CCSéries chris colfer

6 motivos para (voltar) a assistir Glee

1.2.15Paulo V. Santana


Em sua última temporada, Glee surpreendeu todos os fãs: após vários momentos ruins, a série voltou muito bem e merece sua atenção. Neste post, explico por quê. 

Depois de ter estreado em 2009 como uma série muito relevante para a cultura pop, Glee foi, aos poucos, perdendo destaque. A história desandou de vez na quarta temporada, quando o tempo de tela foi dividido entre Nova York e Ohio e novos personagens nem um pouco cativantes surgiram. As dificuldades continuaram no ano seguinte, cheio de dúvidas sobre os caminhos da série, já que a triste e chocante morte do Cory Monteith, que interpretava o Finn, havia abalado tanto a equipe quanto os fãs.

Até que a sexta temporada estreou. Com um público sem nenhuma expectativa e jogada para um dos dias de menos audiência na TV americana, Glee ressurgiu das cinzas para os treze episódios que finalizarão a série. Glee voltou, e voltou muito bem. Se tiver alguma dúvida, continue lendo, lhe darei 6 motivos para voltar a assistir Glee!


1) Terminar o que foi começado

Ok, esse não é um motivo muito convincente, mas é o que me impede de largar as séries mesmo quando perco a vontade de ver. Toda vez que começo a assistir algo, tenho que ir até o fim para saber o que acontece. Se você desistiu de Glee em algum momento porque ficou tão ruim que você não aguentava mais, tenta essa última temporada. Está muito boa, eu juro. E, cá entre nós, dá para retomar Glee sem nem assistir a quarta e a quinta temporada completas. O primeiro episódio da atual temporada diz tudo o que você precisa saber.



2) Personagens mais maduros e uma boa história

A premissa da nova temporada, por si só, já é interessante. Depois que tudo deu errado para a Rachel e sua série de TV, ela volta sem nada para Ohio, onde recomeça o New Directions com a ajuda do Kurt, que continua muito bem na faculdade. Enquanto isso, o Will Schuester é técnico do Vocal Adrenaline e o Blaine (de volta para Ohio depois de ter saído da faculdade por conta de um desempenho ruim) assume o comando dos Warblers. A série voltou às origens, com a disputa de grupos de coral e as histórias dos personagens que vivem nesse mundo. Porém, agora, o tom das tramas é completamente diferente. Se antes eles eram alunos vivendo dramas adolescentes, agora eles enfrentam os problemas da vida adulta, sempre buscando realizar os próprios sonhos.

 
 

3) Ótimas piadas: Glee está sem medo de julgar o próprio passado

Uma das coisas mais legais de Glee é o humor que ri de si mesmo. A série já teve vários momentos ruins e coisas incompreensíveis até, e ela sabe disso. A cada duas falas da Sue, pelo menos uma tem sido alguma piadinha com elementos do passado da série. Seja o nome do pessoal da banda que ninguém nunca aprendeu, seja o membro do New Directions que desapareceu - o lema é rir dos seus próprios erros. Aliás, a Jane Lynch tem conseguido se superar a cada dia interpretando a Sue, sempre com seu humor ácido.

 


4) Novos personagens que são legais de verdade

Todos nós sabemos a decepção que foram os personagens novos da quarta temporada. Unique, Marley, Jake, Ryder e Kitty: personagens com potencial, mas mal aproveitados. Parece que os escritores de Glee aprenderam, deixaram os novatos da 4ª para trás e trouxeram “novos novatos” que são realmente legais. Conhecemos pouco de cada um deles, mas é o suficiente. Um dos problemas dos novatos de antes foi que eles foram ganhando espaço como se fossem protagonistas, quando o público não queria saber deles. Agora, os personagens coadjuvantes - Mason, Madison, Jane, Roderick e Spencer - são coadjuvantes de fato. Vamos ver como eles serão desenvolvidos ao longo da temporada.



5) Mais plots sobre diversidade

Um dos pontos principais de Glee sempre foi a diversidade e a valorização do que é diferente, e o tema está de novo sob os holofotes nesses novos episódios. Os próprios novatos são responsáveis por isso, já que a Jane é primeiramente apresentada como a primeira menina que quer entrar num colégio exclusivamente masculino e gera discussão. Mesmo que não tenha sido algo aprofundado - até pela falta de espaço para isso -, valeu a pena pelos questionamentos expostos. E também tem o Spencer, que joga no time de futebol, é gay e não sofre nenhum preconceito por isso. No terceiro episódio foi iniciada uma nova história sobre pessoas trans (que é um spoiler grande demais para eu falar assim), e eu estou cruzando meu dedos para que seja um enredo bem desenvolvido.



6) Música!

Não tem como falar de Glee e não mencionar sequer uma música, né? E o que eu tenho a dizer é: eles continuam fazendo versões muito boas. Apesar de alguma performances terem sido decepcionantes, como a de “Problem”*, tem coisas fantásticas, como “Let it go” (essa música já passou da validade, eu sei…) e “Home” (que com certeza entrou para as minhas favoritas).
*nossa, como eu queria que Unholy Trinity tivesse feito Bang Bang, ficaria tão mais legal!



E se você não foi convencido com esses motivos, fica aqui o meu pedido pessoal para que você volte a assistir. Mesmo com seus problemas, Glee é uma série tão legal e eu amo poder conversar sobre ela com as pessoas. Vai lá, assiste! Quando digo que está muito bom, estou sendo sincero.



[Extra] Calendário de Glee: não perca os episódios da nova temporada!





TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Concordo com tudo. PALMAS. Tá tudo de bom a 6ª temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Ju! Essa temporada está ótima mesmo <3

      Excluir
  2. Não posso deixar de concordar , pois , a sexta temporada de Glee está incrível ! Acabei de assistir o ep 6x5 e foi demais . Tudo está muito bem arrumado que me perturba a ideia de que o fim está próximo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, kiogenky, está sendo muito dolorido gostar tanto dos episódios sabendo que logo, logo vai acabar. :/ Mas vamos aproveitar o momento! Obrigado por comentar :)

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *