/-AtLKg7AAVg8/Vv7xz5c_m5I/AAAAAAAAZfw/14LIKz-dk30soKc6Ia04IWjLcH-QRLyAA/w426-h237/16%2B-%2B1
https://49.media.tumblr.com/7155548d7b6c7907e73e0131fa9d5a33/tumblr_o4vlx4QMqR1uklwi7o1_400.gif
Legal? Sim!!! Parece uma cena de video game? MUITO.

E Lois Lane, apesar de provavelmente ser a personagem mais humana desse filme, acabou sendo feita de donzela em perigo três vezes. E ela nem foi a única. Vamos nem comentar.

Mentira, vamos, sim. Aquilo foi mesmo necessário? A primeira cena na África eu até achei legal, porque ela não estava exatamente sem autonomia ali. Ela tava fazendo seu trabalho, se sujeitando ao perigo em nome do jornalismo, e só precisou ser salva porque o evento fugiu ao seu controle. Também gostei por mostrar a confiança que ela tem no Superman na hora, qe serve de paralelo para quando ela retribui esse salvamento depois, na luta contra o Batman. Mas as duas outras vezes foram estúpidas. Ser jogada de um prédio pra atrair o Superman? Não, e a parte da lança???? Ela jogou na água só pra ter que voltar lá pra pegar depois, E AINDA NÃO CONSEGUIU FAZER ISSO SOZINHA? Foi uma cena muito desrespeitosa e sem propósito, que poderia ser cortada pra explorar um dos mil pontos do filme que ficou sem espaço. 

Apenas.... parem

Eu não vou ser idiota e mentir aqui: por mais bagunçado que esse filme tenha sido, eu vou lembrar dele com um carinho enorme. Foi a primeira vez que vi os heróis que cresci assistindo ali, juntinhos na tela. Vou lembrar das cenas memoráveis e profundas que ele teve. Vou rever a versão estendida (provavelmente melhor) quando sair e vou acompanhar com a mesma avidez de antes qualquer novidade sobre o universo DC dos cinemas. Eu até comprei camiseta do filme (com um dinheiro que não tinha) logo após sair do cinema, porque, bom, quando o time tá perdendo é que a gente mais precisa apoiar e ter esperança, né?

Mas ainda fica uma tristeza no fundo por saber que os críticos estavam certos em muita coisa. Dói aceitar que seus heróis favoritos juntos não são a garantia de um bom filme, e que eles continuam totalmente sujeitos a erros humanos de quem os tem nas mãos. Por mais que muito fã por aí tente rechaçar qualquer coisa negativa que dizem só por mexerem com seus personagens, uma análise mais racional não deixa dúvidas de que o filme do gênero mais esperado do ano será, provavelmente, o pior executado.

Só sei que Batman v Superman, com toda a ambição em fazer algo épico, com vários bons atores e personagens e cenas, falhou em entregar o mais importante: uma história bem contada. 

Espero que aprendam a lição na próxima. Depois desse filme, é o mínimo que podem e precisam fazer.

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Pq do filme se chamar Batman vs Superman? parece algo tolo e irrelevante pra alguns, ja pra quem adquiriu um censo critico e conheçe o teste de Bechdel fica bem claro o quanto o filme invisibiliza o protagonismo da mulher, enfraquece e objetifica a mesma...e Não tive grandes surpresas pois ja sabia que se tratava de uma "obra" Norte Americana!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *