andrew gottlieb beber jogar f@#er

Li até a página 100 e ...#3 - Beber, Jogar, F@#er, de Andrew Gottlieb

5.11.13Isabelle Fernandes





Olá pessoal!! Resolvi tirar um pouco da poeira deste meme que eu acho realmente muito prático e que ao mesmo tempo passa muita informação bacana sobre o livro em questão.  O Li até a página 100 foi bolado pelo pessoal do Eu Leio, eu conto e se trata basicamente de algumas perguntas e respostas sobre o que você está lendo agora. E o que eu estou lendo agora...bem...pelo título vocês já podem ter uma ideia HAHAHAHAHAHA.




~> Beber, Jogar, F@#er

Autor: Andrew Gottlieb
Editora: Planeta
Saiba mais [x]





- Primeira frase da página 100:

"Para começar, ele não usava suéter o tempo todo nem bebia três martínis no almoço enquanto insistia: 'É assim que os negócios eram feitos no meu tempo - bebidas, cigarros e um aperto de mão firme entre dois homens brancos!'"


- Do que se trata o livro?

Ele é, basicamente, a revanche masculina, a versão machona de Comer, Rezar, Amar porém mais engraçado e com uma linguagem um tanto agressiva (-q). Bob Sullivan conta como tomou um pé na bunda de sua (ex) esposa e para superar o trauma, resolve tirar um ano de férias para curtir a bebedeira louca na Irlanda, a jogatina desenfreada em Las Vegas e a libertinagem luxuriosa (ui gente, arrasei) da Tailândia. Mas além disso,  também mostra como um pouco de descompromisso e peito aberto podem deixar a vida bem mais leve e divertida.

- O que está achando até agora?

A princípio você fica achando "ai meu deus mais uma daquelas histórias de machões" e aí você começa a ler e começa a gargalhar tanto que precisa parar um pouco e ir tomar uma água. Sério. Este livro é hilário. E eu não dava nada por ele (talvez mais porque foi recomendação de uma amiga minha e eu sempre torço o nariz para as recomendações dela). Claro que não é aquele livro edificante que logo de cara já te dá uma rasteira e te faz pedir misericórdia de tão intenso, mas ele tem lá seus momentos filosóficos e é ótimo para quem quer relaxar e se divertir.

- O que está achando da protagonista?

Eu poderia facilmente odiá-lo, mas graças ao jeito como ele conta as coisas fica meio difícil. Bob, apesar de estar meio desorientado por ter visto seu casamento de oito anos ir pro brejo, é um cara legal. Acho que ele vai evoluir bastante até o final do livro.

- Melhor quote até agora:

(Vou radicalizar e na verdade citar um trecho do livro. Porque fora do contexto não tem graça q)

"Essas eram grandes questões, e bem difíceis de responder também - especialmente quando se está limpando o sangue dos sapatos marrons de camurça enquanto bêbados sangrentos xingam em gaélico. Mas uma coisa eu sabia. Iria achar algumas respostas.
Virei para o colin e dei minha resposta.
'Vou te dizer que p@rra tô fazendo aqui. Tô saindo fora dessa p@rra! Vamos!'"


- Vai continuar lendo?

Sim! Já identifiquei um ship, e como aparentemente não consigo ler/ver nada sem arrumar algum casal pra torcer, preciso saber como isso vai terminar. E porque também estava precisando de umas boas risadas.

- Última frase da página:

"Como vou saber, p@rra? Só porque passei a maior parte da vida como um nova-iorquino liberal não quer dizer que não posso ter um ocasional pânico homossexual."


Ps: Como vocês já devem ter percebido, este livro é nada sutil. Portanto, se você é uma criatura sensível, não recomendo a leitura.


Bem, isso é tudo, pessoal! Até a próxima! ~


-isabelle fernandes

TAGS: , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM