Centro de Treinamento Dana Martins

A Katniss não é uma líder, ela é um símbolo

27.11.13Conversa Cult


Nos últimos dias eu tenho a impressão de que parte do meu cérebro decidiu se esconder em um cantinho e começar a maquinar coisas sobre Jogos Vorazes. Trabalha dia e noite, sem parar, formulando novas ideias sobre a série. A conversa de hoje já é antiga, que estava guardada em uma das gavetas desse cantinho, só esperando a hora certa de vir ao mundo. Então chegou a hora... 

"A Katniss não é uma líder, ela é um símbolo"

A Elilyan comentando no grupo lindo da equipe do CC sobre Em Chamas lembrou da parte em que o Snow explica que a Katniss não é uma líder, ela é um símbolo. Então essa foi a chave para a minha memória, algo que eu quero falar desde a época das manifestações aqui no Brasil.

Uma coisa muito comum, ainda mais entre os mais paranoicos, era perguntar: Quem é o líder dessas pessoas na rua? Quem elas estão seguindo? Aqui no CC nós estávamos firme e forme comentando as manifestações, alguns da nossa equipe foram para as ruas e UM MONTE de gente no twitter apoiava. Mas nós não estávamos seguindo ninguém. Quem era o meu líder? Ninguém.



Então essa é uma baita relação da realidade com os livros de Jogos Vorazes - uma enorme sacada da Suzanne Collins. Nós não estamos seguindo líderes, nós estamos seguindo símbolos.

Por que as manifestações aqui no Brasil não foram para frente? Nós não tínhamos um símbolo para nos unir. Não havia um orquestramento estilo Distrito 13 feat. Rebeldes por trás para colocar fogo nesse símbolo. Então toda aquela energia morreu, conforme os símbolos foram ficando em cinzas...

Mas o lado bom dessa história é que nós descobrimos que temos força e que podemos criar os nossos símbolos! O Plutarch ficaria com inveja de toda aquela quantidade de vídeos, notícias e imagens independentes que rolaram. Algumas edições pareciam coisa profissional. Designers se uniram para fazer cartazes. Surgiu a piada do vinagre. 

O que eu acho interessante é essa visão. Será que nós precisamos de líderes? Ou precisamos de símbolos? Ou cada um cumpre a sua função? Isso é sinal de alguma mudança?


(Escolas de comunicação ensinam que o povo é uma massa que não pensa e consome cultura industrializada feita de qualquer jeito, apenas para explorar mais ainda a massa burra. Qualquer coisa que você jogar essa massa idiota consome. Então uma massa - força - precisa de um líder - cérebro - para chegar a algum lugar. Seria o símbolo uma mudança, ou prova de que não é assim?)

Esse é um pensamento ainda em formação. Espero algum dia saber mais sobre isso (se você tiver sua opinião, compartilhe!). Enquanto isso, deixo aqui para vocês pensarem também nessa relação...

-dana martins

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM