adolescente CCSéries

Séries Originais Netflix: Janeiro de 2016

5.3.16Diego Matioli

Esse ano o Netflix tá tiro, porrada e bomba, minha gente! Tem coisa nova praticamente a cada quinze dias. E no meio disso tá saindo muita série (muitas boas, algumas nem tanto). É tanto lançamento que dá até para se embolar no meio do agito e deixar algum passar batido. Por isso mesmo que eu decidi começar a comentar as coisas que estão saindo esse ano por aqui. Eu já assisto basicamente todas as séries originais do Netflix desde o ano passado*, mas então fui ver a lista de lançamentos desse ano e percebi que: 1-) tinha pelo menos duas séries ou temporadas novas por mês até junho e outras tantas sem data prevista, mas agendadas para esse ano; 2-) eu estava interessado em assistir a maior parte delas e sabia que eu provavelmente veria todas, just because. Então uni o útil ao agradável e decidi compartilhar minhas impressões para quem mais estiver interessado.

Até porque, se é pra gente escrever sobre as coisas que a gente ama, MEU DEUS EU AMO O NETFLXI

*(disclaimer: isso não inclui séries de direitos de exibição exclusivo no nosso país, que é o caso de uns bons 40% da aba de originais do Netflix. Scream, por exemplo, é uma série da MTV cujos direitos de exibição no Brasil foram comprados pela empresa, o que a torna a única capaz de exibir o programa por aqui, mas não quer dizer que ela produziu o conteúdo. Eu estou interessado em produções exclusivas deles, ou desenvolvidas em parceria com outro canal)



Degrassi: Next Generation

O ano no Netflix começou com a nova edição de Degrassi. Para quem não sabe, essa é uma série adolescente canadense com uma vida mais longa do que a de Malhação. O programa é um drama cheio de exageros e reviravoltas, que se fez famoso pela coragem de abordar temas delicados. Alcoolismo, problemas mentais, assassinatos, suicídio, deficiência física, estupro, pedofilia, pornografia, sexualidade, identidade de gênero. Sério, o que você imaginar, pode apostar que essa série já fez. Talvez seja justamente por conta dos excessos que a série acabou desgastada e foi cancelada e vendida no ano passado. Agora produzida em parceria uma parceria de um canal canadense com o Netflix, 10 episódios já foram ao ar e mais 10 estão previstos ainda para esse ano.

Era impossível falar da temporada sem passar esse pequeno histórico, porque isso já diz muito do que temos aqui. Quem gosta de séries adolescentes como one tree hill, 90210 ou mesmo novelas tipo Malhação ou Violetta deve se interessar. Entre momentos meio bregas e humor ingênuo tem episódios sobre ansiedade, abuso, masturbação, feminismo e cyberbullying. Tudo com mensagens bem positivas e acessíveis para o público adolescente. É com certeza diferente do que a gente está acostumado a ver no Netflix, mas é um estilo que eu adoro e que foi feito direitinho – salvo uns diálogos vergonha-alheia aqui e acolá. É importante salientar que a série é continuação imediata da última temporada, então eventos anteriores são citados, mas nada que atrapalhe, pois tudo foi feito justamente para ser acessível a uma nova audiência. Essa série tem todo o meu amor, embora não seja para todo mundo.

A questão é que eu não sei se eu sou a melhor pessoa para julgar essa série. Como muitas do gênero, não existe um grande arco, e sim vários pequenos conflitos e dilemas sendo trabalhados. É sobre desbravar os dilemas do mundo, cometer erros e aprender com eles, e por mais brega e meio forçado que algumas narrativas sejam, eu adoro isso. Acho que é um tema universal e tenho um fraco pelo estilo (eu assistia uma novela espanhola chamada Fisica o Quimica que era maravilhosa!). A questão é que eu não sei por qual razão eu gosto tanto de séries assim, visto que não são uma obra prima dramática nem nada assim e eu sei muito bem disso, mas eu gosto mesmo assim e é isso aí. Então venham todos amar Degrassi comigo <3


 

Chelsea Does

Eu tenho sérios problemas com humoristas. São tão raros os que não considero ofensivos que eu geralmente mantenho uma distância saudável de todos. Chelsea Handler já estava na minha lista de humoristas malvados, então fui ver essa docu-série estrelada por ela já com cinco pés atrás e oito pedras na mão (mas uma mente aberta, eu juro). A ideia é de que a comediante aborde algum tema tabu em cada um dos (longos, longos, loooongos) episódios. Casamento, Tecnologia, Racismo e Drogas são os temas trabalhados nos quatro episódios que foram produzidos, e ela os aborda sem escrúpulos mesmo, o que não necessariamente é uma coisa boa. Chelsea me faz sentir desconfortável constantemente, e aqui não foi diferente.

A primeira coisa que eu preciso dizer: se você está esperando rir assistindo isso, esqueça. Embora ela seja uma comediante e adore fazer perguntas inusitadas para deixar seus entrevistados desconfortáveis (o que as vezes é engraçado e as vezes é só irritante), o documentário se leva a sério. Na sua grande maioria, eu achei as discussões sobre os temas chatas e sem proposito. Não que sejam discussões ruins, longe disso. É só que Chelsea não me trouxe nada de novo em nenhuma das conversas, até por não ter real intimidade com nenhum dos tópicos. Eu sinto que a proposta era justamente a de fazer um documentário abordando temas complicados como um leigo, mas o resultado ficou apenas raso. Vários trechos foram bem lugar-comum, o que é uma situação toxica em se tratando de um documentário.

O único episódio realmente interessante (só em partes, porque quando ela defende o direito dos humoristas de fazerem piadas étnicas eu quero morrer) é o sobre Racismo. Aqui foram apresentadas algumas coisas bem interessantes, como a visão dos sulistas americanos sobre a guerra civil, mas a verdade é que não é nada que eu não poderia ter visto em algum outro lugar e sobre a perspectiva de alguém com mais propriedade no assunto. Eu só terminei de ver essa série porque me meti nessa campanha de tentar assistir todas as produções originais do Netflix, e não recomendo ela a menos que você seja muito fã da Chelsea ou realmente não tenha nada melhor para fazer.


É isso, espero que alguma coisa tenha despertado o interesse de vocês! Semana que vêm eu trago os lançamentos de Fevereiro para colocar esse projeto logo em dia <3

TAGS: , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *