David Levithan gordon reece

Maratona Literária - Desafio Diário #4

2.8.13João Pedro Gomes



Como dissemos nesse post, o Paulo e eu (João) estamos participando da Maratona Literária organizada por alguns blogs brasileiros, que tem por objetivo incentivar os participantes a lerem mais do que o habitual em uma semana. Mas disso vocês já sabem, não é? A novidade é que hoje viemos fazer um dos desafios diários da Maratona! A tarefa é fazer um quote ilustrado de nosso livro favorito. Querem ver como ficaram os nossos? Confiram logo depois do pulo!

>> Paulo

Quando vi que no desafio de hoje envolvia um quote, logo pensei em algo do John Green, porque ele é um dos meus autores favoritos e acho que todo mundo sabe como ele tem milhares de frases marcantes. E logo pensei também no "Will & Will - um nome, um destino", do Green com o David Levithan, já que esse é um dos que eu mais gosto e tem algumas das minhas citações favoritas. Eu estava na dúvida de qual escolher, mas um amigo sugeriu uma e na hora percebi que tinha que ser essa. 

Quanto a imagem, depois de ficar olhando várias com corações partidos e coisas do gênero, apareceu essa que foi perfeita para o que eu queria - duas pessoas com cacos na mão, algo que tinham juntos e que se foi. Como na citação, mesmo que eles queiram, não vão ter aquilo de novo.

>> João

Escolhi "Ratos" porque foi um livro que me surpreendeu profundamente na última maratona literária que participei. A temática é incrível e ele surpreende a cada página, trazendo reviravoltas inimagináveis. Ainda estou tentando me preparar psicologicamente pra tentar escrever uma resenha pro blog.

O livro é muito bem escrito e tem vários quotes emocionantes. Mas escolhi esse porque ele traz bem a sensação que "Ratos" me transmitiu: desespero. Essa frase vem impressa na capa e foi o que me fez comprar o livro, sem nem mesmo ver opiniões obre ele antes. O impacto que causa o quote, assim como do livro como um todo, é incrível. Algo que eu nunca havia sentido antes durante a leitura.

Escolhi essa imagem (na qual fiz algumas alterações ruins, ok, não me dou bem com photoshop) para mostrar o contraste central do livro. Um chalé remoto, que parece ser um abrigo seguro, um lar, acaba se tornando palco de inúmeras barbaridades. As roseiras e o jardim bem cuidado são apenas detalhes comparados ao rastro de sangue que as protagonistas tentam apagar de suas vidas.

____________________________________________________________________________

É isso, gente! O post de hoje foi curto, mas vocês podem checar como estamos indo na maratona no twitter do CC (@ConversaCult). Continuem acompanhando nosso progresso e aguardem o post final na semana que vem!

TAGS: , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *