CCInspiração clube de escrita

Clube de Escrita: Não escreva com inspiração

25.11.13Conversa Cult


Hoje é um dia de ão, tem uma conversa sobre edição no vídeo e outra aqui embaixo sobre inspiração. Não importa qual caminho você escolha, espero que te ajude a escrever. Vamos em frente, meu irmão! (a única coisa com ão que eu lembrei...)

A inspiração é um negócio estranho - e ótimo. Acho que todo mundo que escreve já passou por um momento desse, porque quase todo mundo que não escreve diz "não estou inspirado." Mas o que é essa maldita inspiração? Porque sejamos sinceros, se queremos levar a escrita a sério (ou seja, terminar histórias), não dá pra viver esperando esses momentos de inspiração.

Estou em um momento ótimo para falar sobre inspiração, porque eu estou escrevendo demais! Fiz 50 mil em 13 dias - e em nenhum deles eu estava inspirada. Mas desde a última sexta (estreia de Em Chamas), as coisas mudaram. Eu estou inspirada. Eu acordo e a primeira coisa que eu vou fazer é escrever - e quando vejo tenho um post de quase 3 mil palavras sobre o filme. E acabou? No dia seguinte eu escrevo outro. E depois desse dia mais um. Hoje não foi diferente e isso me fez pensar sobre inspiração.

Como é escrever sem inspiração? 

Sabia que um dia esse gif seria útil!!!
Sei lá, às vezes você parece um cego perdido em tiroteio pra escrever algo. Sai uns trechos pela metade, você sente o desanimo crescer no peito e deixa de lado. Nada parece muito legal. Às vezes parece que você tá arrastando nas costas uma carroça e nem sabe o motivo. Então você olha para aquele trambolho e pensa: Por que eu estou fazendo isso? Não está me levando a lugar nenhum! E larga a carroça lá e vai fazer algo mais produtivo, tipo ficar no tumblr ou assistir séries.

Já quando a maldita Inspiração aparece é totalmente ao contrário. Vem a ideia na sua cabeça e ela leva a outra que leva a outra e quando você vê está correndo para o pedaço de papel mais próximo. No final do dia, você tem um texto que você adora e praticamente pronto falando tudo aquilo que você estava enrolando para dizer há muito tempo.

Um dos piores sentimentos é de perder a inspiração. Você tem uma ideia ÓTIMA, você sabe que ela é, mas quando você tem a chance de para sentar escrever você não consegue alcançar a grandiosidade daquele primeiro momento. É frustrante! Todas as minhas bolsas têm canetas e bloquinhos de papel, as notas do meu celular são cheias de rabiscos e quando eu viajo eu levo um notebook. A gente fica meio paranoico.

Fotografia tirada pela NASA do meu cérebro no início de novembro.
Mas... mas... o que é isso? Por que agora eu estou escrevendo e tudo está saindo tão legal e antes meu cérebro parecia um cosplay do Saara? Eu, infelizmente, não sei manipular isso ainda. IMAGINA A FÓRMULA MÁGICA DA INSPIRAÇÃO! Mas eu acho que algumas coisas fazem a diferença.

A primeira é o tempo. Esse vídeo abaixo é do Steven Johnson para o TED. Ele é um cara que estuda a formação de grandes ideias, então ele mostra que nenhuma grande ideia surgiu do nada. Teve, é claro, o momento que a maçã caiu na cabeça do cara e EUREKA! Tudo fez sentido e ele falou sobre a lei da gravidade. Só que para chegar nesse momento ele passou muito e muito tempo estudando aquilo sem saber para onde estava indo.


O Centro de Treinamento aqui no blog existe desde março de 2012, eu li Jogos Vorazes pela primeira vez em 2008. São 5 anos que essa história está na minha cabeça e pelo menos 1 que eu comecei a analisar a sério. Um dos posts que eu escrevi a ideia surgiu durante as manifestações esse ano, mas eu não consegui desenvolver ao certo (a inspiração foi embora...).

Tá, deixa eu resumir: Você precisa preparar o seu cérebro para aquilo. Por mais que por muito tempo pareça que você está procrastinando, ou não está indo a lugar nenhum, o cérebro está evoluindo a ideia. O tempo que leva? Depende do que você está tentando concluir e do seu esforço para saber mais sobre o assunto. Se você ficar sentado, pode ser que daqui a 50 anos o assunto faça sentido para você.

No The Sims existe um negócio desse, um momento Eureka. É uma habilidade que você conquista (nem lembro como), que basicamente é: Quando o seu Sim fica estudando algo por um bom tempo, você chega nesse momento Eureka e BOOM, ele aprende aquilo muito mais rápido. Acho que na nossa vida é o mesmo.



Você fica enchendo o seu potinho e enchendo até que ele faz sentido e você sobe um nível de conhecimento. Com uma diferença: o empurrão final. É meio que, mesmo quando o seu vidro enche, o seu conhecimento não tem força para explodir a barreira e você avançar. Então você precisa de um elemento surpresa para te inspirar e misturar ali para causar a reação final. No meu caso, aconteceu com o filme Em Chamas, com as manifestações e com várias outras coisas.

(Aliás, acho que é por isso que dizem para você se rodear de pessoas inspiradoras e se manter em um ambiente inspirador, porque você está sempre fazendo seu potinho encher e tem contato com novidades para faze-lo explodir)

Numa definição mais científica de inspiração, é "quando o ar entra nos pulmões", e eu acredito que de uma forma metafórica sirva para gente. É quando nós inspiramos essas coisas boas de fora e elas nos preechem, permitindo que a gente possa colocar para fora através do trabalho criativo. 

(Por isso que dizem que escritores precisam ler bastante, mas acho que é uma visão restrita da arte: você pode se inspirar no que quiser)

Em Chamas realmente me inspirou e eu estou grata por poder escrever tanto (algo que eu goste) com tanta facilidade. Quando infelizmente isso acabar, eu vou continuar escrevendo e continuar buscando inspiração. Algumas só nos preenchem, outras nos fazem explodir. É essa segunda parte que é mais difícil, mas ela só vai explodir se houver combustível.

O que te inspira? Você já fez a sua galeria? Nós temos uma coluna para isso no CC, com posts para encher o seu potinho, veja aqui.

clique na imagem e seja levado ao nosso mundo de inspiração (:
Como a equipe do CC está indo no Nanowrimo?

Dana, 50.000 e alguma coisa: Aprendi que eu posso levar um Nano inteiro (tá, 13 dias) escrevendo sem inspiração, mas que esse trabalho contínuo é importante. Quase toda a minha inspiração foi voltada para postagens no blog, tenho certeza de que isso é porque eu criei uma rotina (faz uns 2 anos que eu escrevo quase todo dia posts para o blog!) e que se eu criar um padrão para escrita, terei mais dessas inspirações.

Diego, 9.696 palavras até agora: (em breve)

Igra, 9.483 palavras até agora: CONTINUO COM O MESMO NÚMERO, TÔ ENVERGONHADA PARA COMENTAR. ADEUS.

Paulo, ??? palavras até agora: Novamente não foi encontrado para se pronunciar até o momento.


TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM