amizade Carol Cardozo

Meu Top 5 - Reality shows, esportes, músicas, séries e meus amigos.

20.11.15Carol Cardozo


Bom dia/ boa tarde/ boa noite, amigues! Esta é uma época de mudanças... comecei um curso novo na faculdade há poucas semanas, saí de casa (e ainda estou meio perdida sobre o que fazer, mas isso é assunto pra outro post) e... VIREI MEMBRO OFICIAL DO CC!

Este momento bacana merece uma gif do RPattz
(ó eu aqui relembrando meu passado de Twilighter)

E quando as pessoinhas viram membros oficiais do CC, elas (em teoria) fazem seu top 5, que é... bem... o top 5 de coisas da pessoa. Então, essas são as 5 coisas que eu não consigo viver sem (ou pelo menos não por muito tempo).


5 - Realities shows do Discovery Home & Health e do TLC (que são basicamente os mesmos, só passando em horários diferentes)

Eu poderia passar (e já passei) horas, até mesmo um fim de semana inteiro, assistindo coisas como "Meu Casamento Cigano", "Cake Boss", "Kitchen Boss", "Bakery Boss","Bar Rescue", "Nós Contra o Chef",  "Guerra dos Cupcakes", "Hell's Kitchen" (Gordon Ramsay é meu pastor e nada me faltará.), Masterchef (de 850 países), ENFIM, amo, amo todos, revejo todas as temporadas quando passam, reconheço os dubladores, sei os horários dos episódios inéditos e das reprises...tá, eu vou parar aqui antes que eu assuste você.

Buddy <3 (não vou falar o contexto, vai ficar só pra quem é fã)

GORDON RAMSAY MUSO DA VIDA

4 - Esportes (ou o quão eu posso parecer que estou tendo um treco sem ter um treco realmente)

Pode não parecer, porque eu tenho cara de nerd sedentária (e na verdade eu sou, mas SHHHHH), porém EU ADORO ESPORTES. GOSTO MUITO MESMO. TORÇO, GRITO, XINGO, FICO TODA ESCALAFOBÉTICA MESMO. Infelizmente eu não ando acompanhando muita coisa, tô bem sem tempo, mas houve um belo tempo em que eu acompanhava futebol, fórmula 1, vôlei, natação, tudo ao mesmo tempo. Admito que desanimei bastante com o futebol porque eu torço pro Vasco da Gama (sim, eu não tenho vergonha em falar isso. Bom, talvez um pouco.), e desanimei com a f1 porque pra mim perdeu a emoção que tinha antigamente, mas eu arrumei um amor novo...

... futebol americano.

TOUCHDOWN!

Tudo começou numa tarde de domingo em 2013, passando Philadelphia Eagles vs Dallas Cowboys, e eu resolvi assistir por causa da rivalidade mostrada em "O Lado Bom da Vida". Não entendi porra nenhuma, mesmo com os narradores explicando. Mas resolvi assistir mesmo assim. E assisti o jogo na segunda. E na quinta. E no outro domingo. E quando vi, estava apaixonada. Nessa temporada, o Green Bay Packers jogou contra o Chicago Bears nos playoffs (se não me engano), e o Aaron Rodgers (quarterback lindo do meu time lindo) lançou da 4ª pra 8 jardas (se você não entende: TAVA LONGE PRA CACETE DA ENDZONE, que é essa área coloridinha na gif, onde os caras pegam a bola e aí é touchdown) e o Eddie Lacy pegou a bola e converteu pra touchdown. Foi lindo. Foi épico. Foi no fim do jogo e isso deu a vitória pro Green Bay Packers. Aí eu decidi pra qual time da NFL eu torceria. Fora que eles tem uma história linda, é a única franquia da NFL que não tem um dono, é uma sociedade anônima, e Green Bay é uma cidadezinha no meio de Winsconsin, a cidade toda cabe dentro do estádio, e todos da cidade tem ações do time, e o estádio tem uma fila de espera de ingressos pra mais de um ano, e o Green Bay não tem um jogo que não tenha sido lotado no Lambeau Field desde 1967! 

Eu disse que com esportes eu parecia ter um treco não tendo um treco.

Eu assistindo futebol americano (e isso enquanto ainda estou calma)

3 - Música (parafraseando Brandon Flowers, "glamorous indie rock roll is all I need")

Meu espectro musical é bem pequeno, em questão de ritmo. Fico mais no indie rock, folk, uma pegada mais alternativa mesmo. Mas compenso no leque de nacionalidades e de épocas que eu ouço. Gosto muito de ouvir coisas novas e/ou desconhecidas. Depois da playlist "Descobertas da Semana", no Spotify (eles usam algoritmos pra te apresentar bandas novas baseados no que você ouve, é incrível), minha vida mudou. Até banda folk alemã passei a ouvir. Mas não me entenda errado, não sou hipster nem nada. Aprecio um bom Strokes, The Killers, coisas do tipo. Tenho inclusive uma historinha muito fofa com música:


Quando eu tinha 8 anos, em 2001 (na época do Rock in Rio 3, em que eu queria ir pra ver Sandy & Junior e Britney Spears), comecei a ouvir a Rádio Cidade (uma rádio de rock aqui do Rio.).Tocou "Last Nite", do Strokes, e o vocalista disse "Strokes, banda do baterista brasileiro Fabrizio Moretti". Eu me apaixonei NA HORA. Era uma música tão incrível, e se um brasileiro podia estar numa banda tão legal, por que também não eu? Então eu falei pra minha mãe que queria tocar bateria. Ela me falou "Caroline, você já viu baterista mulher?". Eu respondi que não, e desanimei totalmente da idéia. Me perdoe, mas eu tinha 8 anos e não conhecia nem 1/20 de música que eu conheço hoje. Só que aí eu vi esse clipe aqui. E aí comecei a gritar "Olha mãe,  uma baterista menina, olha!!". Desse modo Meg e Jack White me fizeram continuar seguindo meu sonho. Ainda não aprendi bateria, só sei tocar Seven Nation Army e The Hardest Button to Button, mas enfim, um dia um aprendo.



Esse ano eu fui no Lollapalooza e vi o Jack White ao vivo. Eu tava basicamente acordada há quase 24 horas, tinha saído do trabalho no dia anterior, viajado de ônibus a noite toda, passado o dia inteiro em pé na frente do palco, consegui chegar na grade (graças ao meu incrível namorado) e ... quando o Jack entrou no palco, tudo valeu a pena. Eu não pulei durante o show porque eu provavelmente ia passar mal e ia ter que sair, mas tudo bem HAHAHAHAHAHAHAH

Minha relação com música é basicamente descrita nessa gif:

Música é tudo pra mim.

2 - Séries (o lugar onde mais coloco em prática minha memória super excelente porém totalmente seletiva)

Eu queria que vocês conseguissem me ver agora enquanto escrevo, respirando fundo, me acalmando e tentando fazer com que essa parte não seja toda OMG AMO MUITO TO MUITO ATRASADA MAS GOSTO DE TODAS ANTIGAS NOVAS E QUE AINDA ESTAO POR VIR AAAHASHHSKSJDJHAUSDASFKAJSDLAKSJDASUH  :DDDDDD

Tá. Escrevi um pouco assim e estou melhor. Posso falar que nem gente agora.

Nos últimos anos, as séries foram mais disseminadas, especialmente com serviços on demand como Nossa Senhora dos Seriad... ops, Netflix, Hulu, Amazon, entre outros, e o download desenfreado pela internet (Deus abençoe os legenders, que nos permitem assistir um episódio às vezes no dia seguinte à exibição do país de origem). Mas o que muita gente não lembra (ou lembra, mas cagava pra isso na época), é que passavam muitas séries na tv aberta. E eu assistia essas séries. Tipo, eu não lembro quando eu comecei a assistir. Uma das minhas lembranças mais antigas sou eu assistindo Dawson's Creek e Barrados no Baile (90210) no sábado à tarde na Globo, e assistir Buffy na Rede Manchete. Um Maluco no Pedaço, Blossom, Três é Demais, Xena, Hércules, Malcolm e a porta de entrada pra todos os seriadores, mesmo que não percebam: CHAVES. Enfim, tem muito mais. Assisto séries desde os 4 anos (o que eu me lembro, porque tenho certeza que comecei antes). 

Hoje em dia, gosto de uma boa trama de super herói (Marvel's Daredevil, Arrow, The Flash), sofro com hiatus infinitos (Sherlock), mortes infinitas (Game Of Thrones), viagens no tempo (Doctor Who) e ...

Supernatural.

Eu comecei a assistir Supernatural em 2009, no SBT, quando passava de segunda a sexta, na faixa das 9 da noite. Eu jantava na escola (estudava em período integral) pra quando chegasse em casa só tomar banho e me concentrar totalmente na série. O primeiro episódio que eu assisti foi o 1x04, onde eles investigam um caso de um demônio num avião. Fun fact: reparou que eu coloquei sobre minha memória no título dessa parte? Me mostre o cabelo do Jared Padalecki e eu posso te dizer qual temporada é. Posso te dar pelo menos um detalhe de quase todo episódio de Supernatural. Lembro de uns 75% dos nomes dos episódios. Lembro com perfeição de vários personagens que só apareceram uma vez (e tenho o dom de shippar o Sam com mulheres que apareceram só uma vez na série inteira hahahahaha)... é amor, gente. Com muito orgulho, faço parte desse fandom. Se você é frequentador do tumblr, sabe que o fandom de Supernatural é conhecido por "we had a gif for everything", ou seja, "Nós temos uma gif pra tudo". Frequentemente posts sobre coisas comuns viram posts sobre Supernatural porque alguém coloca uma gif que tem a ver. Não importa sobre o que você pense...

... nós temos uma gif pra isso.

1 - Meus amigos (ou as pessoas que me dão tapas na cara metafóricos e não me deixam cair)

Eu não vou conseguir escrever muito essa parte sem cair em lágrimas, então:

Eu amo meus amigos.
Não conseguiria continuar sem meus amigos.
Amo conversar com eles.
Falar sobre grandes nada com eles.
Viciar eles em séries (mesmo que depois a cada respiro que eu dê eles falem que é spoiler, não é, João?)
Comer besteira com eles.
Viver sabendo que eles estão por aí.
Vocês são meu top 1.

Você é incrível.

Por favor, aceite esse sanduíche como um gesto de solidariedade.

Não tem "eu" se não tem "você"!

Obrigada por não desistir de mim, irmão.


É isso aí. Nos vemos nos próximos posts, pessoal!

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Que top 5 legal! Não sabia q vc curtia esportes (sorry, fui enganada pelo estereótipo nerd sedentária, q aliás é o meu tbm, com a diferença de q realmente detesto esporte haha) e essas séries antigas da TV aberta <3 Três é demais, As visões da Raven, Eu a patroa e as crianças, Todo mundo odeia o Chris e Chaves <3

    E essa frase sobre amigos me representa tanto: "Viver sabendo que eles estão por aí" <3

    No mais, bem vinda, Carol!

    ResponderExcluir
  2. <3<3<3<3

    Parabéns pela conquista, amor!
    Lindo post e boa sorte com o blog! :D

    Do seu fã n°1,
    João

    ResponderExcluir
  3. \o/ YEAHHHHHHHHHHHHH! SEJA BEM-VINDA, CAROL! (posso te chamar de Carol).
    Top 5 lindo demais. é muito bom conhecer você.
    Beijão.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *