CCFilmes CCListas

13 coisas que você precisa saber sobre o filme Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos

23.8.13Dana Martins


Olá, senhoras e senhores! Essa semana foi a estreia do filme Cidade dos Ossos e eu pude conferir. Sabe, Instrumentos Mortais não é a minha série preferida, mas o filme com certeza renovou o meu carinho pela história. Tanto que eu não me aguentei até fazer esse post. Aqui vão 13 coisas sobre o filme que você tem que saber. Atenção para a número 6!

SEM SPOILERS DO FILME E DOS LIVROS! Esse post serve tanto para quem leu o livro, quanto quem não leu.

1- É uma série literária. Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos é baseado em uma série de livros com o mesmo nome. Veja nossa resenha aqui.

2- A sinopse. A história é sobre uma garota que começa a enxergar coisas que ninguém mais vê e então sua mãe é sequestrada. Por causa disso ela é forçada a entrar no mundo dos Caçadores da Sombras, passa por um monte de lutas contra demônios (e mais seres sobrenaturais) e descobre segredos sobre o seu passado.



3- Não é pura ação. O filme adotou um estilo de sobrenatural urbano + comédia. Não espere aquele grande filme de ação como "Anjos da Noite."

4- Engraçado e até trash. A comédia no filme anda no limite entre o humor inteligente e o trash. Às vezes cruza para os dois lados.

5- GHOSTBUSTERS! É cheio de metalinguagem. Parte desse humor vem de uma metalinguagem que faz referência exata a clichês do cinema e do romance. Uma forma de "Ei, nós sabemos que tem um romance aqui, que vai ter gente que vai comparar com Crepúsculo, mas... vamos rir."

Pós-Nárnia: o Príncipe Caspa....

6- MULHERES FODAS! Só por isso já valia a pena ver o filme. A forma como Cidade dos Ossos retrata a figura feminina é um alivio perto do banho de estereótipo hollywoodiano. Destaques: Isabelle, mãe da Clary, até a Clary, Simon protegido e Jace adolescentezinha.


7- É gay mesmo. O filme também recebe pontos pela forma como apresenta personagens homossexuais.

8- J. C. Bower. Jamie Campbell Bower, sir, retiro tudo o que falei sobre a sua escolha como Jace. Se eu tivesse prestado atenção nas iniciais do seu nome teria percebido que você é o Jace esse tempo todo!


9- Roteiro montanha-russa. O filme acerta muito em desenvolver alguns elementos, mas algumas vezes viaja pela escuridão principalmente pra retratar os conflitos principais. Veja bem, um dos fortes de Instrumentos Mortais é que não é aquela história de apenas mocinho vs. vilão. Ou só romance. Ou só ação. Ou só aventura. Você tem o romance Clary-Jace, os conflitos dos outros personagens, a busca pela mãe, a volta do Valentine e isso tudo não se entrelaça tão bem no filme. Mas o resultado é positivo.

10- Estética bem pensada. Eles se preocuparam com o estilo do livro e roubaram até da estética steampunk de As Peças Infernais (história do mesmo universo de Instrumentos Mortais) para criar o mundo.

11- É uma boa diversão para o fim de semana. A não ser que você seja muito fã de Cidade dos Ossos, não vai ser o filme da sua vida, mas se você gosta de filme assim dá para gostar bastante.

12- Fiel ou infiel? Não é 100%, mas eles fizeram um bom trabalho com o tempo que tinham. Respirem aliviados, não é o próximo Percy Jackson da adaptação. (esse seria O Mar de Monstros...)


13- Incesto inteligente. Eles fugiram da possível polêmica do incesto com maestria sem alterar a história em nada.

Foi difícil escolher só 13 coisas. Eu poderia falar muito mais, EU QUERO FALAR MUITO MAIS. Mas... vamos só parar por aqui. Mais um post com certeza você pode esperar. Não diria que é perfeito, mas com certeza pode ser...


-dana martins

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

6 comentários

  1. Adorei o post.
    Muito amor por 'Cidade dos ossos'.

    ResponderExcluir
  2. Estou louca para ver o filme.
    E fiquei curiosa pra ver esse incesto inteligente.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post, muito inteligente e conseguiu explicar e frisar muito bem os pontos altos do filme!! eu como fan da saga amei as observações!

    ResponderExcluir
  4. Primeiramente Dana, amei o post.

    Mas devo confessar que quanto ao filme saí com uma sensação triste da sala de cinema. Fui sem expectativa nenhuma, mas mesmo assim o sabor foi amargo.

    Algumas relações entre personagens ficaram muito rasas, como por exemplo Valentim e Jace, que é uma relação primordial para compreender como o Jace é.

    Por falar em Jace, vou discordar de você em relação ao J. C. Bower. O cara passou metade do tempo com cara de quem chupou limão e não gostou. Cadê o charme, a canalhice e a sagacidade? O Robert Pattinson tem mais expressões faciais interpretando o Edward. Sem falar da agonia daquele cabelo dele (cadê o shampoo meu povo? Ficou fora do orçamento?).

    Para não dizer que eu só reclamo, também vi coisas boas, além das citadas por você:
    1. A trilha casou muito bem com o filme (amei o momento em que eles começam a lutar no hotel e toca "17 Crimes" ~FODA!).

    2. A maquiagem e os efeitos excelentes.

    3. O ruivo da Lily Collins funcionou na tela grande *.* Lindo, lindo!

    4. Ctrl-C, Ctrl-V de diálogos/frases do livro no filme (me lembrou Gatsby que também usou esse recurso).

    Vou parar por aqui, pois estou quase escrevendo uma mini resenha com spoilers. auauauhahhhah



    ResponderExcluir
  5. Assisti o filme, com muita expectativa e sai um pouquinho desapontada (só pelo final mesmo) A maquiagem e os efeitos foram fantásticos, Ruivo lindo da Clary :3 Trilha sonora perfeita e bem impactante. Mas o Jace... O lindo, charmaso e irônico Jace faltou, concordo plenamente com Elilyan.

    Acredito que foi pouco filme para muita história, o primeiro livro é bastante denso, e terminou deixando o filme deluído. Na verdade, preciso rever o filme (era muita emoção na hora kkkkkk).

    No mais, muito bom! Pelo os atores que eu passei a amar nas últimas semanas, pela trilha sonora e pelo mundo brilhante que Cassandra criou, eu, aconselho a todos assistirem o filme e ler a série (para saber dos detalhes picantes)

    ResponderExcluir
  6. amei a saga li todos os livros o final podia ser mais emocionante!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM