Bridget Jones Bridget Jones Louca pelo Garoto

[Resenha] Bridget Jones: Louca pelo Garoto, de Helen Fielding

30.12.13Elilyan Andrade

por Elilyan Andrade

- Livro: Bridget Jones: Louca pelo Garoto
- Autor: Helen Fielding
- Editora: Companhia Das Letras 
- Comprar: Saraiva, Travessa, Submarino
- No Skoob











Minicrítica~Resumo
Sabe aqueles livros levinhos e deliciosos que você não consegue largar até terminá-los? Pois é, Bridget Jones sempre é garantia de livros leves e deliciosos *.*. Catorze anos após o último livro, Bridget Jones: No Limite da Razão, a louquinha da Bridget volta com tudo e ainda traz na bagagem duas pecinhas: Billy e Mabel Darcy. Dramas comuns a mulheres de 30 à 50 anos (B agora tem 51, mas só contou até o 35, já que, de acordo com Oscar Wilde, esta é uma boa idade para as mulheres estacionarem a contagem) são evidenciados em “Louca pelo Garoto”. 

Quer saber quais são as novas confusões de B?

O drama da balança continua...
Ai que saudades eu estava de você, Bridget!!! Engraçado que quando li as notícias que a B iria retornar nem liguei muito, lembro que na época pensei: “Qual a necessidade disso? Mais um livro caça-níquel”, mas Helen Fielding não escreve livro caça-níquel, escreve literatura de mulherzinha de qualidade. Posso até comparar a qualidade de Fielding com a de Jane Austen, pois ambas as autoras conseguem capturar os desafios que a sociedade propõem as mulheres de forma plena. O primeiro Bridget Jones possui uma qualidade tão inquestionável que conseguiu figurar entre os dez que definem o século XX, segundo o The Guardian, ao lado de clássicos como O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald, e 1984, de George Orwell.

O primeiro é excelente, o segundo é ótimo e o terceiro? O terceiro é ESTUPENDO! Em 432 páginas Fielding consegue capturar os dramas e aflições que o início do século XXI anda propondo a nós. Mas para conseguir que Bridget continuasse a ser uma porta-voz dos valores da sociedade foi necessário fazer o grande sacrifício: Mark Darcy tinha que morrer. E antes que comecem o mimimi a morte de Darcy está na sinopse, ou seja, NÃO É SPOILER!

"0h10 - Queria que o Mark estivesse aqui. Tive uma súbita lembrança dele com seu pijama formal de advogado, à noite, o vislumbre do pelo no peito, depois de uma súbita lembrança do bom humor diante do caos dos bebês, dele todo general, tentando organizar nós todos, como se aquilo fosse uma espécie de crise internacional, depois vendo o absurdo de tudo e nós morrendo de rir.

Ele está perdendo todos esses momentos, pensei. Perdendo os filhos crescendo. Até isso seria engraçado em vez de confuso e assustador. Um de nós ia ter ficado com eles enquanto o outro lavava os lençóis, depois a gente ia voltar para a cama e rir de tudo e... como qualquer outra pessoa vai se deliciar com eles e amá-los como ele amaria, até quando estão sujando tudo de cocô e…”

Mark Darcy ~ RIP
Sem Mark para ajudar, Bridget volta a cometer erros esdrúxulos, o que rende para nós leitores mais e mais gargalhadas. Impossível não rir, e se comover, com o desespero dela ao beijar um cara novo depois de Darcy, ou ao tentar coordenar sua agenda e as dos filhos pequenos. E o drama com o controle remoto, vídeo game, Twitter e SMS's? B continua uma trapalhada de mão cheia, mas uma trapalhada que sabe fazer as perguntas e reflexões certas. 

“‘Billy’, eu disse com a melhor voz de secretária eletrônica. “Você já usou todo o seu tempo. Pode por favor me entregar o iPad, quer dizer, iPod?”
“Não é um iPod.”

“Me dê aqui.” Eu disse e olhei com cara de medusa para o objeto maléfico, preto e fino.

“É um Kindle.”
“Eu disse que CHEGA DE TELA!”
“Mamãe. É o seu Kindle. É um livro.”
Pisquei rápido, confusa. Era tecnológico, preto e fino e, portanto, do Mal, mas…
“Estou lendo James e o pêssego gigante, do Roald Dahl.”
… também um livro.“ - pág. 232

Siga @JONESINHABJ no Twitter! AUHAUAH 

A estória da @JONESINHABJ foi uma das últimas leituras que fiz em 2013 e foi uma excelente leitura, pois apesar do final óbvio, isso não significa que tenha sido menos emocionante. Bridget pode não ter conseguido triunfar como roteirista de cinema, mas sem dúvida ela é uma excelente escriba da montanha-russa que é a vida. 

(4,5/5 conversinhas)




Sobre a nota: Dou 4,5 porque a Helen teve a cara de pau de matar o Darcy e pelo final óbvio. :´(


Esse livro foi uma cortesia da Companhia Das Letras. Obrigada :)


TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM