andrew garfield Brenda Cordeiro

[Resenha Misturada] O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro

9.6.14Conversa Cult

por Brenda, Dana e João
- "O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro"
- The Amazing Spider-Man 2 (2014)

- Direção: Marc Webb
- Roteiro: James Vanderbilt
- Elenco: Andrew Garfield, Emma Stone, Jamie Foxx, Dane DeHaan, Sally Field e outros.
- Ação - Aventura - Fantasia - 141 min - Trailer


Minicrítica - Sinopse:

 É ótimo ser o Homem-Aranha. Para Peter Parker, não há nada melhor do que se balançar entre arranha-céus, ser um herói e passar o tempo com Gwen Stacy. Mas ser o Homem-Aranha tem um preço: apenas ele pode proteger os nova-iorquinos dos inacreditáveis vilões que ameaçam a cidade. Com o surgimento de Electro, Peter precisa confrontar um inimigo muito mais poderoso do que ele. E com o retorno de seu velho amigo Harry Osborn, Peter percebe que todos os seus inimigos têm uma coisa em comum: a Oscorp.

O novo filme do cabeça de teia gerou ótimas opiniões aqui no CC! 


Para descobrir o que a Brenda, a Dana e o João acharam, é só clicar abaixo.


Brenda:
Eu estava ansiosíssima pra assistir esse filme desde que o primeiro trailer saiu. Homem-Aranha sempre foi meu super-herói preferido e quando escalaram Andrew Garfield (meu amorzinho <3) e Emma Stone para o elenco principal, eu já sabia que ia amar a nova trilogia. O primeiro filme foi incrível, o que aumentou mais ainda minhas expectativas para o segundo. Agora posso dizer que essas expectativas foram mais do que superadas.

Andrew Garfield e Emma Stone novamente estavam incríveis nesse filme. O toque de humor desse 'novo' Aranha estava muito presente, ainda mais do que no primeiro filme e Andrew conseguiu me fazer rir várias vezes. O carisma de Emma como Gwen é tanto que, mesmo o romance não sendo o foco, ela acabou roubando a cena novamente. Dane DeHaan, que inicialmente não havia me agradado, acabou sendo um ótimo Harry Osborn.

A trilha sonora desse filme está absurdamente incrível! Desde pequenos detalhes, como o toque do celular de Peter ser a musiquinha clássica do homem-aranha, até aquela sequência sensacional que tocava nas cenas do Electro. Os efeitos especiais também estavam maravilhosos, apesar de um pouco exagerados (para que tanta câmera lenta?!). O roteiro também me agradou muito, nesse filme tivemos muitas revelações sobre o passado de Richard Parker e uma mudança grande na vida de Peter em relação a Gwen.

Um filme com três vilões pode parecer bem estranho, mas isso funcionou muito bem em TASM2. O foco realmente foi em Electro, mas o 'nascimento' do Duende-Verde foi sensacional e a (pequena) participação de Rhino também. É claro que essa abundância de vilões acabou deixando o filme um pouco longo, mas duas horas e vinte de Andrew Garfield na telona foi uma experiência maravilhosa para mim! Hahahaha

Eu não sou grande conhecedora da história original dos quadrinhos, mas pelo que eu vi nos comentários dos fãs do Aranha, parece que o filme acabou não sendo tão fiel quanto era esperado. Não sei até que ponto isso pode influenciar em relação ao próximo filme, mas eu particularmente mal posso esperar por ele.

Sobre a nota: 5 conversinhas + favorito. É um filme exagerado? Sim. Mas qual filme de super-heróis não é? Apesar das minhas muitas lágrimas (não vou comentar muito sobre isso, mas quem já assistiu sabe de qual momento estou falando), achei o filme incrível e já saí da sessão querendo assistir novamente.

Dana:
Eu assisti Capitão América 2 e pensei "nossa, é o melhor filme de super-heróis até aqui!" e quase na semana seguinte fui assistir O Espetacular Homem-Aranha 2 E OMG, COMO VOCÊS CONSEGUEM FAZER UM MELHOR AINDA?
É o que a gente tava conversando sobre Capitão América no nosso grupo secreto: é uma história comum, que por acaso é protagonizada por um super-herói. Não uma "história de super-herói."

Eu adoro como eles desenvolvem o tema esperança aqui e o que isso significa para o personagem, criando um equilíbrio entre entretenimento e questionamentos sérios. Eles também estão seguindo a linha Cavaleiro das Trevas e trazendo vários vilões (Electro, Rino e Duende Verde), o que dá a oportunidade de criar um mundo mais aberto. E acho que tá aí a diferença entre as últimas aventuras do Capitão e do Aranha no cinema: o cabeça de teia vem com muito mais emoção, cria uma história completa em um mundo que parece ter vida por contra própria. Me faz querer mais Peter, mais disso. Terminei o filme desejando: Por favor, não seja apenas uma trilogia!

Isso sem contar toda a comédia (isso que é Homem-Aranha! <3) que nem por um segundo tira o espaço do drama. Eu não sei mais o que falar, eu não sei por que alguém precisaria de algum convencimento. É um filme do Homem-Aranha. Se isso não é o suficiente, a Emma Stone está nele. Se ainda não está bom, tem uma história muito boa. E mais importante de tudo: é aquele tipo de filme emocionante.

Se agora você já não está correndo para assistir... pra que é que você está lendo isso? Você pelo menos gosta de assistir filmes?

 

Sobre a nota: 5 conversinhas + favorito

Extra que eu não sabia encaixar:
A metáfora do relógio é a coisa mais linda e triste e tudo da vida. <3
Espero que no próximo a gente tenha a Black Cat ou qualquer uma que lute também.
Dane DeHaan (Harry) e Jamie Foxx (Electro) ficaram muito bons, ainda mais trabalhando juntos. Adorei como foi mostrada a origem dos vilões.

João:
A Ameaça de Electro foi uma surpresa em vários sentidos. A começar pela relação entre o Peter e a Gwen, que, mesmo com alguns clichezinhos, foi muito gostosa de acompanhar. Tanto que eu acho praticamente impossível de arranjarem uma Mary Jane à altura. Se é que ela vai aparecer nos próximos filmes, né...

Assim como a Brenda, achei a produção de efeitos, fotografia e trilha sonora muito bem desenvolvida. Tá tudo muito colorido e cheio de vida igual nos quadrinhos, mas de um jeito bacana, sem parecer desfile de carnaval. As jogadas com a câmera lenta, mesmo em grande número, foram bem encaixadas, já que muitas cenas tinham tanta informação pra absorver que uma pessoa mais lenta (eu) talvez não conseguisse acompanhar sem essa ferramenta. E eu preciso dizer que tive fortes arrepios com aquele heavy metal tocando enquanto o Electro surtava na Times Square! Somando tudo isso ao 3D muito bem utilizado, o filme é um verdadeiro espetáculo sinestésico. 

O mais legal é que nem por isso ele ignora a parte dramática da coisa. TASM2 é bem realista ao tratar das questões humanas por trás da máscara e dos poderes do Aranha (que tipo de herói pega um resfriado? HAHAHA, GENIAL) e mostrar que as duas vidas dele estão mais entrelaçadas do que pode parecer, uma influenciando diretamente na outra.

Uma das poucas coisas que me desagradaram foi o pouco tempo do Duende Verde em cena como vilão. Em alguns momentos, o Electro parecia estar ali só pra facilitar o show visual, e eu não me importaria que ele tivesse alguns minutos a menos pra poderem desenvolver melhor o amiguinho. Sem contar que "aquela" cena teria sido bem mais impactante  do que já foi se o Duende tivesse mais espaço na tela ao longo do filme.

Sobre a nota: Errinhos à parte, eu adorei o filme e acho que ele mostra bem o que uma adaptação de super-herói deve ser. Um equilíbrio entre a fidelidade à história e diversão dos filmes da Marvel com o peso dramático e realismo dos da DC, sabe? TASM2 é feliz ao fazer essa combinação e os números de bilheteria são uma prova disso. Por isso, dou 4,5 conversinhas.

(Ah, eu só queria dizer que esse foi o primeiro filme em 3D que eu vi depois de começar a usar óculos de grau e EU ODIEI. Tive que colocar um por cima do outro e, além do desconforto e de ficar caindo toda hora, a tela ficou com uns reflexos/luzes estranhos. Estou revoltado. Cadê tecnologias pra melhoras a experiência em 3D de pessoas de óculos, hein? Tipo, metade da população usa óculos!!!!!!!! Tá, eu inventei esse número, mas, OI, SOCIEDADE, ISSO É ALGO A SE PENSAR. Podiam ao menos distribuir isso aqui no cinema ou sei lá. Não tenho culpa de não ter a visão perfeita ou ser pobre e não poder comprar lentes de contato, ok? Fim do desabafo q)

--

Nota final:
(5/5 conversinhas)




(Uma imagem extra porque Stan Lee fazendo suas participações é sempre muito legal!)

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Gente, a câmera lenta era pra mostrar o sentido aranha D= . Eu demorei pra entender, mas conseguir perceber durante o filme que não era simplesmente um efeito, mas era o Cabeça de Teia pensando onde ia jogar a teia e tal. Achei legal a intensão.

    Eu gostei muito desse Peter, o Garfield ficou muito bom no papel. Eu lembro nos desenhos animados, lá de 90 que tinha um Amazing Spider Man na TV e pelo que eu lembre a história parece aquele universo lá. Também não acompanho os quadrinhos, mas senti cada momento do filme.

    Não gosto de comparar filmes de super-heróis por que são histórias muito diferentes. Dos lançados esse ano gostei de todos e podem mandar mais que eu vou ver tudo 8D

    Ótimo post <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *intenÇão - quase tive um enfarto aqui...

      Excluir
  2. Oi, pessoal!

    Me sinto péssimo por estar mega desatualizado em filmes de heróis. O último que vi foi Os Vingadores (!!!) e desde então não tenho interesse em filmes do gênero. Vi o Espetacular 1 e achei incrível, fiquei bem animado para a continuação e espero que esta seja minha válvula de escape dessa ressaca cinematográfica. Já não bastam as literárias?

    Beijos,
    Gabe
    http://sixdoe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu assisto qualquer adaptação de super-heróis, de séries, desenhos animados a filmes. Fui ao cinema com o coração na mão, por que tinha achado a trilogia anterior meio chata.
    O primeiro filme foi D+, e a expectativa nem sempre é uma coisa boa. Achei esse bom, visual incrível e tudo mais tirando a estória do duende verde, que ficou meio sem sentido. O Homem Aranha nunca teve o poder de cura, e as aranhas certamente não tem. A morte da Gwen foi o FIM, eu meio que sabia que ia acontecer mais tinha esperança. Acabou que o filme nem fez tanto sucesso(pelo menos quanto o esperado), e estão pensando em trazer a Gwen de volta com uma estória dos quadrinhos em que ela é clonada. Eles poderiam e deveriam ter feito muito melhor.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *